18 Replies to “Novo R-105. Episódio 09. Último dia para sugestões.”

  1. Gostaria que o DOC olhasse para a vontade do povo nonqie se refere ao direito a ter ao menos uma arma para sua posse domiciliár, rever algum pontos desta R-105 porque o povo nao pode pagar pelos erros cometidos por delinquentes e homicidas que tem posse de armas ilegais contrabandeados.

  2. O R105 deve ratificar a respeito da lei do desarmamento que prevendo o risco de atiradores desportivos serem flagrados por bandidos e terem suas armas tomadas, resguardo seu direito ao porte de armas..

    Acompanhe o que diz a Lei 10.826/03 CAPÍTULO III

    DO PORTE

    Art. 6o É proibido o porte de arma de fogo em todo o território nacional, salvo para os casos previstos em legislação própria e para:  I – os integrantes das Forças Armadas; 
    IX – para os integrantes das entidades de desporto legalmente constituídas, cujas atividades esportivas demandem o uso de armas de fogo, na forma do regulamento desta Lei, observando-se, no que couber, a legislação ambiental. Na mesma lei que concede porte as forças armadas. O concede a atiradores desportivos….

    Além disto o Decreto 5.123/04 . . Seção II

    Dos Atiradores, Caçadores e Colecionadores

    Subseção I

    Art. 30. As agremiações esportivas e as empresas de instrução de tiro, os colecionadores, atiradores e caçadores serão registrados no Comando do Exército, ao qual caberá estabelecer normas e verificar o cumprimento das condições de segurança dos depósitos das armas de fogo, munições e equipamentos de recarga.
     
    Subseção II

    Art. 32. O Porte de Trânsito das armas de fogo de colecionadores e caçadores será expedido pelo Comando do Exército. 

    Parágrafo único. Os colecionadores e caçadores transportarão suas armas desmuniciadas. 

    SOMENTE COLECIONADORES E CAÇADORES DEVEM LEVAR A ARMA DESMUNICIADA…. ATIRADORES DESPORTIVOS A CARREGAM CONSIGO MUNICIADAS.

  3. Péssima a posição do Instituto Defesa, por mais que não acredite deveria ter feito sua parte e aumentado a pressão social por mudanças.
    Eu como pessoa física enviei.
    Havia me filiado, bem como ao Movimento Viva Brasil.
    O Bene Barbosa pelo menos não me decepcionou.
    Não me considero mais filiado ao Instituto Defesa.

  4. Expresso descontentamento com a minuta do R-105 proposta pela DFPC.
    Precisamos ter o direito a defesa de nossa casa, família e bens.
    Defendo o direito ao porte de arma.
    É se preparando pra guerra que se tem paz. A partir do momento que o invasor souber que o proprietário esta protegido, certamente não se arisca.

  5. Boa noite! Não vejo nenhum ato patriótico do general Teófilo ao defender interesses próprios,(isso mesmo, até que provem o contrário)! E não apátria em que vive! E o militar do exército tem um pensamento diferente, para o da segurança pública,(um é treinado para guerra,o outro é treinado para manter a ordem). Estamos em universos muito distantes, ou estamos a merce da corrupção! Pois o R-105 que proporcionou maior liberdade ao criminoso,lhe garantindo o roubo,estupro,latrocínio,sequestro(seguro ou garantido),ou honra seu compromisso com a sociedade,altamente insegura por conta do R-105 que nunca teve êxito,o mudando por um que possua lógica! Não existem mais provas ou argumentos para continuar errando! E a sociedade não aguenta mais pagar por esse erro, e a maioria quer mudanças favoráveis a sociedade que paga impóstos e de boa índole! Desrespeito com a segurança pública,agentes de segurança e para CACS! Desde quem quer ter um registro de arma(e a arma)para se defender, ou para quem precisa para uso da profissão, que beneficiará a sociedade, sendo contra isso, é contra a sociedade

  6. Direito de se defender que foi tirado do cidadão,hoje somos reféns de todo tipo de bandidagem,segurança publica não funciona…

  7. Exmo. Sr.! Por gentileza peço a integral reestruturação do texto a fim de proporcionar MAIS LIBERDADE, com destaques para: Fim da separação de categorias de brasileiros. Somos todos iguais em direitos e obrigações. Fim da restrição a importação de armas e instalação de novas indústrias. Fim do excesso burocrático. O sujeito que comprova tudo o que é preciso para emissão do CERTIFICADO DE REGISTRO não deve pedir autorização para mais nada, apenas INFORMAR o ato. Fim dos limites quantitativos de armas e munições. O Exército deve controlar armas de tipicamente de GUERRA e não armas de porte e portáteis. Respeito ao treinamento de tiro, quer seja esportivo, recreacional, tático ou defensivo por TODOS OS BRASILEIROS comprovadamente probos. PORTE DE ARMAS PARA O ATIRADOR, nos termos da Lei 10.826/03, Art. 6º. Fim de filiações obrigatórias. Não mais controlar itens absurdos existentes hoje no ANEXO I do R-105 (cuja minuta sequer foi apresentada!). Atenciosamente: Júlio César Carneiro de Oliveira.

  8. Vergonhoso. Mandei dois “textões” para o endereço citado. Incomodei o general no Facebook dele também. Não estou nada confiante e estou com muita vergonha e raiva do exército. Comando logístico sendo covarde, anti-democrático e arrogante nesta iniciativa. Como o Lucas Silveira falou, espero estar estupidamente errado, mas duvido…

  9. O Sr General Teófilo estar pouco se preocupando com os cidadães Brasileiro, por quer ele saiba que o bandido não vai na Casa do sr. General Teófilo porque ele vai ser recebido a bala,
    o Cidadão está desarmado indefeso o bandido vai sabendo que tem sucesso mais se nos levantar essa bandeira vamos vencer!!!!, estamos juntos aqui no nordeste!

  10. Eu fiz minha parte. Mandei as sugestões de mudança, embora eu não acredite que o Exército vá acatar alguma coisa. Como tenho dito, eles tem a concepção autoritária e vão definir o que lhes convier.

  11. prezada instituição, muito bom dia, gostaria de deixar uma sugestão são elas:
    com o RG da arma devidamente no nome do portado, o mesmo ja esta autorizado ao transporte da sua arma, tipo, do seu trabalho para casa ou virçe verça, diferente de portar a arma na cintura.
    dentro do seu carro ou acondicionada dentro da sua bolsa mochila bem indiscretamente. desde ja me despeço com um ate breve. estamos junto.

  12. Queremos
    – Fim da separação de categorias de brasileiros. Somos todos iguais em direitos e obrigações.
    – Fim da restrição a importação de armas e instalação de novas indústrias.
    – Fim do excesso burocrático.
    – CERTIFICADO DE REGISTRO REGIONAL.
    – O Exército deve controlar armas de GUERRA apenas e não armas de porte e portáteis.
    – Respeito ao treinamento de tiro.
    – PORTE DE ARMAS PARA O ATIRADOR, nos termos da Lei 10.826/03, Art. 6º.
    – Fim de filiações obrigatórias.
    -CIDADAO LEGAL NÃO É AMEASSA A LEI E A ORDEM O BANDIDO SIM É AMEASSA A LEI E A ORDEM.
    -O EXERCITO DEVE CONTROLAR AS FRONTEIRAS E IMPEDIR O CONTRABANDO E O ARMAMENTO DO CRIME ORGANIZADO.
    -NAO PERMITIR QUE O CIDADÃO LEGAL SEJA ACUADO PELA LEI.

  13. AOS LEITORES ME DESCULPA PELA AGRESSIVIDADE resumindo essa palhaçada foda-se essa leis de merda, se seguirmos pode ter certeza que vamos morrer(ISSO SÓ FUNCIONA PARA O CIDADÃO DE BEM, PARA O BANDIDO NÃO DA QUASE NADA OU NADA SE FICA PRESSO A FAMILIA “RECEBE BEM” VERGONHA EU TENHO DE SER BRASILEIRO.(QUEM A IR QUER MORRER PELA PATRIA EU QUE NÃO VOU,É DIFICIL DE ACREDITA A DECADENCIA DESTE PAÍS .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *