Munições exóticas para espingardas

No Brasil existe um oligopólio do mercado de armas, restrito basicamente à Taurus e à Glock, com a esmagadora maioria do mercado. Quanto às munições, a situação é ainda mais grave. Existe um monopólio no mercado. A CBC (Companhia Brasileira de Cartuchos) é a única a fabricar munições no país e, com isso, não enfrenta nenhuma ameaça de suas concorrentes externas.

es1
Até mesmo aqueles que recarregam suas munições em casa, acabam comprando os insumos fornecidos pela CBC.

Embora exista a possibilidade da importação de munições, é um procedimento trabalhoso e que exige um desembolso grande, muito pouco acessível a esmagadora maioria dos cidadãos.

Pelos que moram nas regiões de fronteira, o contrabando é visto como a única esperança de quem quer ter o direito à legítima defesa sem deixar de pagar o aluguel no próximo mês.

O fechamento do mercado é extremamente prejudicial à economia e ao desenvolvimento tecnológico. O maior prejudicado é o consumidor final, que não tem poder de barganha, opções de escolha e ainda é obrigado a pagar um valor altíssimo pelas suas munições, encarecidas pela baixa demanda, pela falta de concorrência e pela tributação confiscatória.

Fora do Brasil, contudo, existe liberdade. Encontram-se incontáveis fabricantes de munições, que desenvolvem tecnologia de alto desempenho e baixo custo para tentar conquistar a sua parcela na preferência do consumidor.

Existem também aqueles que fabricam munições exóticas, um nicho pouco explorado até mesmo nos Estados Unidos. São munições desenvolvidas para darem um efeito mais divertido, prático ou funcional ao tiro. É sobre este segmento que trata este texto.

Depois de uma rápida vasculhada nas lojas de armas no exterior, a DEFESA.ORG selecionou alguns cartuchos que, provavelmente, nunca chegaram ao Brasil, mas que, com o trabalho dessa organização e indispensável ajuda dos associados, certamente estará nas mãos dos brasileiros em algum tempo.

1. Cartucho incendiário

es2

Capaz de furar duas portas de carro sobrepostas, esta munição contém uma ponta incendiária que chega até a 1.600°C. Nos Estados Unidos, o pacote com três unidades é vendido a 18 dólares.

2. O bafo do dragão

es3

É como se fosse uma munição incendiária que tomou esteroides. Depois de disparado, o projétil deste cartucho deixa uma cortina de fogo de até 30 metros. A caixa com 25 unidades no calibre 12 é vendida a 100 dólares nos Estados Unidos.

3. 40 pontas de aço

es4

Por que disparar esferas quando se pode disparar objetos pontiagudos? Se você realmente pretende destruir o seu alvo, talvez esta munição seja a melhor escolha.

4. Perfura-blindagem

es5

Vai ser difícil encontrar alguma coisa que estes cartuchos não consigam perfurar. De acordo com o fabricante, são capazes de atravessar placas de aço com até 1/4 de polegada.

5. Só barulho

es6

Você pode gritar, pode apitar, pode buzinar, pode tocar sua vuvuzela. Mas os 120 decibeis destes cartuhos sem projéteis chamarão muito mais atenção.

6. Balote duplo

es7

Você já deve ter ouvido falar no balotão. É um projétil único utilizado nas espingardas, quando se deseja transferir realmente muita energia ao alvo. O que este projeto propõe é duas vezes melhor: dois enormes balotes em um só cartucho. 13 dólares, lá nos EUA.

7. Tiro de sal

es8

Você já leu uma historinha do Chico Bento, personagem de Maurício de Souza? As vezes o moleque sapeca resolvia pular a cerca de um fazendeiro local, “Nhô Lau”, para roubar goiabas. “Galo véio”, Nhô Lau recebia Chico Bento um “tiro de sar no bumbum”.

Bem, agora Nhô Lau não precisa mais perder tempo montando sua carga. O tiro de sal é vendido nos Estados Unidos por 13 dólares a cartela com três unidades. Sobra até pra Rosinha.

es82

8. Flechete

es9

As flechetes foram utilizadas na Guerra do Vietná para pegar os inimigos na mata fechada. São espetos de aço que prometem ser altamente penetrantes.
Agora você pode usar para experimentar uns tiros diferentes.

9. Cartuchos explosivos

es10

Bom, o nome já diz tudo. Só não diz o preço. 5 dólares a unidade, nos EUA.

10. Macho Gaucho

es11

Sim, o nome é este mesmo. E não é uma munição brasileira, mas sim estadunidense. Isso que você vê acima são os bagos disparaods pelo cartuho dessa munição, inspirada na boleadeira gaucha.


Publicado em Armas
18 comentários sobre “Munições exóticas para espingardas
  1. Luciano disse:

    Boa tarde, gostei muito da matéria.. Pra nos desfrutar de alguns cartuchos exóticos como um desses, pode se encontrar no beatlefield 3. So no ps3 ou Xbox, praticamente so sonhando mas tenho esperança em poder ser livre de comprar o que bem entende com consciência.

  2. Carlos Henrique disse:

    Como podemos comprar esss munições???
    São vendidas no Brasil????

  3. gelso coró disse:

    é isso ai gente, os nossos politicos não fazem questão de que venham se estabelecer aqui no brasil outras firmas pra vender munições. teem medo que o povo brasileiro, se revolte e acabe com a casca deles.

  4. fernando disse:

    Ficariam legal na minha coleçao.

  5. Igor Chaves disse:

    Político não aceita que o cidadão tenha arma em casa porque ele sabe que existe milhares de loucos que tem coragem de perseguir e matá-los a qualquer momento. Não tem outra explicação, eles têm medo da população armada e dão milhões de descupinhas dizendo que armas são perigosas, armas só trazem violência etc.

  6. Fernando disse:

    Isso ia ficar legal na minha coleçao.

  7. enrique disse:

    Acho que faltou falar no N°3 que os balins são núcleos do famoso projétil cal 5,56 x 46mm chamado “Green Tip”

  8. Charles Andrew disse:

    De longe o que eu mais gosto é o “dragon’s breath” ( bafo de dragão) lindo… rss tem uns videos no youtube… pra quem quiser dar uma olhada… muito legal

  9. Eduardo disse:

    Dá pra comprar essas munições no Brasil, supondo que a pessoa seja um CAC?

  10. Eduardo Oliveira disse:

    Efetuando uma pesquisa no Google sobre munições de sal, caí nesta postagem. Alguém pode me explicar qual o efeito no corpo humano se eu alvejar alguém com uma munição dessas?

  11. davi disse:

    Sem querer ser chato, masa última frase está escrito “disparaods”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*