PL 3.722/12 deverá ser votado na Comissão Especial após as eleições de Outubro

Deputados elencados para compor a comissão especial responsável por tratar do PL 3.722/12 pretendem votar o projeto após as eleições de 2014. O Projeto, que foi apresentado em 2012, pelo Deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC), objetiva revogar o Estatuto do Desarmamento, e normatizar o exigido pelo brasileiro no Referendo de 2005.

Dep. Rogério Peninha Mendonça (à esq.) e Lucas Silveira (á dir.)

Dep. Rogério Peninha Mendonça (à esq.) e Lucas Silveira (á dir.)

A maior parte dos membros da Comissão são favoráveis ao projeto que, se aprovado na próxima votação, irá rapidamente a votação em Plenário na Câmara.

A conclusão do processo legislativo, para que a lei entre em vigor, envolve a aprovação no plenário, a votação e aprovação no Senado e, finalmente, a sanção da Presidência.

Portanto, é fundamental a crescente e constante pressão dos membros do Instituto DEFESA diretamente sobre os parlamentares das duas casas, deixando inequívoco o anseio popular e a necessidade da votação célere para a aprovação do PL 3.722/12.

É possível fazer isso pelo disque câmara, ligando gratuitamente, de telefone fixo e em horário comercial para 0800 619 619. Também é recomendada a interação diretamente com o gabinete dos parlamentares, seja por telefone (preferencialmente) ou por e-mail.

Confira o contato dos Senadores clicando aqui

Confira o contato dos Deputados clicando aqui

Unidos somos invencíveis


Publicado em Projetos de lei em tramitação
28 comentários sobre “PL 3.722/12 deverá ser votado na Comissão Especial após as eleições de Outubro
  1. Daniel Canicio disse:

    Ligando neste momento. Eu já tinha enviado email antes.

    • ERIK PEREIRA disse:

      Gente Vamos Pedir Ao Deus Pai Todo Poderoso Que esse Projeto Seja Aprovado,em Nome de JESUS Que Não Aguento mais essa Sensação de Medo. POR QUE A TODO MOMENTO QUE SAIU NA RUA TENHO MEDO DA CRIMINALIDADE, ATE POR QUE HOJE NO BRASIL AGENTE NAO TEM O DIREITO DE DEFESA, O BANDIDO VEM ARMADO COM UMA PISTOLA 9MM E. VC VAI SE DEFENDER COM O QUE ???? LIGANDO PRA POLICIA ? ATE A POLICIA CHEGAR ELES JA TEM ESTRUPADO, MATADO,ROUBADO, AGREDIDO, ESFAQUEADO ATE QUEM NAO TEM NADA A VER COM A HISTORIA… EU SOU A FAVOR DESSE PROJETO SIM. POR QUE TENHO DIREITO DE PROTEGER A MINHA VIDA E A VIDA DE MEUS FAMILIARES INDEFEZOS. ( DESCULPEM OS ERROS ORTOGRAFICOS, NAO TO FAZENDO NEM UMA REDAÇAO DE CONCURSO PULBLICO PRA TAR TUDO CERTINHO. )

  2. Edilson JP-PB disse:

    Isso sim são boas noticias! Mas sinceramente amigo Lucas você
    acha que a Presidenta Dilma, não irá vetar o projeto mesmo depois de percorrido todo esse caminho, já que foram eles mesmo os articuladores do Estatuto do Desarmamento?

  3. Jefferson Almeida dos Santos disse:

    Eles querem desarmar a população, e os bandidos, como que fica, com certeza esses de Dep. Rogério Peninha Mendonça (à esq.) e Lucas Silveira (á dir.), tem segurança particular.
    OBS: PODEM ATE FAZER, SO QUE TEM QUE MELHOR MUITO A SEGURANÇA DE CADA ESTADO. O QUE ELES NUM CUMPREM ESSE NOSSO GOVERNO.

    QUERIA VER ESSE DEPUTADOS VOTAR UMA LEI ONDE ELES NÃO TEM O DIREITO DE SE APOSENTAR, NÃO A REGALIAS… TERIA QUE SERVI O PAIS COM BENEFICIO PROPRIO.

    PRA FRENTE BRASIL.

    • Lucas Silveira disse:

      Oi Jefferson, como vai?

      Meu nome é Lucas Silveira (à dir.) e eu sou o fundador e presidente do Instituto DEFESA. Uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que luta para que todo brasileiro tenha direito de se defender.

      O Deputado Rogério Peninha Mendonça (à esq.) é autor do PL 3.722/12, que vai revogar o estatuto do desarmamento e devolver esse direito pra você.

      Em bom português, tá batendo nas pessoas erradas, bicho. Presta atenção!

    • ERIK PEREIRA disse:

      Jefferson vc. Pelo que acabou de Falar, Vc. NAO SABE NEM COMO É TEU NOME.
      ESTE PROJETO IRA MUDAR O BRASIL PRA MUITO, MAIS MUITO MELHOR DO QUE A PORCARIA QUE TA HOJE.

  4. manoel figueiredo disse:

    Concordo com a galera Lucas as pessoas não se aprofundam no assunto e abrem a boca pra falar besteira.Quanto a questão de você ou o deputado ter seguranças ou não ninguém tem nada a ver com isso,aliás na posição que vocês estão é bom que tenham, se eu tivesse condições teria pelomenos meia duzia bem armados.Um forte abraço a todos.

    • Alex disse:

      Não é questão nem de se aprofundar cara… Bastava apenas ler o pequeno artigo, e não apenas postar baseado na foto, e na legenda da mesma. É essa a classe de estudantes que o Governo do PT forma e ainda EXIGE vagas exclusivas à estes em Concursos Públicos, Universidades, etc. O Brasil está perdido.

  5. Bruno disse:

    Pessoal, a votação desse PL será um momento de gritante importância para o nosso País. Necessário que seja feita “pressão” de todos os lado sobre o Congresso Nacional. As pessoas mais próximas dos parlamentares, tem a obrigação de falar com os mesmos pessoalmente se possível. Precisamos desse direito. Aparentemente é o PL que mais avançou acerca do tema e está próximo de de ser votado. No mesmo sentido, o brilhante DEFESA.ORG, deve se movimentar como puder, na tentativa de aprovar a PL, mas vejo que já se reuniram com o Dep. Rogério, o que é uma excelente iniciativa.

    Deixo meus parabéns aos componentes da organização, pelo trabalho e dedicação despendidos à causa, e a todos que estão tentando fazer valer seus direitos de possuir/portar armas de fogo.

    À luta!

  6. Daniel disse:

    Que boa notícia isso. Tomaram realmente que eles enxerguem a verdade. Os crimes somente aumentaram após o estatuto.

  7. Luiz Carlos Holanda disse:

    A presidANTA vai vetar, disso eu não tenho dúvida. Mas, nem por isso quer dizer que o congresso não derrube o veto dela. Esse Estatuto mentiroso tinha que ser revogado, anulado e banido desse país.

    • LUCIANO FREITAS disse:

      Bom dia, eu não consigo entender uma coisa, como que a mesma Polícia Federal que libera uma autorização de registro de arma é a mesma que não te libera o porte da mesma?
      Sou a favor de como era no passado a Polícia Civil emitia o regidtro e porte estadual, vamos torcer para voltar esse procedimento.

  8. Netto disse:

    Fiquei pensando… com meus botões todos o escândalos que assisto envolvem muito dinheiro. ..os políticos só se prontificaram a colaborar com a causa se muitas pessoas(eleitores) demonstrarem interesse ok…eleitores=voto=teta$$
    e as grandes indústrias armamentistas. . .Não poderiam dar uma forcinha? uma pressãozinha nos politico$ certos?…Por quê não tem esse interesse?ou será que a estrutura do país e dos Brasileiros..ate mesmo emocional ou por tradição não despertá esse interesse?

  9. Pedro Micenas disse:

    Tem como conseguir um modelo de petição, requerimento, etc… Acerca da proposta, para que possamos encaminhar via e-mail aos senadores e deputados do meu estado?

  10. Glauco Mello disse:

    Tem como conseguir um modelo de petição, requerimento, etc… Acerca da proposta, para que possamos encaminhar via e-mail aos senadores e deputados do meu estado?

  11. Jose diego dutra ramires disse:

    excelente iniciativa, todo cidadao de bem, honesto e trabalhador tem o direito de se defender desses vagabundos que se prevalecem do direito que nos foi tirado, devolvendo esse direito de portar uma arma, eles irao pensar duas vezes antes de assaltar e matar o cidadao de bem que paga seus impostos e que infelismente nem na forma de uma segurança descente tem o retorno merecido.

  12. Rafael disse:

    Sou a favor e enviei emails para todos os Deputados e Senadores do meu estado.

    “Unidos somos invencíveis”

  13. RAMIRO COUTINHO disse:

    O DIREITO A DEFESA DEVE SER RESPEITADO E HOJE EM DIA A POLICIA ESTA NAS RUAS PARA SE DEFENDER E NÃO PARA DAR SEGURANÇA AO POVO BRASILEIRO E A ULTIMA BARREIRA DE DEFESA SOU EU E VOCÊS ENTRE A VAGABUNDAGEM E NOSSAS FAMÍLIAS

  14. Leandro Martins disse:

    Concordo com o projeto e ao direito de defesa de todo o cidadão de bem… Por favor me mande a cópia do projeto por e-mail para eu também em para todos o palamentares do Estado do Rio de Janeiro!!!

  15. joao valdinez disse:

    Bom dia, esse PL era para ser votado em outubro de 2014, estamos em outubro de 2015, isto é, 1 ano depois e não aconteceu. Vamos cobrar por essa votação. Isso é uma vergonha. Temos que fazer esse país mudar de um jeito ou de outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*