União Soviética, 1918

Aprovado um decreto que obrigava a todos os civis entregar todas as suas armas e munição ao governo.

De 1929 a 1953, 20 milhões de dissidentes foram exterminados pelo regime comunista.

União Soviética, 1918

Fontes
Gunner.ru – História do controle de armas Russo

Roy Aleksandrovich Medvedev, Piero Ostellino (1980) On Soviet Dissent, ISBN 0-231-04812-2

Robert Horvath (2005) The Legacy of Soviet Dissent: Dissidents, Democratisation and Radical Nationalism in Russia, ISBN 0-415-33320-2


Publicado em História
3 comentários sobre “União Soviética, 1918
  1. Eduardo Andrade. disse:

    É um tanto contraditória essa afirmação mais parece propaganda do PSDB contra o PT. Com relação aos dissidentes,o período abrangeu pelo menos os 18 anos de Leonid Brejnev,até 1.982 e não até 1.953.O número de vítimas do ditatorial regime stalinista,inclue diversas versões,a propaganda de que o povo desarmado levaria a ser massacrado pelo governo,ora porque os propagandistas das armas não incluem a Alemanha nazista e o seu armamentismo ? A questão do crime não é o cidadão armado o que pode levar ao maior número de crimes e sim de leis severas que punam os criminosos,já chega de falsa propaganda política disfarçada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*