Programa Participação Popular na TV Câmara – Armas em casa

Programa foi ao ar na Sexta-feira, dia 13 de Setembro de 2013.
O tema foi “Armas em casa”.


vlcsnap-2013-09-14-23h22m40s50


Publicado em Vídeos
18 comentários sobre “Programa Participação Popular na TV Câmara – Armas em casa
  1. cezar oliveira disse:

    Se cada casa tiver uma arma o bandido vai pensar 2 vez antes de invadir a casa e roubar, estrupar , e matar

  2. Pedro Di Ázz disse:

    Um suicida se mata com qualquer coisa! Este ignorante não entende é que o direito das pessoas de terem uma arma é inerente a qualquer cidadão. Estes falsos moralistas são minoria e querem falar em nome de todos. Nós não vamos nos calar. Um abraço ao pessoal do programa!!!!!!!

  3. Carlos Maldonado disse:

    A discussão deveria ser baseada em casos concretos. Os arrombamentos cresceram SIM, esse Sr. do Ipea MENTE… Homicídios também cresceram e pior, apenas 8% dos homicídios no Brasil são esclarecidos, logo, não se pode saber razões ou autores… como fazer estatística baseando-se em crimes não esclarecidos?

    A questão é o direito do cidadão… liberdades individuais!!!

  4. nelson disse:

    por que os mais interessados em desarmar as pessoas de bem são comunistas. ? Os parlamentares esquerdistas todos estão a favor do desarmamento , mas admitem que MST reine guerrilha….

    Não é só armas de porte, mas também NO hinterland, nas colonias uma arma como espingarda é exencial, para se proteger, caçar, e de animais bravios..E ainda o tiro desportivo, arma é também esporte…E policial tem que obrigatoriamente armado 24 horas, pois está 24 h de serviço e os aposentados sempre ainda tem os inimigos gratuitos devido sua função. Nem no tempo das ditaduras armas foram proibidas..Tenho uma cultura de armas desde os 8 anos de idade. Fui policial ferido várias vezes e mesmo assim nunca matei ninguém. Os comunistas querem que o povo esteja desarmado,perderam o referendo e não cumpriram a lei…Uma arma é cara e a munição no Brasil mais ainda. Quanto mais dificuldade em conseguir uma arma legal, mais fácil e comprar uma legal, pois podem ser fabricadas artesanalmente .Por ex uma metralhadora é mais fácil de fabricar do que um revólver. Como policial suicídios a maioria que atendi foram por enforcamento, se jogar na frente de carros e venenos e degola.

  5. Valter Da Silva disse:

    Eu MORO nos Estados Unidos a 18 Anos e nunca vi um assassinato, so ouvir dizer de alguns roubos.

  6. MARCOS PASSOS disse:

    O estado não tem condições de se fazer presente em toda e qualquer situação de risco ao cidadão em que uma arma seja necessária … sendo assim é prerrogativa do cidadão ter o direito ao acesso a arma de fogo para defesa de sua casa, de seu patrimônio e principalmente de sua família, e quem sabe se defender do próprio estado… esse estatuto é uma falácia e este Sr. do Ipea deve ter problemas… Se ele fez sociologia sabe muito bem que o cidadão não pode contar unicamente com o estado. EM NENHUM LUGAR DO MUNDO ISSO FUNCIONA !!!!! se o cidadão não pode ter armas o bandido também não pode ter. Mas se o bandido tem acesso a armas por contrabando ou mesmo pela corrupção de fronteira e das policias. sendo assim não é correto que nós cidadãos permaneçamos indefesos. É necessário entretanto, controle e treinamento. Para se ter uma arma é necessário acima de tudo controle de quem a porta e perícia para usa-la e não se achar um “super homem”.
    E já que armas de fogo são proibidas o jeito e partirmos para arco e flecha ou besta de caça.

  7. REGINALDO ABRAHÃO disse:

    OS BANDIDOS ESTÃO CADA VEZ MAIS AUDACIOSOS PORQUE SABEM QUE NÓS CIDADÃOS DE BEM ANDAMOS DESARMADOS, POR ISSO JÁ CHEGAM NOS SEMÁFOROS E NAS RUAS OU NAS NOSSAS CASAS BOTANDO BANCA E MATANDO POIS SABEM QUE NÃO SERÃO REVIDADOS…

  8. Alex Mello disse:

    Eu seria inocente se falasse que o diretor do ipea (esqueci o nome dele) se expressa muito mal. Qualquer com a minima noção de leitura corporal nota que ele esta fugindo do assunto e até mentindo, note: Ele passa a mao varias vezes no rosto e na boca (significa mentira ou inventando algo), ele gagueja muito, a linha de raciocionio quebra-se muito, ele da um sirrizinho rapido e amarelo (esta nervoso e tentando convencer), esta muito tenso, foge do assunto (quando o cara pergunta de homicidio ele se foca apenas em suicidio). Porra cansei de ver ele falar de suicidio. Dane-se se o cara quer se matar ele que va para o inferno, esta sendo debatido o direito da auto-defesa e o cara vem se focar em suicidio, tenha paciencia.

  9. alexander disse:

    Essse mauricinho nem sabe o que falar…..Nunca será capaz de debater algo sobre armas, UNIDOS SOMOS INVENCÍVEIS .

  10. Robert disse:

    O povo foi claro, queremos ter o direito em escolhermos, termos ou não a possibilidade de comprar armas. Em um estado democratico, o governo é voltado para o povo, esse governo deixa bem claro, que com ou sem referendo, ele so aprova o que ele quer e não o que o povo quer. Logo me pergunto, realmente podemos dizer que vivemos numa democracia?

  11. Renato disse:

    Esse cara do ipea é um grande mentiroso, depois do desarmamento os indices de violencia aumentaram e se uma pessoa perder a “cabeça” elas matam ate com um palito de dente e o cidadao armado inibe sim os bandidos….ele fala assim porque nao foi vitima de assalto, estupro e tudo mais ou a familia dele, porque se um dia acontecer e ver que se tivesse uma arma poderia ter evitado, pensara diferente.

  12. Cilas Celestino disse:

    Oque mais me admira é se dar espaço e permitir que um elemento que pertença a um instituto de P E S Q U I S A S E C O N Ô M I C A S participe de um debate desses; oque pesquisas econômicas tem a ver com segurança pública? A opinião deste “fraco” tem tanta importância quanto o número de caroços numa tangerina; é o mesmo que perguntar a um padeiro sobre eritoblastose fetal ou cineangiocoronariografia ou contratar uma costureira que leu um manual do construtor para restaurar a fachada de um prédio, ou questionar o projeto do plano piloto de Oscar Niemeyer. Quem deve discursar sobre o direito de posse ou porte são os profissionais de segurança pública, militares e especialistas em comportamento humano e criminalidade.

  13. aleison medrado dos santos disse:

    eu sou contra armas em casa sou vigilante de escolta armada a 1 ano nossos trinamentos duram 21 dias para usar pistola 380 calibre 38 e calibre 12 imagine a merda que vai da !!!!!!!

  14. Renato Druziani disse:

    Se for por causa dos suicídios Sr Almir, Logo teremos que proibir o comércio de CORDAS, BARBEADORES, FACAS, VENENOS, REMÉDIOS… também proibir a construção de PRÉDIOS, PONTES, etc… Sem falar de soterrar qualquer barranco, vale ou escarpa de onde pode se saltar…
    Nesta linha de pensamento temos que proibir a utilização/comercio e fabricação de veículos automotores!!! Imagina a quantidade de mortes relacionadas ao trânsito que seriam evitadas?!
    .
    PARA MIM BASTA O RESULTADO O PLEBISCITO! Políticos espeitem o cidadão.

  15. Sandro disse:

    O engraçado é que o nosso amigo aí o “Sociólogo”, diz que diminuiu os suicídios e NÃO HOUVE AUMENTO de vagabundos entrando em casas.
    Mas, faltou ele analisar que; se todos tivéssemos armas em casa é bem provável que a invasão de vagabundos em nossas casas DIMINUIRIA e muito!
    O número não diminui porque o povo está sem arma!

  16. Lucas Costa Moterani disse:

    Só eu senti que esse programa com o apresentador como instrumento esta muito parcial para o lado do desarmamento? Essa cara de Ipea só defeca pela boca! Compara o Canadá todo mundo tem arma em casa e cade os índices de assassinato? O povo lá nem fecha a porta de casa!

  17. manoel figueiredo disse:

    Vamos pegar o cara do ipea e trazer pra morar aqui na zona oeste do rj, ou na baixada ele vai mudar de ideia rapidinho.Outra coisa o amigo da escolta esta no enprego errado,deveria ser padre ou algo parecido.Um abraço a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*