MP mostra as garras mais uma vez. Dr. Maranhão responde.

Dr. Luiz Maranhão, Advogado, empresário, pecuarista

Mais uma vez, sob os falacioso argumentos de preocupação com a população, o MPF – Ministério Público Federal no Distrito Federal ajuizou – Mais uma – ação judicial perante a 17a Vara Federal com o escopo de suspender os efeitos do Decreto 9.785/2019, decreto este que versa sobre o porte de armas de fogo.

As aparências das atitudes do MPF, conforme noticiado anteriormente por nós, denota, salvo melhor juizo, um ataque orquestrado às liberdades individuais civis e coletivas, mais precisamente no direito legítimo da defesa da vida é da propriedade.

O Instituto Defesa continua na defesa desses direitos, e atuando de perto para fazer valer a soberania popular e o desejo legítimo de possuir meios adequados de sua vida ou de outrem.

Assim, o Departamento Jurídico do Instituto Defesa, na pessoa do Dr. Luiz Maranhão, vem atuando junto a esses processos, solicitando a intervenção do Instituto Defesa como terceiro interessado, de modo que a nossa voz, a sua voz, a voz das urnas, que desde 2005 manifestou sua vontade, seja respeitada.

Unidos Somos Invencíveis


Publicado em Artigos, Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*