Arquivo do blog

Mito #22

O mito:

Crianças não devem ser expostas as armas, nem de verdade, nem de brinquedo.

A verdade:

Nenhum psicólogo ou educador cientificamente conceituado defende essa teoria. Não existe razão lógica que sustente esse argumento.
Ao contrário, a brincadeira tem função propedêutica, prepara para a vida. Uma criança que entende que as armas existem e entende o que elas podem fazer tem mais chance de se tornar um cidadão que se relacione de maneira saudável com ela e com a própria sociedade.
Leia o artigo completo »

Mito #21

O mito:

Confiar em Deus basta.

A verdade:

Não importa a religião que você siga. A maior parte das religiões admite e recomenda o uso de armas para a defesa de sua própria vida e da sua família. Isso é explícito na Bíblia, no Corão e em outros livros.
Leia o artigo completo »

Mito #20

O mito:

Cidadãos armados estão mais inclinados a cometerem crimes.

A verdade:

No Texas, aqueles que portam armas têm 7,6 vezes menos chance de serem presos que aqueles que não portam.
Leia o artigo completo »

Mito #19

O mito:

A maior disponibilidade de armas vai causar mais assassinatos em massa, como o maníaco do Realengo.

A verdade:

As regiões com maior número de armas por habitantes apresentam menor índice de homicídios em massa.
Leia o artigo completo »

Mito #18

O mito:

A maior disponibilidade de armas aumenta o número de suicídios.

A verdade:

Não existe nenhuma evidência científica ou estatística disso.

Mito #17

O mito:

Armas na mão de cidadãos não previnem crimes.

A verdade:

Nos Estados Unidos, estima-se que as armas civis são usadas 60 vezes mais para prevenir crimes do que para praticá-los.
Leia o artigo completo »

Mito #16

O mito:

Deve-se controlar o tráfico ilegal de armas.

A verdade:

Essa é uma guerra perdida. A Inglaterra tem 1% do território brasileiro, 4 vezes a renda per capta do Brasil. Está localizada em uma ilha e é considerada um país desenvolvido. Ainda assim, não conseguiu impedir a entrada de armas ilegais.
O Brasil tem dimensões continentais, não consegue impedir o tráfico de árvores que pesam toneladas e certamente não conseguirá impedir que uma arma de 30 cm entre no seu território.

Mito #15

O mito:

O desarmamento é uma tendência nos países desenvolvidos.

A verdade:

A tendência é o fim do desarmamento nos países democráticos. A própria Inglaterra, exemplo mais citado pelos desarmamentistas, está sendo forçada a afrouxar as regras para aquisição de armamento. No Canadá, não é mais necessário nem ao menos o registro de armas longas. No Texas está liberado o uso de supressores de ruído, inclusive.
A Suíça votou contra o desarmamento recentemente.
Exemplos de países que implantaram o desarmamento recentemente são Bolívia e Venezuela.
Leia o artigo completo »

Mito #14

O mito:

Armas só servem para matar.

A verdade:

Armas não servem apenas para matar, pois servem também e, principalmente, para defender a vida. Servem para lazer e para o esporte. Armas servem como instrumentos artísticos e o colecionismo é uma atividade saudável.
Leia o artigo completo »

Mito #13

O mito:

O registro de armas não leva ao confisco ou a perseguição.

A verdade:

Em diversos momentos na história o registro precedeu o confisco de armas.
Modernamente merecem destaque o holocausto e o genocídio armênio. Também usaram o registro como meio para o confisco, no século XX, o Canadá, Jamaica, Bermuda, Grécia e a Austrália.
Leia o artigo completo »