Os 10 melhores países para proprietários de armas

Texto traduzido por Lucas Parrini.

Você pode dizer bastante sobre um país ao conhecer suas leis em relação ao cidadão armado.

Nesta lista, foram consideradas nações que possuem um governo funcional e legítimo e formada através da taxa de civis legalmente armados, permissões e leis para porte velado ou ostensivo e alguns outros fatores.

Esses são os melhores países do mundo, para ter e/ou portar armas:


 

10 – HONDURAS

honduras

Prós: Seus cidadãos podem comprar os modelos mais populares de espingardas, armas pequenas e rifles para o intuito de auto-defesa e recreação.

Contras: Atualmente, o cenário em Honduras caminha para o lado anti-armas. Décadas de violência dividiram a opinião pública em 2007, que conseqüentemente levou a proibição do porte, seja ele velado ou ostensivo. Essa escolha não ajudou em absolutamente nada em relação ao derramamento de sangue, fato já esperado, portanto que não surpreende. Honduras possui um dos maiores índices de homicídios do planeta. Os hondurenhos podem ter até 5 armas de fogo, todas precisam estar devidamente licenciadas e registradas pelo governo e todos os 26 locais que vendem armas e munições são controlados pelos militares.

Taxa de registros: 2,05%. Nota: esse número representa apenas as armas registradas. Estima-se que as não-registradas superam 850.000 unidades.

Permite rifles semi-automáticos? Sim, a maioria dos rifles .308 ou menores são permitidos.

Porte velado ou ostensivo? Não, ambos são proibidos.


09 – FINLÂNDIA

Flag_of_Finland.svg

Prós: Assim como outros países nórdicos, a Finlândia possui muitas armas per-capita graças a sua forte tradição em caçar. Em 2009 houve uma luta de ativistas pró-armas contra as restrições nas licenças.

Contras: Para comprar uma arma na Finlândia, o cidadão precisa de uma licença de compra, além de uma licença específica para cada arma que tiver/comprar. O cidadão pode alegar que necessita da arma para caça, esporte ou coleção, mas auto-defesa é um motivo que o governo não considera válido. Todas as armas precisam ficar em casa, se o proprietário tiver uma coleção com mais de 5 armas, as mesmas precisam ficar em um cofre que será inspecionado e aprovado pela polícia local.

Taxa de registros: 12,81%. Novamente, apenas armas registradas. Estima-se que muitas armas da Segunda Guerra ainda estão em circulação ou sem os devidos registros.

Permite rifles semi-automáticos? Sim, somente em circunstâncias específicas. Geralmente é propriedade de algum colecionador.

Porte velado ou ostensivo? Não, ambos são proibidos.


08 – SÉRVIA

Flag_of_Serbia.svg

Prós: Sérvios, principalmente os que moram em zona rural, possuem um grande histórico de registros de armas, e as licenças podem ser obtidas para muitos modelos.

Contras: Se sua autorização de compra for negada, não há como recorrer, você não pode comprar e ponto final. Atiradores são limitados a 60 munições anualmente, seja para rifles, seja para pistolas e revólveres, não sendo contabilizadas as munições usadas no estande de tiro. É proibido recarregar munições e as licenças são muito difíceis de conseguir.

Taxa de registros: 15,81%.

Permite rifles semi-automáticos? Não, exceto em casos extremamente raros.

Porte velado ou ostensivo? Permitido ambos para quem está em “perigo iminente”, mas licenças assim são raras.


07 – SUÉCIA

Flag_of_Sweden.svg

Prós: Um número muito alto de cidadãos possui armas e eles participam de competições de tiro e caça.

Contras: Defesa não é um motivo considerado válido para se ter uma arma, além da legislação do país considerar qualquer disparo efetuado em legítima defesa injustificável. As leis de controle de armas são muitas e draconianas. Aqueles com 18 anos ou mais que quiserem ter uma arma, precisam obter uma licença da polícia e declarar o motivo: esporte, caça ou coleção. Se decidir ser um atirador/atleta, é necessário ser filiado a um clube de tiro por pelo menos 6 meses antes de obter a licença. Se optar por ser um caçador, deverá ser examinado. Os suecos podem ter 6 rifles de caça, 10 pistolas ou uma quantidade máxima de 8 armas mistas, que também devem ficar dentro de um cofre inspecionado. É proibido comprar munição para uma arma que não possua.

Taxa de registros: 31,6%.

Permite rifles semi-automáticos? Sim, através de autorização especial.

Porte velado ou ostensivo? Não, ambos são proibidos.


06 – CANADA

Flag_of_Canada.svg

Prós: A tradição de caça e tiro ao alvo continua firme e forte no Canadá, apesar do sucesso dos movimentos anti-armas. Em 1995 o governo ordenou que todas as armas fossem registradas em um banco de dados federal, mas o esquema foi desastroso e foi encerrado em 2012.

Contras: Pistolas com um comprimento do cano superior a 4.1 polegadas e/ou carregadas com mais de 10 munições , assim como rifles semi-automáticos carregados com mais de 5 munições, são proibidos. Pistolas com o cano citado acima, armas com comprimento total de 26 polegadas ou mais e rifles com canos medindo 18,5 polegadas de comprimento só podem ser disparadas em estandes de tiro e precisam de uma licença especial.  Todo proprietário precisa de uma licença de compra e posse. A legislação também obriga que as armas ao estarem guardadas, estejam desmuniciadas e inoperantes ou travadas. Mais uma vez, defesa não é um motivo considerado justificável pelo governo canadense.

Taxa de registros: 23,8%.

Permite rifles semi-automáticos? Tecnicamente sim, mas esse direito é comumente desrespeitado.

Porte velado ou ostensivo? Não, ambos são proibidos.


05 – NORUEGA

1100px-Flag_of_Norway.svg

Prós: A Noruega possui uma das maiores taxas de proprietários de armas do mundo e permite concessão de compra para quase todos os tipos de armas.

Contras: O direito a ter arma(s) não é permitido na legislação do país. O cidadão que quiser ter uma(s) arma(s) deverá obter uma licença de propriedade de arma e declarar o motivo para isso. Para obter esta licença, o cidadão será submetido a um curso de qualificação em um estande de tiro e terá seu histórico criminal checado, após isso, poderá ter uma arma em casa.

Taxa de registros: 31,3%.

Permite rifles semi-automáticos? Sim, com permissão.

Porte velado ou ostensivo? Não, ambos são proibidos.


04 – PANAMÁ

Flag_of_Panama.svg

Prós: Deseja se aposentar em local favorável as armas? Sugerimos ficar ao sul dos Estados Unidos, caso contrário, pode ficar com o Panamá, que é o país da América Central mais amigável quando se trata de cidadãos armados. Se legalmente você possuir uma arma, você pode portá-la de forma velada, sem permissão específica para isso. Basicamente toda arma não-automática é permitida, até mesmo espingardas com canos serrados e rifles com canos curtos, e sem restrição na quantidade máxima de munições no carregador.

Contras: Turistas não possuem o mesmo direito. É necessário ter residência fixa para comprar ou importar uma arma, sendo este último caso, um processo caríssimo que na maioria das vezes, não vale a pena. A melhor maneira para ter uma arma é comprá-la através de um negociante oficial do governo, que requererá a licença para armas de fogo. Para ter a licença, será necessário realizar testes de urina e sangue, ter seu histórico criminal checado (o que pode levar 5 meses) e o principal problema é a cultura de armas em decadência, apesar das leis favoráveis em relação ao resto do mundo. Cada vez mais, existem menos lojas e cada loja com menos opções de produtos, portanto, não espere conseguir a arma que deseja e esteja preparado para pagar mais do que o preço normal.

Taxa de registros: 3,06%.

Permite rifles semi-automáticos? Sim.

Porte velado ou ostensivo? O porte velado é permitido para proprietários de armas. O ostensivo é proibido.


03 – SUÍÇA

320px-Flag_of_Switzerland_(Pantone).svg

Prós: Até 2010, todos os homens mentalmente saudáveis eram obrigados a manterem rifles automáticos em casa ou no arsenal mais próximo, com o intuito de prover a segurança nacional. O serviço agora é facultativo, mas os eleitores rejeitaram um referendo de 2011 que exigia que as armas fossem guardadas em bases militares. A tradição coincide com uma forte cultura de armas privadas. Os suíços possuem um dos maiores índices de armas, que gira em torno de 29% e também uma das menores taxas de crimes. A chamadas “free arms”, como os rifles de disparo único e rifles “bolt-action” podem ser comprados por qualquer cidadão com 18 anos ou mais sem nenhum tipo de licença, graças as leis federais de armas e munições de 1997.

Contras: Infelizmente, essas mesmas leis de 1997 estabelecem algumas restrições, assim como outras que surgiram depois. Licenças e registros são necessários para a maioria das compras e se alguém roubar sua arma e cometer um crime, o responsável pelo crime é você!

Taxa de registros: 29%

Permite rifles semi-automáticos? Sim, com permissão.

Porte velado ou ostensivo? O porte ostensivo é permitido através de licença. O velado é restrito a quem comprovar efetiva necessidade em decorrência de perigo legítimo, ter seus dados e históricos checados e ter sucesso em exames na polícia.


02 – REPÚBLICA CHECA

900px-Flag_of_the_Czech_Republic.svg

Prós: Depois da queda da União Soviética, os checos restauraram seu direito de acesso as armas e detém o melhor cenário pró-armas da Europa. Tiro recreativo  é o terceiro esporte mais popular no país, perdendo apenas para futebol e róquei. Ao contrário de muitos países europeus, cidadãos podem obter licença para porte velado sem ter que declarar um motivo para isso. A legislação reconhece mais firmemente o direito a legítima defesa do que a maioria dos países.

Contras: O tribunal checo chegou a conclusão que o direito as armas não é permitido pela constituição. Todos os proprietários precisam passar por um processo que fará exames e examinará seus históricos criminais checados para poderem comprar ou possuir (continuar possuindo) armas. Até as armas de disparo único não escaparam.

Taxa de registros: Apesar de ter um cenário favorável em relação ao restante da Europa, o índice é baixo. Em 2013, haviam apenas 306.815 licenças expedidas e 728.476 armas registradas em uma população de aproximadamente 10,5 milhões. A média de proprietários é de 16,3%.

Permite rifles semi-automáticos? Sim, com permissão.

Porte velado ou ostensivo? Perdendo apenas para os Estados Unidos, a República Checa possui uma das melhores leis para porte velado de armas pequenas. Depois de obter a licença (que requer verificações no histórico criminal e exames de aptidão), nenhuma permissão adicional é necessária para portar veladamente e pode-se portar desta maneira, até duas armas. O porte ostensivo é altamente restrito.


01 – ESTADOS UNIDOS

Flag_of_the_United_States.svg

Prós: Os Estados Unidos detém com orgulho a tradição mais forte do mundo, de acesso as armas. A Segunda Emenda da constituição reconhece e garante ao cidadão o direito a ter armas, como afirmou o Supremo Tribunal em 2008 no caso “District of Columbia vs Heller”. Quando esse direito foi desafiado, o país foi rapidamente tomado por manifestações de eleitores pró-armas.

 Contras: Algumas cidades e regiões tentaram contornar a Segunda Emenda, como é o caso de Chicago, Illinois e Washington. Recentemente em Nova Iorque, a lei “SAFE Act” proibiu uma série de armas de fogo.

Taxa de registros: Não é necessário ter licença para armas fora da NFA (National Federation Act), então é difícil contabilizar ou até mesmo estimar o índice. Mesmo assim, estima-se que 43% das casas possuem ao menos uma arma de fogo e que 90 milhões de cidadãos possuem armas. Esta é de longe, a maior taxa do mundo.

Permite rifles semi-automáticos? Sim, com restrições/proibição em alguns estados.

Porte velado ou ostensivo? 30 estados permitem o porte ostensivo sem licença alguma, 14 apenas com licença e 6 o porte é proibido. Todos os 50 estados possuem um processo de concessão de licença para porte velado, no qual em 39 há a certeza de concessão, em 8 poderá ou não ser concedido e em apenas 3, será negado.

Texto (em inglês) extraído de  http://www.gunsandammo.com/2014/07/16/best-countries-gun-owners/


Publicado em Artigos

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/wp_rhsrt6/defesa.org/dwp/wp-includes/wp-db.php on line 3078

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/wp_rhsrt6/defesa.org/dwp/wp-includes/wp-db.php on line 3078

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/wp_rhsrt6/defesa.org/dwp/wp-includes/wp-db.php on line 3078
42 comentários sobre “Os 10 melhores países para proprietários de armas
  1. André Luis disse:

    Excelente material. Bom para se ter uma noção de para onde se mudar hehehe.

    Vocês saberiam dizer, em termos de América Latina, quais os melhores países? Até onde eu sei, no Chile é bem mais tranquila a aquisição de armas longas raiadas, sendo restritas somente as que forem semi-auto ou full-auto.

  2. Eduardo disse:

    Enquanto isso, aqui na terra do Babalorixá de Banânia, até a compra é dificultada.

    • iuri disse:

      amigo, se você olhar bem notará que as leis quanto a posse de armas daqui não se diferem muito as da finlandia ou outros paises….

      • Santos disse:

        não são parecidas não! muito pelo contrario, o Brasil é um dos países mais difíceis de conseguir porte de armas.
        é quase impossível, levando em conta que é necessário ter a permissão de um delegado, que além de poder se recusar por motivo NENHUM a conceder a permissão, está sujeito a ser transferido de jurisdição de cidade, se fornecer porte de arma a mais de 2 pessoas por ano.

  3. Raphael disse:

    NFA é National Firearms Act. Foi digitado errado no texto.

  4. Baiocco disse:

    Espero que logo possamos exercer nosso direito de legítima defesa.

  5. Richard Debiasi disse:

    Faltou nessa lista a Argentina que possui uma legislação pró-armas razoável e o Paraguai, onde todo compra e porte é liberado, inclusive estrangeiros! Acredito que briga com os USA pelo primeiro lugar na lista!

  6. Carlos Smith disse:

    É foda… Os políticos brasileiros só querem seguir exemplos de países estrangeiros quando a vantagem recai sobre a administraçao pública. Em situaçôes que a vantagem é da populaçao, o repúdio apresentado por eles é amplamente ostentado, através de infinitos argumentos sem base técnica ou estatística nenhuma, simplesmente entram no modo automático do “achismo”, repetindo manipulaçôes sínicas aos 4 ventos.
    Brasil é um país de crianças crescidas e mimadas . . . Tenho vergonha quando participo de fóruns estrangeiros, e digo que sou do Brasil. Logo completo dizendo que nasci por aqui, mas jamais me senti como um nativo. Infelizmente, praticamente nada do nosso nos dá orgulho . . .

  7. Marcos Palacios disse:

    Definitivamente falta a Bélgica aí!! Eles permitem rifles com qualquer comprimento de cano, calibre e quantidade de balas no pente… A FNH fabrica P90s como arma de defesa pessoal pra população belga… Nem os americanos podem comprar uma P90 de 50 cm totais…

    • Cristiano Ferrari disse:

      Bruxelas já tem 25,5% de muçulmanos que nasceram na Bélgica, embora tenham sangue árabe! Se esses muçulmanos poderem ter armas por se acharem belgas, mesmo que não sejam, pois não tem sangue, os belgas legítimos, que já devem estar todos emasculados e politicamente corretos como todos os ocidentais, vão serem abatidos como porcos. Se não voltarem com o catolicismo conservador, expulsarem os muçulmanos, impedirem entrada das milhões de seitas protestantes não vai adiantar terem acesso às armas.

    • Rodrigo disse:

      Você poderia me passar mais informações sobre a Bélgica nesse sentido?

  8. Eduardo Claudino da Silva disse:

    Vocês podeiam falar sobre o acesso a armas na União Européia, mais especificamente na Alemanha e Itália que sofreram diretamente os efeitos do desarmamento civil.
    A Tailândia também tem facilidades, existem feiras de armas com frequência por lá.

    • Davide disse:

      Na Itália e uma disgraca, a compra e dificultada pela burocracia e quase impossível o porte, igualzinho ao Brasil. E aí pior se você usa arma para legítima difesa e você que acaba sendo preso ent que indemnizar o ladrão. A polícia tmb sofre passa muito dor de cabeCa se atira nos delinquentes. Samana passada o dono dum posto de gasolina foi indagado porque ajudo o joieleiro na frente, que tava sendo assaltado! Ele disparo nos bandidos e agora o juiz italiano quer denunciar ele. E tive outros 5 episódios similares neste últimos 3 meses

  9. FAST disse:

    Faltou a França, onde se pode ter:
    12 armas na categoria de Fuzil, pistolas e revolver, sem contar as armas de caça (Até uma Barret .50 se quiser)

    1000 munições para cada arma por ano.

    pode recarregar as munições em casa, ou comprar mais nos clubes de tiro.

  10. Rodolpho Neto disse:

    A Argentina e o Uruguai Chile e Paraguai por enquanto parecem ser os Unicos paises do Continente Sulamericano com Comercio de Armas Livres e que o Cidadão pode se Defender ou estou errado?

  11. Nayan disse:

    Israel deveria ser o terceiro Lugar nesta lista, pelo menos…
    http://www.armaria.com.br/israeua.htm

  12. Ricardo disse:

    “Permite rifles semi-automáticos? Tecnicamente sim, mas esse direito é comumente desrespeitado.”
    Isso nao esta correto. Eu comprei 6 rifles (nao no mesmo dia) semi-auto 7.62 no Canada sem problema nenhum. Fui na loja, mostrei a minha licenca, paguei e levei pra casa. Tambem levei uma caixa de surplus ammunition russa 7.62x39mm com 1440 cartuchos por 260 dolares. :-)

    • Jeronimo Torres disse:

      Mas e ai? tem mesmo essa limitação que vc tem que usar carregadores alterados só para 5 balas?

      E nos casos dos Bolt Action? Teria um limite?

      Pelo que entendi lá o que mais limita compra de armas é se é automática, e o comprimento total, correto?

  13. Carlos d'Amore disse:

    Enquanto isso no Brasil se proíbem até brinquedinhos que lembrem uma arma, até no Mato Grosso do Sul onde o porte de um bom Smith&Wesson .44 deveria ser ostensivo por fazer parte da historia e da cultura da população, junto com uma boa faca para o churrasco.

  14. Tirapol disse:

    Brasil é um pais de merda e vai continuar assim…. brasileiro se contenta com um pratinho de arroz e feijão e uma “boa” novela na rede esgoto!!!!

  15. vv disse:

    é muito questão de cultura e também social, nos países nórdicos a educação vem de berço, de primeira, taxa de crimes baixíssimas – resultado de um bom investimento em instrução, etc. com o nosso ‘jeitinho brasileiro’, tantos problemas que devem ser resolvidos primeiros, que estão na raiz para nos tornarmos um país melhor, as leis do porte de arma não são uma boa solução, pelo menos agora.

    • Lucas disse:

      Eu discordo, levando em conta que o senhor fala “lei do porte de arma” como liberação do porte de arma. Eu realmente acho que o cidadão de bem tendo o direito de andar armado diminuiria muito a criminalidade, já que o bandido teria que se arriscar a morrer em cada tentativa de assalto. Claro que uma mudança radical nas leis e uma reforma no sistema prisional também são fundamentais seguindo o mesmo raciocínio (tornar o crime como algo que “não compensa”, tornar a legítima defesa e o direito de propriedade algo mais forte, ou seja, o Estado proteger o cidadão de bem ao invés do bandido, etc), mas nada muda minha ideia de que o porte deveria ser permitido.

  16. marcos disse:

    BRASIL LIXO……

  17. Gilson Junior disse:

    Aqui no Brazil o povo perdeu a batalha pra criminalidade há décadas, os bandidinhos que batem carteira, os que roubam carros, os que estupram, os que sequestram, os que matam, os que esquartejam, os que aumentam os impostos, os que pedem votos… enfim, bandido é bandido, não importa o tamanho do crime. Se o governo estivesse realmente interessado no bem comum, países onde o cidadão tem acesso a armas de fogo para sua defesa, seriam tomados como exemplo e com certeza, sem sombra de dúvida, a violência seria reduzida e muito. Qual o bandido e iria se arriscar a tomar tiros de três ou quatro (ou mais) vítimas em um assalto a ônibus, por exemplo??
    Aqui no Recife houve uma época em que uma onda de estupros dentro de ônibus estava assustando a população. Quantas mulheres hoje vivem com medo, traumatizadas e têm que fazer tratamento depois disso?? Garanto que se tivéssemos direito a defender nossa vida, nossos familiares e nossos bens, no primeiro caso desse o maldito bandido teria ido acertar as contas com o coisa ruim.
    Acorda Brasil, aqui somos tratados como gado, somos marcados a ferro, pastamos e damos lucros aos donos… vamos ao matadouro enfileirados.
    Assim como em Roma, na época dos gladiadores, vivemos a situação do Pão e Circo, os Césares davam pão e lutas na arena para que o povo não se rebelasse, no Brazil, o governo dá Bolsa Família, Bolsa Detento e novela, carnaval e futebol, assim o povo não se rebela pelo motivo certo…
    A passagem de ônibus aumenta uns centavos, o povo vai às ruas faz a maior algazarra, os bandidões roubam BILHÕES e o povo continua assistindo o BBB e a Babilônia.
    TENHO VERGONHA DE MORAR AQUI, DE TER NASCIDO AQUI…
    DEUS ME AJUDE A SAIR DESSA POCILGA, #EstadosUnidosLevaEu

  18. facto disse:

    Queria ter uma 38 para defender a minha liberdade e integridade moral durante os congestionamentos ou discussões familiares, como é bem comum nos países supracitados. Não é nenhum acidente o alto número de homicídios por arma de fogo ocorrer por questões familiares nos países em questão e na Suíça.

    • Lucas Parrini disse:

      Essa vontade some quando se percebe que todos no congestionamento e na família estão igualmente armados. :)

    • Ricardo disse:

      “Não é nenhum acidente o alto número de homicídios por arma de fogo ocorrer por questões familiares nos países em questão e na Suíça”. hahahaha, que argumentinho estupido.
      Onde estao as tuas estatisticas pra embasar o teu argumento?

    • Eduardo disse:

      Ou você é um desarmamentista infiltrado nesse fórum, querendo tumultuar a discussão ou então é alguém com sérios problemas de ordem psíquica que jamais poderia possuir uma arma por via legal.

      • Lucas Parrini disse:

        É um troll querendo atenção, rs. Se acha o gênio por conseguir construir um parágrafo com ironia.
        Ou talvez ele falasse sério mesmo, pois vive em um lugar como esse descrito no comentário, e acha que é assim no mundo todo. Pobre coitado. :(

  19. Léo Pereira disse:

    faltou alguns países africanos, árabes e asiáticos também onde vemos que não existe qualquer controle de armas, qualquer criança lá tem um AK47 como brinquedo…

  20. Vinícius disse:

    Quando li que a Suécia não permite porte e nem aceita disparos em legítima defesa me lembrei também que estão entre os países com maior índice de estupro do mundo.

  21. Fabiano disse:

    O Brasil já tá fudido com esses esquerdistas e corruptos no poder, esse câncer não vai ser curado tão cedo se o brasileiro continuar com o pensamento e inocência de idiota!

  22. HainyRio disse:

    Sou Vítima De quase um estrupo ainda menina com minha mãe ;e uma vez voltando do trabalho só que por sorte de Defesa pessoal conseguimos sobreviver!sou a favor de uma pistola na minha bolsa ou nas coxas para caso de Emergência sim a Favor e aqui prestar meu agradecimento do qual pensam o mesmo quanto se proteger estou cansada de ver Mulheres vítimas de Estrupadores doentes nesta sociedade !!#C8m1mapistolaEuViroMacho!

  23. Alessandro disse:

    Eu moro no Brasil, sem orgulho nenhum, mas falando de armas, é só ir em uma favela que você, com um pouco de informação compra um fuzil, se Rio de Janeiro, basta compra-lo diretamente de um policial! Acho que é o único país no mundo que criminoso pode ter arma e cidadão de bem não!

  24. GILMAR PEREIRA SILVA disse:

    preciso de armas e muniçoes da pra voçes mandarem entregar aqui no numero 416 nova suiça gilmar pereira silva sedex r15 muniçao 38. . 50 pistolas

  25. Emerson de freitas disse:

    cidadao desarmado e cordeiro ao sacrificio!! por isso que aqui no brasil somente marginal tem arma e por o brasil eo pais que mais cidados sao mortos, por que o cidadao nao pode se defender eo estado nao tem como nos dar segurança e integridade e o vagabundo tem asesso a arma ilegalmente, e sao favorecidos!! ( somente um governante intrego e com coragem para mudar este senario que este governo petista nos ex pos ao caus ao desespero ao ver familias chorar pelos entes queridos mortos sem escrupulo! ( a favor da liberaçao do porte de arma) (somente o deputado bolsonaro defende a realidade)

  26. Uanderson Rodrigues de Oliveira disse:

    Olhem essa matéria sobre a legislação de armas no Paraguay. O Brasil deveria seguir esse exemplo.

    http://www.ilisp.org/artigos/como-o-paraguai-destroi-toda-a-argumentacao-desarmamentista-usada-no-brasil/#

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*