Relatório do FBI confirma: Criminalidade cai enquanto a compra legal de armas aumenta

Original em http://www.breitbart.com/Big-Government/2014/11/10/FBI-Report-Confirms-Crime-Fell-While-Gun-Purchases-Soared-In-2013

Tradução: Lucas Parrini


 

As vendas de armas de fogo subiram em 2013 – com o número de checagens por antecedentes criminais para vendas de armas batendo recordes, o FBI relatou que a criminalidade despencou em relação a 2012, assim como os crimes contra propriedade.

Em 06 de Janeiro, o jornal Breitbart News (1) informou que foram feitos 21.093.273 checagens de antecedentes criminais para compras de armas de fogo na América em 2013. Enquanto este número representou um recorde, nós explicamos que o número de armas vendidas ainda poderia ser muito maior, pois o número dessas checagens é contabilizado pelo número de proprietários de armas de fogo, não pelo número de armas adquiridas.

Por exemplo, se cada um que passou pela checagem adquiriu pelo menos 3 armas, o número de armas vendidas no mercado seria de aproximadamente 63.279.819. E incluímos apenas o mercado, não consideramos as vendas particulares.

O que aconteceria se todas essas armas fossem para as mãos de cidadãos?

Os assaltos a estes cidadãos, as rendições feitas, as invasões as suas casas e empresas, muitas vezes fonte de renda de uma família inteira, diminuiriam. A violência direta diminuiria.

De acordo com um relatório do FBI (2) publicado em 10 de Novembro: “crimes violentos diminuíram 4,4% em 2013 se comparado com 2012, e o número estimado de crimes contra a propriedade privada reduziu 4.1%.”

Esse recorde de vendas de armas e a seguida redução da criminalidade se encaixa perfeitamente com o relatório do Congressional Research Service (Serviço de Pesquisa Congressional), que recebeu apoio do Breitbart News em 04 de Dezembro de 2013 (3).

Esse estudo mostrou que o número de armas de fogo privadas na América subiu de 192 milhões em 1994 para 310 milhões em 2009. Nesse período, os índices de homicídios (culposos ou dolosos) caíram de 6,6 para cada 100.000 americanos em 1993 para 3,6 para cada 100.000 em 2000.

Moral da história: mais armas significa menos crimes.

  1. http://www.breitbart.com/Big-Government/2014/01/06/2013-Gun-Sales-Skyrocketed-Break-Previous-Record-By-Wide-Margin
  2. http://www.fbi.gov/news/stories/2014/november/crime-statistics-for-2013-released
  3. http://www.breitbart.com/Big-Government/2013/12/03/Congressional-Research-Service-More-Guns-Less-Crime

 

 

 


Publicado em Artigos

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/wp_rhsrt6/defesa.org/dwp/wp-includes/wp-db.php on line 3078
2 comentários sobre “Relatório do FBI confirma: Criminalidade cai enquanto a compra legal de armas aumenta
  1. Oliveira disse:

    E ainda tem imbecis que dizem que as armas usadas em crimes são adquiridas legalmente te e posteriormente roubadas de quem as comprou, triste seria se fosse verdade, mas as minhas armas estão mais seguras na minha casa que as da polícia e das forças armadas em seus respectivos batalhões. E tem quem insiste em dizer que os armamentos tas estão a fazer do lobby das empresas de armas, sendo que no Brasil são poucas e mesmo assim uma ainda é propriedade do governo. Seria o mesmo que dizer que quem é a favor da venda de cigarros, que acho muito mais prejudicial que uma arma de fogo, está a favor das tabacarias, ou, quem é a favor da legalização da maconha é traficante. Se arma de fogo é tão ruim pq os políticos não dão estilingue e espingarda de chumbinho pra seus seguranças e pra forças de segurança pública? Talvez assim reduza a criminalidade também!

  2. Noemia Macedo Lamoglia disse:

    Mas e quanto ao direito de usá-la para defesa sem ser preso ou julgado e condenado?
    Isso ainda pesa muito nas decisões dos cidadãos de bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*