Pesquisa sobre Armamento Civil e Segurança Pública

Lucas Parrini

Parrini é diretor estadual do Instituto DEFESA no RJ, estudante de criminologia e segurança pública e admirador de assuntos relacionados a combate.

O Instituto DEFESA procurou conhecer melhor o que os armamentistas pensam sobre como devem ser as regulações estatais sobre armas, melhorias no trabalho da polícia, reforma no código penal e demais temas.

Foram registradas as posições de 1009 pessoas, de todo o Brasil, não havendo discriminação de sexo, idade, etnia, raça ou profissão.

Essa pesquisa é pública e pode – como deve – ser usada pelos parlamentares pró-armas para que saibam o que seu eleitorado deseja. Empresas de armas, principalmente as estrangeiras, clubes de tiro, lojas de armas, também são entidades que podem se beneficiar com os dados. Caso queira usar, por favor apenas reconheça o trabalho citando a fonte.

Adianto que esta pesquisa já está nas mãos das empresas Browning, Winchester, Miroku e FN Herstal para estudos, graças ao nosso representante no estrangeiro Richard Macedo!

Obrigado também Fernando, pela ajuda com o sistema!

Agradecimento especial para cada um dessas 1009 pessoas que dispuseram alguns minutos de sua rotina para ajudar a construir esta pesquisa independente.

Unidos somos invencíveis!

Brasil!

 

Razoável. (Restrições anteriores mais registro de armas e munições, solicitações e cadastros on-line, etc.)
Pouca.
(Proibição para crimes violentos, nucleares, químicas, biológicas, etc.)
Nenhuma.
Completa.
Alta
. (Anteriores mais provas técnicas e psicotécnico, calibres restritos, obrigação de participação em clubes, campeonatos, acesso controlado por “níveis”, solicitações apenas pessoalmente em partições públicas, etc.)
Altíssima (Anteriores, impostos nos produtos, armas importadas proibidas ou dificultadas, critérios subjetivos, etc.)

 

 

 

 

Colaborador do Instituto DEFESA e curioso em criminologia e assuntos relacionados a combate e segurança.


Publicado em Sem categoria
Um comentário sobre “Pesquisa sobre Armamento Civil e Segurança Pública
  1. André disse:

    O direito de se ter uma arma em seu domicílio, nunca poderia ter sido retirado do cidadão de bem. Isso sim, foi um crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*