“Quem não deve não teme” – A mentira dos assassinos

Quem não deve teme sim, e com razão

 

Sabe aquelas mentiras que são repetidas tantas vezes que acabam entrando na cabeça das pessoas, como se verdade absoluta fossem?

É fácil citar alguns exemplos:

“Não reaja”

“A arma pode ser usada contra você”

“Manga com leite faz mal”

“Se você mata o bandido, você se torna um deles”

“Nós só cumprimos a lei, não a fazemos”

“Cadê os direitos humanos nessa hora?”

Este artigo trata de uma dessas enormes mentiras que o povo propaga sem pensar e, por sua vez, acerta um tiro no próprio pé, ao abrir mão de seus próprios direitos:

“Quem não deve não teme”

Ora, com base numa afirmação absurda dessas é possível forçar o cidadão que quer se mostrar probo a fazer qualquer coisa:

– Deixe eu ver o detalhamento da sua conta corrente, quem não deve não teme.

– Vamos invadir a sua casa, acabar com o seu sossego e mexer em todos os seus bens, mas não se preocupe: quem não deve não teme.

– Vou te revistar, enfiar a mão na sua genitália e te humilhar na frente da sua familia, cidadão, mas fica frio, quem não deve não teme.

– Registre a sua arma, quem não deve não teme.

O que os papagaios da mentira se esquecem é que são eles – os cidadãos honestos e não os bandidos – os maiores prejudicados por essa ânsia de provar sua probidade. E não sou eu quem está dizendo isso, é a História. Nunca é demais relembrá-la, certo?

bf1

 

Esse debate de “liberdade x segurança” não é novo. Mas vamos dar ênfase apenas ao século XX, para que ninguém pense que estamos tratando de fatos de tempos muito antigos, que não correm o risco de se repetir.

01

Em 1915, na Turquia, o bem intencionado Governo decidiu assegurar a soberania nacional e cuidar dos turcos. Para isso, resolveu se livrar dos armênios. Os armênios foram convocados para o Exército. Como eles acreditavam que “quem não deve não teme”, eles foram. Marcharam até morrer de fome ou sede.

Depois foram atrás dos armênios que sobraram. Como “quem não deve não teme”, eles haviam registrado suas armas, e o Exército soube exatamente onde atacar.

Resultado: Por acreditar que “quem não deve não teme”, um milhão e meio de armênios foram dizimados. O equivalente a uma cidade como Curitiba/PR inteira. Crianças, mulheres, gestantes, idosos. Todos mortos. Sem dever nada.

genarm

Você ainda acredita que quem não deve não teme? Então vamos a mais um exemplo.

02

 

Na União Soviética, entre 1917 e 1932, cidadãos acreditando que “quem não deve não teme” confiaram ao Governo suas armas, seu transporte e até seus alimentos.  Na Ucrânia, Stalin cortou o suprimento de grãos e impediu a fuga do povo. Milhões morreram de fome, mas não sem antes recorrerem até mesmo ao canibalismo.

Quase 8 milhões de mortos de fome, propositalmente, pelo Governo. O mesmo que um país do tamanho de Israel. Sem dever nada.

Holodomor

 

Mas eu devo supor que você ainda acredita que “quem não deve não teme”, não é? Então vamos ao próximo exemplo.

 

03

 

De 1934 a 1976, foi a vez dos chineses descobrirem que a história do “quem não deve não teme” é uma grande farsa. O povo chinês é obediente por natureza. A disciplina e a servidão à família e ao Estado são características inerentes ao povo.

Em 1936, como “quem não deve não teme”, o povo chinês confiou toda a sua segurança ao Estado e abriu mão de suas armas. A partir de 1942 o Governo confiscou a produção rural levando o povo a morrer de fome. Cerca de 35 milhões de pessoas morreram nesse período, por acreditar que “quem não deve não teme”. 

 

04

Não tem como falar em engodo e não esbarrar no nazismo. Hitler foi eleito em 1933, com o mesmo discurso que ouvimos ainda hoje: “o Estado vai cuidar de você”. As armas foram proibidas para os adversários políticos. Com as blitzes – essa mesma estratégia utilizada hoje nas barreiras policiais – os nazistas buscaram armas em todos que lhes conviessem. Afinal, quem não deve não teme, não é?

Ainda assim, haviam os cidadãos que não percebiam a trama. Entregavam suas armas para a polícia, como sinal de boa fé, afinal, eles não tinham nada a temer, ou tinham?

5 milhões de judeus, incluindo 1 milhão de crianças foram mortos. Sem dever nada. 

21 milhões de pessoas morreram nas mãos de Hitler. Sem dever nada.

holocausto

 

Veja que não se trata de uma opinião, são apenas os fatos. Inequívocos, inexoráveis. Quem não deve, tem que temer sim, e com razão. A História está aí para provar.

Por cerca de 10 vezes apenas no século XX, os cidadãos de boa fé foram enganados, e exatamente a sua boa fé foi usada como meio pra isso. Por acreditarem que “quem não deve não teme”, confiram no Estado. Respeitaram uma “autoridade” usando um uniforme e abriram mão de seus direitos mais elementares, como armas, propriedade e até liberdade, em busca de segurança.

E agora? Você ainda vai continuar propagando esta mentira do “quem não deve não teme”?


Publicado em Artigos
36 comentários sobre ““Quem não deve não teme” – A mentira dos assassinos
  1. Kleber disse:

    Estou acompanhando a Campanha do Armamento desde que ela tinha uns 39 mil seguidores no facebook e foi através do trabalho de vocês é que eu pude reaprender tudo que eu tinha aprendido nos campos de doutrinação do governo conhecido como escola pública e nessa reaprendizagem fui percebendo como eu, e no caso a grande maioria da população, esta sendo condicionada a vivere sob um governo totalitario. Muito obrigado mesmo faço um grande esforço para divulgar o trabalho de vocês e sobre a pl 3722,muito obrigado mesmo.

  2. Ronaldo Faro Cavalcanti disse:

    Infelizmente no Brasil está havendo uma inversão de valores, ou seja, o cidadão cumpridor de seus deveres, pagador de IMPOSTOS, perdeu o direito a liberdade, fica em casas trancafiados atrás de grades, e os meliantes de todas as especies ficam circulando livremente pelas ruas. Hoje não se pode mais comer sossegado em restaurantes e lanchonetes pois vem o arrastão. Menores quando interpelados por cidadão de bem ou policiais já dizem que são menores e protegidos pelo E.C.A. Políticos tem carros blindados, usam e abusam de segurança armada do Estado e o cidadão não pode sequer ter uma arma para defesa. Temos que acabar com essa pouca vergonha. Um país que investe em países autoritários, dá ajuda a grupos como MST, Sem Tetos, Via Campesina, não merece continuar governando. Devemos investir na EDUCAÇÃO e na SAÚDE. Devemos combater todas as formas de desestabilização do Brasil e dar SEGURANÇA a nossa Nação.

    • Alex Back disse:

      Amigo, não porque todo cidadão deva ter direito a defesa que um menor não deva ter a proteção do ECA. Toda lei é aquilo que é feito dela e infelizmente o ECA não teve suas arestas aparadas. Não defendo o pobre por amor à pobreza, mas defendo o direito à família e à dignidade. No fundo se trata em acreditar no quão bom nasce cada ser humano e quanto ele é fruto do seu meio.

      • Gil Cavalcanti disse:

        Me explica uma coisinha: se o meio é o determinante para o homem por qual razão naquela favela de onde saem os terríveis e sanguinários bandidos tem tanta gente de bem, aliás, a grande, a esmagadora maioria é gente de bem! O meio é o mesmo para todos. Está na hora de acabar com a farsa cruel de que bandido é coitadinho fruto do meio, vítima de um pai ausente e outras balelas tão caras às esquerdas.

        • Alex Back disse:

          Sr. Gil Cavalcanti, a sua resposta torna evidente que o senhor desconhece conceitos básicos de estatística. Deixarei o estudo da matemática por sua conta. Respondo sua dúvida com ela própria: por qual razão “os terríveis e sanguinários bandidos” tem sua origem correlacionada à favela? Seria porquê proporcionalmente saem mais bandidos da favela? O que a favela (meio) possui de tão especial para produzir mais bandidos que outros lugares, a ponto de tornar-se sinônimo de bandidagem? Volto ao meu ponto inicial: não é porque todo cidadão deva ter direito a defesa que um menor não deva ter a proteção do ECA.

          • Danilo disse:

            Pra mim, sendo fruto do meio ou não, ele oferece risco a sociedade e deve ser afastado ou eliminado.

  3. Adalton Vinicius de Andrade Assis disse:

    Apesar que eu uso QUEM NÃO DEVE NÃO TEME pelo motivo que não se deve ter medo caso não tenha feito nada errado ..

    acho que a frase ainda tem sentido (pra mim) …

    mas o texto deixa claro que não se deve confiar em nada nem em ninguém, principalmente se tratando de sua liberdade e segurança.

    Matéria excelente!!

  4. Anônimo disse:

    “Quem tem cu, tem medo.”

  5. Elizeu Rosa disse:

    Adorei o texto, já tinha vistos estes exemplos, mas por outro ângulo de visão!!! Parabéns.
    Ahh acredito que esta frase esta incorreta: “Quem deve, tem que temer sim, e com razão. A História está aí para provar.”
    Não seria “Quem NÃO deve, tem que temer sim, e com razão. A História está aí para provar.”

    • Lucas Silveira disse:

      Falha nossa, já corrigi, obrigado!

      • Morien Bendinelli disse:

        “Por acreditarem que “quem não deve não teme”, confiram no Estado”
        Leia-se “confiAram no Estado”.
        Ótimo texto, parabéns!

        • Lucelia de Lourdes Bueno Kaminski disse:

          A polícia de Itapoá SC, confiscaram minha arma, após eu denunciar um vizinho suspeito de tráfico, dizendo após telefonema, que fazia transporte da arma de Lapa PR, até Itapoá, pois tinha receio de viajar só… Dei local, placa de meu carro, dizendo que meu documento estava sem renovar por poucos meses. Pedi que me liberassem,pois meu novo documento estava em andamento. Nada feito. O escrivão abusou da autoridade, com palavras de baixaria.Paguei fiança, sofri um acidente na estrada, devido o transtorno… Sou professora, viúva de militar do exército e carregava a arma no estojo, sem munição, bem embalada, difícil de removê-la. Cade o respeito com o cidadão do Bem? Obrigada.

          • Lucas Cordeiro disse:

            Me desculpe responder com tanto atraso, mas seu caso é chocante e mostra bem como o nosso país funciona. Até quem deveria trabalhar em prol do cidadão trabalha contra ele. Ser cidadão de bem no Brasil é tão ruim que nascer aqui deveria dar direito a indenização vitalícia.

          • Elbert disse:

            Desculpe a pergunta, mas essa arma bem embalada, de difícil acesso e sem munição já te foi útil em alguma situação?

  6. Cleyton Ferreira disse:

    Outro exemplo foi a Revolução Americana, quando os colonos foram obrigados a entregar as suas armas para os ingleses, só que eles foram espertos e não as entregaram e iniciaram o processo de independência que levou aquele país ao nível que é hoje.

  7. Paulé Vtk disse:

    O paper esta tão bom que me deu vontade de comentar, acrescentar etc… mas se mexer estraga. Parabéns!

  8. Givando Arraes. disse:

    Concordo que todo cidadão, maior capaz e capacitado possa, se quiser, ter uma arma (pelo menos uma), pra defesa de sua familia e de sua propriedade.

  9. João Renato disse:

    Perfeito !! E aqui no RJ no bairro do Grajaú assaltos estão acontecendo a qualquer hora do dia e todos sem direito de defesa, UPP nas favelas e nos aqui sem podermos sair nas ruas.

  10. Paulo de Moraes Barros disse:

    O CIDADÃO NÃO DEVE TER ARMA PORQUE VIVEMOS NO PAÍS DAS MARAVILHAS, ONDE NÃO EXISTEM MARGINAIS E TEMOS A MELHOR POLICIA, QUE É A MAIS BEM EQUIPADA DO MUNDO PARA TE PROTEGER E A SUA FAMILIA … Esta afirmação é do pessoal adepto do desarmamento e que no nosso entender talvez deva receber porcentagem dos roubos e sequestros favorecidos por essa situação.

  11. roberto nunes rocha disse:

    Entendo que ter uma arma em casa, no trabalho ou na cintura, é um direito do cidadão. É uma forma de exercer a cidadania, tão falada mas tão vilipendiada! Quem não gosta ou não quer, tudo bem, que não tenha, é um direito seu. Agora, quem gosta e quer, tem o mesmo direito. Revólver só serve para uma coisa: DEFESA. O cidadão de bem não pode mais ficar à mercê da Segurança Pública, isto é, o Estado não tem condições de garantir a defesa PESSOAL de todos, então, nada mais justo que todos que podem e querem, DEFENDAM-SE!

  12. Valeria Honorato disse:

    Engraçado raramente vermos um comentário feminino nesta página, nós mulheres deveríamos ter o dobro da preocupação que os homens têm, por motivos óbvios. Agradeço ao Defesa.Org pela “chamada”, eu mesma, por puro desespero com a situação do país, já estava comprando esta ideia de marcha pela família com os militares ou coisa parecida. O que nós precisamos é resgatar nossos direitos perdidos, não abrir mão de mais direitos para tentar recuperar alguns outros. Falaram tudo, Parabéns!

  13. Ricardo Luciano disse:

    Não tem nada que irrite mais um governo que um povo que pensa….

    • vinicius disse:

      – Deixe eu ver o detalhamento da sua conta corrente, quem não deve não teme.

      – Vamos invadir a sua casa, acabar com o seu sossego e mexer em todos os seus bens, mas não se preocupe: quem não deve não teme.
      Quando isso ocorre é porque há claros indícios, e 99% em casa de vagabundo.

      – Vou te revistar, enfiar a mão na sua genitália e te humilhar na frente da sua familia, cidadão, mas fica frio, quem não deve não teme.
      Quando se esta na rua meu amigo só há um jeito de saber quem é quem, com tanto vagabundo por ai ha de se entender o trabalho da abordagem policial feito com procedimento e respeito !!!

  14. Pepe disse:

    Lixo intelectual.

    Quem mata também se torna bandido e isto é óbvio, se quer é um raciocínio complexo.

    “21 milhões de pessoas morreram nas mãos de Hitler. Sem dever nada.” Paro por aqui.

    • caio disse:

      claro, até porque vivemos no país das maravilhas onde tudo é CORRETO e todo ser humano é bonzinhos né?! vai se foder seu animal! como um cara que está se defendendo de um meliante é bandido??? quem te disse isso, teu professorzinho de ciências humanas?! cresce, infantil!

    • caio disse:

      quando tu for assaltado, vai e dá um abraço no bandido tá! afinal ele é “coitadinho” e merece ser tratado igual um doente mental né…

    • DIego Samuel Araújo disse:

      Então comece colocando todos os policiais na cadeia. Os que não mataram podem ser assassinos em potencial. Aí quero ver você se virar sem polícia nas ruas, e sem arma.

  15. Silvano disse:

    Se o governo é comunista como todo mundo anda falando, é provável que não queira a população armada. vencemos a eleição como maioria reprovando o estatuto do desarmamento, mesmo assim tiraram o nosso direito. Será que teremos que sair as ruas?

  16. Estanislau disse:

    Quem não deve não teme e quem deve, acaba utilizando esse ditado, para enganar pessoas ingênuas. O BRASIL PRECISA DE LIBERDADE E SOMOS NÓS BRASILEIROS QUEM DEVEMOS LIBERTA-LO DE PESSOAS DESONESTAS E CORRUPTAS!

  17. Marcio Van der Put disse:

    Este ditado é da época em que:
    – As ruas eram seguras;
    – A policia era responsável pela segurança e não tinha medo de bandido e da imprensa;
    – Onde os Direitos Humanos eram para honestos e não para proteger bandido;
    – Bandido “bom” era bandido “morto”;
    – Quem “devia” estava preso e quem era “não devia”estava livre;

    Apesar de não dever eu temo. Pois sei que aqueles que devem estão protegidos pela falsa moralidade pregada pela televisão e imprensa. E aqueles que não devem perderam o direito de se defender.

  18. Danilo disse:

    Com a impunidade que temos e com o povo desarmado, a verdade é que QUEM DEVE, não teme.

  19. ROSILENE PATRICIO disse:

    quem não deve não teme então suba um dos morro aqui da capital de floripa para ver , não abusar seria o correto pois se morre dentro de cs . espero que vcs consigam ha liberação da lei pois assim os protegidos da lei (bandidos assassinos, ladroes………) ficam mais acuados!

  20. Menina disse:

    Excelente. O problema que as pessoas são alienados, confiam cgeamente no estado.

  21. jordao paulo disse:

    Quem nao deve nao teme,desde que tenha uma arma.

  22. Bruno Magalhães disse:

    Boa noite sempre trabalhei desde dos 14 anos sempre cumprir com meu dever de cidadão tenho 3 filhos que depende de mim tem uns de menores de idade que por andarem com traficantes me olharam com espírito da maldade tenho a cisma e quero me defende porque se eles tentarem contra minha nada irá acontecer por serem de menor se eu eu morrer já era quem tiver uma subestação pra me defender quero comprar uma arma.aguardo resposta.ob7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*