Você sabe o que é Mil Dot?

Lucas Silveira
Presidente do Instituto DEFESA
Instrutor-chefe da Academia Brasileira de Armas

Em  maio de 2017 publiquei um artigo para o portal do DEFESA intitulado “Você sabe o que é MoA?“, que foi muto acessado desde então. Todavia, o texto absolutamente resumido e sem a intenção de esgotar o tema, deixou, obviamente,  muitas lacunas para aquele que pretende entender melhor o uso dos retículos dos dispositivos de pontaria.

Uma destas lacunas é a compreensão dos tais “Mil dots”, que ocasionalmente são citados e pouco compreendidos pelos neófitos. Vamos estudá-los?

Bom, se você se propôs a ser um atirador de precisão, eu espero que você tenha prestado atenção nas aulas de matemática da época da escola. Elas vão fazer muita falta. Os conceitos de MoAs e Miliradianos são apenas a superfície.

– O que você disse, Silveira? Miliradianos? O texto não era sobre Mil dots? 

Pois é, vamos direto ao assunto!

Primeiro passo: entender o que são os miliradianos.

Se você não jogou aviõezinhos de papel durante a explicação desta matéria pelo professor na sexta-série, ótimo. Pode pular esta parte.

Se você achou esperto e deduziu que esta era uma daquela matéria que você nunca iria usar, agora é hora de ralar pra consertar essa bobagem.

Você sabe que existem  os metros e os milímetros. Os litros e os mililitros. Os gramas e  os miligramas. Então é fácil concluir que os miliradianos são uma unidade equivalente a 0,001 desse tal Radiano.  Meio caminho andado. Agora o que é o Radiano?

Para chegarmos lá é preciso entender três conceitos básicos de qualquer círculo: o raio,  o diâmetro e a circunferência.

Circunferência é uma curva plana cujos pontos são eqüidistantes de um mesmo ponto denominado de centro. ¹

  • raio – segmento de reta que une um ponto da circunferência ao centro.
  • diâmetro – segmento de reta que une dois pontos da circunferência passando pelo centro.
  • arco – porção da circunferência limitada por dois pontos
  • corda – segmento de reta que dois pontos da circunferência.
  • flecha – segmento de reta que une o ponto médio da corda ao ponto médio do arco correspondente.¹

 

 

 

 

 

 

Agora que você já entendeu estas medidas, faça o seguinte exercício: imagine um arco de medida idêntica ao raio de determinada circunferência. Veja como seria:

 

Um arco de circunferência cujo comprimento é igual ao raio r (em vermelho) corresponde a um ângulo de 1 radiano (em verde). A metade da circunferência corresponde a π radianos e uma circunferência completa a 2π.²

 

Muito bem. Entendemos  o que é o Radiano, e descobrimos que se o dividirmos em mil partes encontraremos um miliradiano. E os mil dots?

Segundo passo: entender o que são os mil dots.

Quem explica é a Trijicon (tradução nossa):

“O retículo MIL-Dot refere-se um  padrão de crosshairs duplex com 4 pequenos pontos de 0,25 mil de diâmetro ao longo de cada eixo. Esses pontos são organizados para permitir a estimativa de distância. Um usuário experiente pode predizer a distância até objetos de tamanho conhecido, o tamanho de objetos a distância conhecida e compensar a queda do projétil e o arrasto do vento a distâncias conhecidas com uma luneta equipada com um retículo com MIL-Dot”.³

É claro que é preciso experiência atrás da soleira (ou da luneta de espotagem) para chegar lá.  Mas vamos dar um exemplo:

Em uma luneta Zeiss com retículo 43, a distância entre duas marcações nos eixos, quando ajustada para 12x, equivale a 10 cm, a 100 m. Por consequência, se um objeto que eu sei que está a 100 m ocupa a distância de três pontos no meu retículo, ele necessariamente mede 20cm ou, por outro lado, se o objeto que eu sei que mede 20cm aparece no tamanho exato da distância entre dois pontos no meu retículo, posso concluir que ele está a 200m de distância.

Atiradores de precisão utilizam seus Dope Books e equipamentos eletrônicos para não precisarem fazer todos os cálculos no estresse do momento do disparo, mas é importante conhecer os fundamentos para fazer o melhor uso da tecnologia.

Veterano Sniper Navy Seal Rich Graham explica conceitos matemáticos aplicados ao tiro em um curso de Marksmanship da Titanium Tactical e Academia Brasileira de Armas

 

REFERÊNCIAS:

 

¹ http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/bitstream/handle/mec/10396/geo0500.htm – Acesso em 11 de agosto de 2018, 12h.

² https://pt.wikipedia.org/wiki/Radiano – Imagem extraída em 11 de agosto de 2018, 12h.

³ https://www.trijicon.com/na_en/support/how_to_use_mil_dot.php – Acesso em 11 de agosto de 2018, 12:30

 

 

GOSTOU DESTE TEXTO? Ele apenas é possível graças aos nossos associados de carteirinha e doadores. Por cerca de 50 centavos por dia você ajuda a financiar o ativismo pró-armas no Brasil. Filie-se.

A Academia Brasileira de Armas oferece cursos de precisão com desconto para membros de carteirinha do Instituto DEFESA.


Publicado em Artigos
3 comentários sobre “Você sabe o que é Mil Dot?
  1. roberto de moura ramalho disse:

    estamos juntos pelo nossos direitos

  2. René Jamil Larach Massis disse:

    Muito bom o texto, muito claro; obrigado Lucas Silveira por nos ampliar o conhecimento do tiro.

  3. Airton junior furtado de lima disse:

    Gostaria de saber qual melhor red dot para uso policial no mercado nacional?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*