126 Replies to “Essas armas são “similares” para você?”

  1. Não faz o menor sentindo de similares somente tem o calibre seus desenhos são totalmente diferentes o da Beretta e mais moderno mais atraente enquanto o da CBC embora bonito e antiquado e não tão interessante.
    A objeção a liberação de importação e uma retirada de direito de opção do cidadão que paga seus impostos e cumpre a lei.
    Será que temos so obrigações direitos de escolha não.?
    Tal conceito e arcaico e obsoleto e não estimula a competitividade de mercado nem a arrecadação de divisas através dos impostos.

  2. E claro que a única similaridade e o calibre e o fato de ser uma arma de fogo precisamos urgentemente de uma revisão nas normas de importação.

  3. Não entendo como um analista do Exercito Nacional possa fazer esta comparação, é como comparar um carrinho de brinquedo de plastico de meu neto, com uma carrinho de metal importado , ambos são carros, só que um é um produto vagabundo, desatualizado, e inferior em todos os sentidos no caso das armas fabricadas aqui no Brasil para Brasileiros, enquanto que o importado no caso esta Beretta dá de relho , muito mais moderna, melhor empunhadura, melhor em todos os sentidos, , acredito que os analistas confundiram o calibre sendo igual, mas as armas estão de longe de serem semelhantes ( é só olhar e fazer sua comparação ). As brasileiras são para o povo brasileiro para serem comparadas, as fabricadas em outros países, são muito superiores, mais modernos, design mais moderno e mais poderosas, são as que tem os marginais e assassinos, enquanto os policiais daqui andam de 38 de 6 balas de tambor de 50 anos atrás, ou mais, por favor, isto até parece um deboche com a mentalidade do brasileiro, somente um uma pessoa muito burra é que apoiaria as nacionais.

  4. IGUAIS IGUAL UMA GALINHA E UM CACHORRO CERTO E PEDIR A EXONERAÇAO DESTE MINISTRO DE MERDA IGUAL LEONIDAS PIRES NÃO HAVERA OUTRO SAO TODOS FARINHA DO MESMO SACO ADEPTOS DO GETULISMO E SUAS RESTRIÇOES

  5. É notório a dança de cadeiras nos ministérios e com isso é praticamente inevitável q o alto comando do exército ñ seja atingido. Então é mais q lógico q o processo de desarmamento serve pra deixar a população submissa aos seus comandos e sem poder de resposta. Se a população tem acesso a armas melhores o risco de perder o poder aumenta notoriamente pra esse grupo.

  6. Como disse o narrador, a única característica com comum entre ambas é o calibre. São diferentes em peso, comprimento, precisão, maneabilidade, qualidade do material, vida útil e uma ainda tem coronha retrátil, que facilita a progressão do atirador em áreas de difícil mobilidade, sem falar da relação custo/benefício.

  7. Similar = Que se assemelha com outro de um modo geral,é a semelhança é gritante até na aparência, o que pretende esse pessoal já não basta a bandidagem usar uma barret .50 e esse pessoal arranja confusão até com um 22 lr.

  8. Mas até uma pessoa com deficiência visual conclui, com facilidade, que essas armas são muito diferentes. Não dá para entender a posição do Exercito acerca desse tema.

  9. Bom dia a todos do Instituto de Defesa e mais uma vez parabéns pelo seu trabalho de esclarecimento e desmistificação sobre um assunto tão simples como esse e que nosso exercito brasileiro e nossos governantes continuam fazer disso disso um bicho de 7 cabeças.
    É até piada uma colocação dessas nos dias de hoje, afinal de contas a informação esta em todo lugar e ao alcance de todos. Para falar a verdade não sei nem bem ao certo a palavra certa para descrever isso? Será que somos ingênuos, ignorantes ou algo assim?
    Deixo meu descontentamento a esse respeito, um pouco mais de democracia e respeito aos nossos direitos de cidadão seriam no mínimo de bom grado, afinal somos todos irmãos de armas e defendemos juntos o interesse de nossa nação.

  10. Bom dia!
    Serei objetivo: a alegação do EB. é no mínimo um insulto a inteligência de qualquer um que so de olhar,percebe a diferença entre as armas. Isso é vergonhoso. Como diz um certo político “o povo brasileiro merece respeito”

  11. Isto é uma vergonha, nosso governo fazendo afunilamento de mercado em pro de algumas empresas independente de qualidade e desejo de demanda do mercado.
    Capitalismo selvagem.

  12. de maneira alguma, essas armas são totalmente diferente, só o calibre é q é igual. o modelo fabricado no Brasil, é totalmente ultrapassado, não entendo porque uma pessoa q é especialista em armas fala essa besteira, SÃO SIMILARES…..

  13. INADIMISSÍVEL QUE O EXÉRCITO TENHA COMO SIMILARES ESTAS ARMAS. NÃO QUERO ACREDITAR QUE UMA TAL DECISÃO POR PARTE DOS HONRADOS HOMENS DE FARDA TENHA SIDO CORROMPIDA POR DINHEIRO. TUDO ME LEVA A CRER COMO CIDADÃO QUE SOU, QUE SEJA UMA INTERPRETAÇÃO EQUIVOCADA E QUE DEVA SER REVISTA PELO PRÓPRIO EXÉRCITO NACIONAL.

  14. Obviamente, não há qualquer similaridade entre essas armas.
    A não ser que o conceito de “similar” para o EB seja o de armas de mesmo calibre.
    Nesse caso, é urgente que o EB atualize seus conceitos.

  15. ATÉ FICA COMPLICADO DISCORRER PONDERADAMENTE SOBRE O ASSUNTO SEM SER EXCESSIVAMENTE MORDAZ OU PASSIONAL NAS COLOCAÇÕES.
    É UM TESTE DE PACIÊNCIA PARA CONOSCO, TAL É A MANEIRA COMO O EXÉRCITO JULGA OS CRITÉRIOS PARA INDEFERIR A ENTRADA DE EQUPAMENTOS MAIS MODERNOS, COM USO COMPLETAMENTE DISTINTO COMO ESTES MODELOS QUE VIMOS NO VÍDEO. AFINAL SÃO OFICIAIS DO EXÉRCITO DE PATENTES ELEVADAS, COM EXTENSO CONHECIMENTO NO ASSUNTO, QUEM DEFEREM OU NÃO A ENTRADA NO MERCADO DE MATERIAL IMPORTADO MODERNO. “SERÁ UM LOBBY?”

  16. Sou um CAC 2ª RM com CR de mnais de 18 anos e não não vejo semelhança entre elas , porque a CBC 122 é um modelo para iniciar o tiro esportivo ou latinhas , a outra semi automatica já é usada em provas defesa e provas de tiro pratico e outros modalidades.
    Cada arma tem a sua finalidade e a preferencia .
    Gostaria que nosso Exercito Brasileiro que ainda é orgulho de nós brasileiros que facilitassem mais a importação de armas e munições e peças de reposição tanto no mercado interno como no externo.

  17. Sinceramente, parece piada. Só isso! Não tem como falar nada afinal a “SOBERANIA NACIONAL” disse que é similar…..
    Francamente, parece que o nosso glorioso exército brasileiro está trabalhando para a corja petista desarmamentista ao invés de trabalhar para o cidadão brasileiro.

  18. Eu gosto dos produtos nascionais, principalmente da Imbel , mas no mercado externo temos muito mais opções de marcas e tipos de munições , material recarga , peças de reposição e armas de fogo com preços muito inferiores aos nossos.

  19. Acredito que são tão similares quanto a cor preta é igual a cor branca. Kkkk
    So podem estar achando que somos cegos além de burros…
    O que acontece será que alguém esta ganhando $$$$ por trás destas colocações no ministério do exército.

  20. Essa regra de impedir armas importadas similares às encontradas na indústria nacional eu já acho absurda o suficiente e digna de revolta. Agora, após ver esse vídeo, eu fico completamente sem pista do que “similar” significa para o exército brasileiro.

    Semelhantes – NÃO
    Intercambeáveis – NÃO
    Podem ser confundidas – NÃO
    Cumprem a mesma função – Ambas atiram e são .22, mas a Beretta é uma réplica de sua irmã de maior calibre, por isso a maioria das pessoas adquiriria como arma de recreação (presumo eu). O mesmo não pode ser dito da nacional, que eu não vejo nenhuma vantagem. De fato, se estas “cumprem a mesma função”, então eu não posso adquirir nenhum revolver importado pois a Taurus fabrica revólveres – NÃO
    Uma pode ser substituída pela outra – nem mesmo uma réplica da Taurus de uma pistola Beretta seria por uma verdadeira Beretta. Imagine no caso acima!!! – NÃO

    Se eu fosse adquirir essa Beretta, seria para “plinking”, ou seja, basicamente para recreação mesmo. Eu não compraria essa arma nacional no lugar da Beretta de forma alguma, nem cogitaria.

  21. Claro e com certeza a beretta e uma arma mais robusta e mais bonita do que essa nacional. não são similares de forma alguma. e eu apoio a entrada de armas estrangeiras no brasil.

  22. Para, com certeza o responsável pelo aferição do equipamento, não deve ter si quer olhado para qualquer uma delas.
    Primeiramente, a CBC 7022 é uma arma de cano longo 21″, usada para caça ou tiro esportivos. Capacidade de 10 munições e no disparos semi-automático, e acabamento em madeira polida.
    A ARX 160, é uma arma tática. menor comprimento comparada a “CBC 7022”, capacidade de munições variante conforme magazine, disparos semi-automática ou automática e seu acabamento em polímero.
    Além de está em conformidade da legislação brasileira, barra qualquer um deste equipamento é inviável, falta de respeito para com fabricante e distribuidor, que trabalharam muito para está dentro desta legislação burra.

  23. a distancia entre a arma da Beretta e a arma da CBC esta mais ou menos uns 30 anos, dá até vergonha comparar esse beleza da beretta com essa vergonha da CBC, o que falta no Brasil é apenas uma coisa, o povo criar vergonha e exigir os seus direitos, vcs do intituto de defesa fazem um trabalho digno de aplausos, parabéns.

  24. BOA TARDE… OLHA SÓ OLHANDO AS DUAS JÁ SE ENXERGA QUE DE SIMILAR TIRANDO, O CALIBRE ELAS NÃO TEM E NADA.QUEM FAZ ESTA AVALIAÇÃO DEVERIA FAZER E PESQUISA CURSOS, SOBRE COISAS SIMILARES. PORQUE E VERGONHOSO A DIFERENÇA ENTRE AS DUAS…E POR ISTO Q O BRASIL ESTA NESTA SITUAÇÃO COM A POPULAÇÃO NAS MÃO DE CRIMINOSOS, POIS QUEM DEVERIA SER QUALIFICADO PARA CUIDAR DESTA AREA DE ARMAS NEM SABE QUAL A DIFERENÇA DE UM 38 D UMA 380…ACHO QUE ESTA PESSOA ACHARIA Q E SIMILAR …

  25. Não se pode encontrar lógica no conceito de que essas armas são similares, acho que na realidade deve haver um lobby em torno da CBC, pois comparando são infinitamente diferentes em todos os aspectos, similares somente no calibre.

  26. Se estas duas armas são similares, por que o exercito não utiliza uma carabina .22LR para treinamento de seu contingente, ou até mesmo para “ir a guerra”?

  27. Ora, ora, um Fusca e uma Ferrari também são similares, ambos usam gasolina como combustível. Uma harpia e um beija-flor também são similares, ou seja, batem as asas para voar. E ironicamente, falando em asas, o morcego é completamente similar a uma pomba, ambos batem as asas para voar, mas o morcego é um mamífero.
    Então essas comparações infames devem ter sido levadas em consideração para a atribuição da “SIMILARIDADE” de ambos os equipamentos.

  28. Não sou conhecedor de armas no entanto me parece que a tecnologia empregada em ambas é totalmente diversa, a arma nacional me parece um pouco rustica enquanto a bereta bem sofisticada.

  29. É uma grande vergonha Brasileiros honestos, cidadãos de bens serem perseguidos numa ditadura secreta que ainda existe no Brasil, está aí nesse vídeo a prova, em termos de comparação achar similaridades KKKK o Brasil está muito atrasado em projetistas de armas modernas se compararmos aos dos países modernos que não discriminam cidadãos, ao contrário estão lado a lado, já as armas aqui fabricadas existem vários vídeos e relatos de até vítimas da falta de qualidade no produtos disparando sozinhas, só precisa balançar e já tem disparo acidental, a IMBEL por exemplo capricha muito quando fabrica as springfield armory 1911 tanto no acabamento final quanto no controle de qualidade, tem até de aço inoxidável, fica a gosto do respeitado “CIDADÃO NORTE AMERICANO” já o novo fuzil AGLC EM 308 lá nos EUA é lixo ninguém quer por lá pois tem suas limitações tipo coronha na idade medieval em madeira ao invés de ter a opção em polímero, e sem contar que é monotiro ao invés de ser de carregador, já a TAURUS fabrica as PT 1911 nos EUA são EM HC 12+1 inoxidável ou oxidada, aqui no Brasil somente oxidada e 7+1 pelo jeito os governantes e as forças armadas no Brasil querem empurrar lixo no povo que só sabe pagar imposto alto e empurrar o Brasileiro pra ilegalidade, espero que os governantes e as forças armadas deixem pelo menos o povo ter o prazer em escolher o que seria o melhor seria então um sofrimento a menos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.