Arquivo mensais:fevereiro 2019

Qual é a definição de desarmamentista?

Lucas Silveira
Presidente do Instituto DEFESA
Instrutor-chefe da Academia Brasileira de Armas

Numa conversa recente com um grande amigo, em determinado momento de divergência, ele afirmou: “depende da sua definição de desarmamentista”.  Foi então que me dei conta que, embora pra mim fosse extremamente claro o que é um desarmamentista, talvez para outros não fosse.

Em todos esses anos a frente do Instituto DEFESA, como maior organização pró-armas da América Latina, nunca escrevemos uma definição de quem são esses personagens que habitam o local político e ideológico oposto ao nosso.

Vamos resolver isso já!

Desarmamentista: Aquele que cria ou defende  restrições a armas; aquele que, tendo a atribuição legal de legislar ou decidir, se omite frente às normas restritivas ao direito de acesso às armas.

A definição de desarmamentista não deve levar em consideração a intensidade ou a justificativa da restrição criada, defendida ou mantida. Não importa quão nobre possa parecer o discurso, é importante que sejamos claros: nenhuma restrição a armas é moralmente defensável.

Assim, por exemplo, o general que tem o poder de decidir sobre a (des)burocratização dos processos para concessão de Certificado de Registro e Produtos Controlados, mas prefere manter o status quo deve ser classificado como desarmamentista, assim como o parlamentar que no fechar das portas do Congresso tenta colocar um cavalo de troia em uma MP para proibir totalmente a importação de armas (quem se lembra dessa? o Instituto DEFESA foi o único a expor e combater essa perfídia).

É também desarmamentista aquele que não legisla, mas no campo das ideias defende o desarmamento em grau igual ou maior que o atual.

Também não se pode ignorar o desarmamentista ardiloso. Aquele que se faz de pró-armas, mas no fundo, defende uma ou outra restrição. Afinal, de acordo com ele, “não se pode liberar pra qualquer um”, apenas para ele, que do ponto de vista dele próprio, é super especial e mais preparado que os demais “cidadãos comuns”.

Há alguns anos fizemos uma série de imagens de humor, traçando o perfil de alguns desses personagens, no dossiê desarmamentistas. Vamos encerrar este texto revendo e rindo um pouco.