Deputado Peninha publica perguntas e respostas sobre PL 3.722/12 em sua página

O Dep. Rogério Peninha Mendonça, autor do PL 3.722/12 que revoga o Estatuto do Desarmamento, publicou na sua página no Facebook uma série de perguntas e respostas reiteradamente feitas sobre a iniciativa.

peninha abril

Colocamos o texto aqui na íntegra e convidamos a todos a curtirem a página do Deputado Peninha no Facebook para acompanhar eventuais futuras publicações.

“Muitas pessoas me questionam diariamente sobre o andamento do PL 3722/12, de minha autoria, que revoga o Estatuto do Desarmamento e cria regras mais razoáveis para que os brasileiros honestos possam adquirir uma arma de fogo LEGALMENTE, com o objetivo de protegerem as suas vidas, suas famílias e seu patrimônio.

Nesta postagem, respondo a algumas perguntas.

QUANDO O PL VAI SER VOTADO?
Há um compromisso da Mesa Diretora da Câmara, de pautar o PL 3722 no plenário da Casa tão logo finde o processo de impeachment. É impossível, em virtude do atual momento político, votarmos o projeto antes disso.

O QUE PODE ATRASAR A VOTAÇÃO?
Faremos uma sondagem minuciosa nas bancadas, deputado por deputado, para medirmos a probabilidade de vitória. Caso não haja certeza, trabalharemos nos bastidores para reverter os votos necessários. Só quando houver garantia de vitória, o PL 3722 irá à votação. Às vezes é necessário aguardar mais alguns dias para vencermos a guerra, do que sermos derrotados e voltarmos à estaca zero.

ESTÁ SENDO FEITO TRABALHO DE BASTIDORES?
Elegemos um coordenador do PL 3722 em cada partido. Este grupo se reúne semanalmente para tratar de estratégias no intuito de aprovarmos o projeto. Cada coordenador traz para a reunião, um retrato de sua bancada. A partir daí, analisamos os votos que podem ser revertidos, quais argumentos utilizaremos, quem tem influência sobre determinado parlamentar… Nenhuma informação vaza.

SE A VOTAÇÃO FOSSE HOJE, VENCERÍAMOS?
Provavelmente não. Há uma margem de deputados indecisos acerca do tema, e que só formarão opinião a nosso contento, se houver um apelo popular muito forte. Na votação da proposta que estendia o porte de arma para auditores e analistas da Receita Federal, oficiais de Justiça, peritos criminais, auditores do Trabalho e fiscais federais agropecuários – no mês passado – saímos derrotados, mesmo que por uma margem pequena. Nosso time votou SIM. Veja o resultado:
NÃO – 55,1%
SIM – 43,4%
ABSTENÇÃO – 1,5%

QUAL O CLIMA NO SENADO?
Apesar de ser uma Casa mais governista, senadores de peso já foram contatados e asseguram que, quando Renan Calheiros deixar a presidência, há chances reais de a matéria ser aprovada. Temos muitos e bons senadores nos apoiando nos bastidores. Pelo menos oito deles já conversaram comigo para serem relatores do PL 3722.

E SE A PRESIDENTE VETAR?
Pra começar, não creio que Dilma Rousseff seja Presidente da República quando o texto for para sanção. Sobre o posicionamento de Michel Temer, não há clareza ainda. Sabemos que ele tem uma linha ideológica mais conservadora, mas nunca houve uma declaração pública a respeito do desarmamento. Em última hipótese, caso o Presidente da República vete a matéria, o Congresso Nacional pode derrubar o veto com maioria absoluta dos votos.

DERRUBADO O VETO, O PROJETO VIRA LEI?
Sim.

Amigos, sei que há mais uma infinidade de dúvidas. Espero respondê-las nos próximos dias, em outra postagem.

Seguimos firmes na luta.

Abraço forte!”

Filie-se ao Instituto DEFESA e fortaleça a luta para aprovação deste e de todos os outros projetos que assegurem a liberdade de acesso às armas.

17 Replies to “Deputado Peninha publica perguntas e respostas sobre PL 3.722/12 em sua página”

  1. nos pesizamos muito que segi aprovado mais basiado noque vejo atuaumente naõ meparesi que iso sera aprovado esto sendo pecimista mais e oque e muitas coizas acontesendo todos extresados com orabo pegando fogo muitos com colete con denamite ecronometro ligados

  2. O instituto “Viva Rio” está propagando mentiras em seu site.Absurdos,dizem que a PL permitirá PORTE de fuzis e granadas.Querem colocar a população contra a lei.Mentirosos,covardes

  3. Sou motorista de táxi saio às 4:30 da manhã para trabalho Moro na periferia de são Paulo . sou obrigado a acordar minha esposa para ficar de vigia para tirar o carro da garagem , se ouço barulho fico acuafo esperando passar com medo de sair de casa . minha esposa já foi assaltada 4/vezes no ponto de ônibus com várias pessoas no ponto antes de ir trabalhar . não temos segurança pública e nem como se defender . e a serteza do bandido que não será molestado . resta a nós sidadao fazer oque .?

  4. Ótimo, espero que os parlamentares ouçam o anseio do povo honesto que apenas deseja ter a chance de se defender contra a violência crescente deste país e votem a favor desse projeto de lei.

  5. A lei do desarmamento tem que ser revista, pois o único prejudicado foram as pessoas que querem ter amparo da lei. A vagabundagem continua armados enquanto os cidadãos de bem vivem acuados em sua residências. Políticos na maioria São omissos pq seus luxuosos condomínios são seguros 24hs.

    1. Bom dia a todos!
      Aos amigos colecionadores e atiradores, sugiro que façamos um movimento com o apoio do instituto defesa, em pro da liberação do porte de arma ,para que possamos portar nossas armas e não só transportar como a GT!
      O transporte da arma desmuniciada é um passa porte pra morte,o bandido não quer saber se somos atiradores ou policiais, vamos morrer com a arma descarregada ,pense na possibilidade da conquista juntos somos fortes!

  6. O povo tem que pesquisar antes de sair apedrejando o projeto PL 3722, Infelismente a midia que de desinformada não tem nada, apregoa a mentira e não aparece nimguém de bem para processar estes malditos. se a esquerda se faz de louca a direita conservadora dete país tende ser mais louco ainda, divulgar, esplicar a exaustão e continuar neste sentido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.