Ajude-nos

O Instituto DEFESA é uma organização não governamental, sem fins lucrativos. Esse Instituto não recebe e não pretende receber nenhum centavo da esfera pública. Portanto tudo o que é feito, é graças a ajuda de cidadãos comuns, voluntários, como você.

Existem diversas formas de ajudar, algumas delas não custam nada. Confira:

 

  • Torne-se um membro premium (de carteirinha) por cerca de 50 centavos por dia. 
  • Curta o Facebook da Campanha do Armamento e do Instituto DEFESA e, sempre que possível, compartilhe nossas imagens.
  • Siga-nos no Twitter e, sempre que possível, RT nossas mensagens.
  • Participe dos encontros regionais na sua localidade.
  • Participe dos nossos grupos de Whatsapp.
  • Inscreva-se no nosso canal no YouTube e divulgue nossos vídeos.
  • Siga-nos no Instagram.
  • Use e abuse dos nossos adesivos e os demais produtos de nossa loja virtual. O lucro da venda financia o Instituto e a utilização do material divulga o movimento.
  • Participe de um clube de tiro e certifique-se de que ele é parceiro do Instituto DEFESA.
  • Ao comprar suas armas e munições certifique-se de que a loja seja parceira do Instituto DEFESA.
  • Se você tem um site ou blog, ou participa de algum fórum, use um de nossos banners!
  • Envie uma mensagem a um parlamentar informando a sua filiação ao Instituto e solicitando o apoio dele aos projetos que flexibilizam as leis sobre armas no Brasil: Lista completa de Deputados (.xls) / Lista completa de Senadores
  • Filie-se, mantenha-se informado e divulgue as informações.
  • Contribua com seu tempo e suas habilidades, trabalhando voluntariamente por nossa causa. Precisamos, em especial, de redatores, editores de conteúdo e pesquisadores, mas se você acha que pode contribuir de outra forma, entre em contato.
  • Se você é designer gráfico ou tem experiência com videos e imagens, sempre precisamos de voluntários para nos ajudar na criação de material.
  • Envie-nos sugestões de pauta.
  • Acompanhe os projetos de lei relacionadas a arma na sua cidade.
  • Faça uma ação na sua cidade. Se você tem espaço para outdoor ou tempo para panfletar, entre em contato conosco. Vamos trabalhar!
  • Tem novas ideias? Entre em contato conosco.
  • Nós apenas podemos nos manter trabalhando nesta causa porque existem pouquíssimas pessoas que saem da zona de conforto e fazem doações em dinheiro para o Instituto DEFESA. Sem as doações, não podemos dedicar tempo de trabalho à Campanha, não podemos fazer subcontratações, não podemos expandir nosso movimento. Que tal ser uma dessas pessoas? Doe qualquer valor, a qualquer momento, pelo botão abaixo.

 

Doar
Se preferir, também é possível fazer um depósito em qualquer lotérica ou agência da Caixa Econômica Federal:
Instituto DEFESA
CNPJ 19.606.448/0001-81
Agência 1286 op 003
Conta: 2855-3
ATENÇÃO: Depósitos diretos não serão vinculados a sua conta no nosso site.

E agora? Se omite, se corrompe, ou vai pra guerra?

4 comentários sobre “Ajude-nos
  1. Thiago Camargo disse:

    Bom dia, venho por meio desse expressar minha revolta! Nessa sexta-feira feriado nacional entraram na minha empresa pela quarta vez no ano. A polícia nada faz, nem ao menos demonstra interesse em resolver isso! Até onde teremos de “apanhar” calados? O cidadão do bem não tem o direito de ter mais nada! Ai quando matamos um desgraçado desses, ainda vamos presos! Até quando sofreremos calados? Armamento já para a população.

  2. Claudinei Rangel disse:

    Todo Cidadão deve ter o direito de ter uma Arma de fogo em casa para defender o seu lar.

  3. Victor disse:

    Com ajuda de vocês acredito que esse lei de merda do desarmamento ainda vai mudar. Todo cidadão tem direito de se defender. Chega ja basta de bandido nos roubar e nós não termos nenhum direito de defesa. Armamento para cidadão do bem EU APOIO

  4. tiago Senna disse:

    Estou empenhado no apoio total ao movimento, sendo apenas que somente o armamento não resolverá o nosso problema, temos que pressionar para que o código penal seja revisto e o artigo referente a Legítima Defesa seja reforçado. De que adianta nos protegermos e o governo nos punir.