22 Replies to “Ladrão atira em vítima e acaba atropelado”

  1. Só acho que são muitos trabalhadores de bem para atender um bandido que tentou matar um vitima. Pra que SAMU, Polícia e os demais cidadãos de bem atender vagabundo assassino? Deveriam deixar os mesmo atenderem pessoas de bem, quanto ao bandido? Serra a perna fora e se vira nos 30.

    1. olha cara minha opnião é a seguinte… ladrão macho não existe, na hora que ta com arma na mão todos eles são, mas quando a coisa fica feia pro lado deles eles só sabem chorar.

  2. o motorista levou tiro? se machcuou?

    o bandido cara de pau ainda fala, mas na hora de atirar nao pensa.

    se fosse o motorista agonizando pedindo ajuda.

    bandido vagabundo

  3. “Me ajude. Eu sou um ser humano”

    Muito engraçado. Na hora de balear um cidadão trabalhador esses FDPs não pensam 2 vezes. Mete bala mesmo e pronto.

    Que pena não passou por cima… Que pena ter deixado vivo!!!

    Bandido bom é bandido preso… PRESO A SETE PALMOS DO CÃO!!!

    1. Bichinho, coitadinho, agora implora por ajuda…..atirou num cidadão de bem e agora tá chorando. Um FDP desse. Da muita vontade quebrar a cara desse covarde. Na hora de assaltar e atirar numa pessoa de bem e trabalhadora, ele não pensa na dor que o outro vai sentir. Eu digo isso, porque sei bem a dor de levar um tiro e o transtorno que isso causou. Quando a população começar a reagir, num instante neguinho vai pensar duas vezes antes de assaltar. VAGABUNDO BOM, É VAGABUNDO MORTO!!!
      Para responder as perguntas do dono do carro, ele foi baleado no ombro, mas não corre risco de morrer.

      1. Grato pela informação! Infelizmente; pela frouxidão de nossas leis, em alguns meses este traste (Assaltante.) estará solto pelas ruas outra vez…

  4. O motorista do veículo terá que pagar todas as despesas médicas e ainda responderá por tentativa de homicídio. Provavelmente o motorista ainda fez o teste do bafômetro. “EU SOU BRASILEIRO, COM MUITO ORGULHO, COM MUITO AMOR”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *