Arquivo do blog

Mito #32

O mito:

Homicídios com armas de fogo são a principal causa de morte no Brasil.

A verdade:

Doenças cardíacas são a principal causa de morte no Brasil, seguidas por doenças cérebro-vasculares, de acordo com a OMS. Além disso, ainda que essa informação fosse verdadeira, isso só comprovaria a total ineficácia do desarmamento civil no combate à violência.

Mito #31

O mito:

Com as armas a venda em toda parte, é mais provável que um louco ou maníaco consiga uma arma e saia cometendo atrocidades.

A verdade:

Em qualquer país do mundo, desenvolvido ou não, o acesso às armas ilegais é muito fácil. Quem quer comprar uma arma, compra. A Inglaterra tem 1,5% do território brasileiro e não conseguiu impedir o tráfico de armas.
As armas sempre estarão disponíveis. Desarmamento significa, exclusivamente, impedir a chance de defesa da vítima.
Leia o artigo completo »

Mito #30

O mito:

Para adquirir armas, deveria ser feito um teste, como é feito com a carteira nacional de habilitação (CNH).

A verdade:

Você não precisa de uma CNH para comprar um veículo, mas apenas para transitar com eles em locais públicos. Você pode comprar um veículo, sem carteira de e motorista, e utilizá-lo para fins privados. Além disso, os carros são registrados porque são alvos comuns de furtos e roubos, além de serem usados frequentemente como meios para lavagem de dinheiro, e também serem fato gerador de um tributo estadual (IPVA).
Nos EUA, existem mais armas de fogo do que carros, e ainda assim, mesmo com o registro de carros obrigatório há mais de um século, a chance de você morrer em um acidente com carro é 31 vezes maior do que atingido por um disparo.
Leia o artigo completo »

Mito #29

O mito:

Ter uma arma em casa é suficiente. Você não precisa sair com ela na rua.

A verdade:

Em um quarto das vezes em que uma arma é usada para defesa, isso é feito fora de casa. 77% dos crimes violentos ocorrem em lugares públicos, e não em casa.
Leia o artigo completo »

Mito #28

O mito:

Armas a população gerará homicídios desnecessários de marginais.

A verdade:

Apenas 0,1% (um milésimo) das vezes em que uma arma é usada para defesa, nos EUA, o criminoso acaba morrendo.
Leia o artigo completo »

Mito #27

O mito:

É mais provável de você ser ferido se reagir a um assalto.

A verdade:

No caso de assalto, a chance de você ser ferido sem esboçar reação é de 25%. Reagindo com uma arma de fogo, esta chance cai para 6%. Resistindo de modo “não violento”, a chance é de 45%.
Leia o artigo completo »

Mito #26

O mito:

Se as armas fossem vendidas livremente, nos mercados, sem testes ou tempos de espera, a taxa de homicídios aumentaria.

A verdade:

O tempo entre a aquisição de uma arma e o efetivo crime praticado com ela varia entre 1 e 12 anos. A implantação do período mínimo de 5 dias de espera para a entrega da arma, nos EUA, não reduziu em nada a taxa de homicídios.
Nos EUA, comparando os 32 Estados que têm entrega imediata da armas com os 18 que têm período mínimo de espera e testes de capacidade, não existe diferença estatisticamente significativa no número de crimes.
Leia o artigo completo »

Mito #25

O mito:

Se o cidadão estiver armado, vai provocar assaltos mais violentos.

A verdade:

60% dos criminosos admitem que evitariam assaltar alguém que tenham certeza que está armado. 40% deles admitem que evitariam assaltar alguém que suspeitam estar armado.
Leia o artigo completo »

Mito #24

O mito:

Armas não ajudam na diminuição de assaltos.

A verdade:

Nos Estados Unidos 6.849 crimes são evitados a cada dia, praticamente 2,5 milhões de crimes por ano, graças a utilização de armas de fogo por civis.
Leia o artigo completo »

Mito #23

O mito:

Armas não são eficientes para a defesa pessoal de mulheres.

A verdade:

Apenas 3% dos estupros são consumados quando a vítima está armada.
Nos Estados Unidos, o país mais armado do mundo, estima-se que 550 estupros são evitados diariamente graças ao uso de uma arma de fogo.
Leia o artigo completo »