10 responsabilidades do cidadão armado

Lucas Silveira é presidente do Instituto DEFESA e Instrutor-chefe da Academia Brasileira de Armas

Liberdade e responsabilidade caminham lado a lado. É impossível falar daquela sem tratar dessa.

Quando se defende o direito irrestrito de acesso às armas, é preciso lembrar também uma série de obrigações que se esperam cumpridas por aqueles no exercício do direito.

As armas não são para fazer justiça com as próprias mãos, mas sim para evitar que injustiças sejam feitas.

Vamos lá:

 

  1. Mantenha sua arma pronta para e em condições de.
  2. Treine constantemente. Conheça seu equipamento e seus limites.
  3. Seja um exemplo de conduta. Defenda os fracos, lute pela liberdade, cumpra sua palavra, seja cordial.
  4. Respeite as regras de segurança com armas de fogo.
  5. Não use psicotrópicos de forma desarrazoada portando ou não suas armas.
  6. Use sua arma para defender vidas. Evite conflitos.
  7. Use arma de fogo exclusivamente em situações de risco de morte.
  8. Aprenda e ensine, humildemente, tudo o que puder sobre as armas e seu uso.
  9. Honre seus princípios.
  10. Armas não substituem a inteligência. Use-as como último recurso exclusivamente.

 

6 Replies to “10 responsabilidades do cidadão armado”

  1. Eu vejo como cidadão tenho direito de me defender com responsabilidade eu acredito que ainda vamos ver nossos cidadãos amados sem tanta burocracia..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.