Mito #22

O mito:

Crianças não devem ser expostas as armas, nem de verdade, nem de brinquedo.

A verdade:

Nenhum psicólogo ou educador cientificamente conceituado defende essa teoria. Não existe razão lógica que sustente esse argumento.
Ao contrário, a brincadeira tem função propedêutica, prepara para a vida. Uma criança que entende que as armas existem e entende o que elas podem fazer tem mais chance de se tornar um cidadão que se relacione de maneira saudável com ela e com a própria sociedade.

22f


Publicado em Mitos e Verdades
6 comentários sobre “Mito #22
  1. pablo vargas de oliveira disse:

    Crianças que convivem ou tem conhecimento sobre armas, raramente irão pegar uma arma de fogo e apontar ou brincar com seus amiguinhos, justamente por saber o que elas fazem.

  2. alfredo disse:

    Aprendi a usar arma de fogo (carabina 22 )com 10 anos, no tiro federal argentino de san fernando

  3. claudio disse:

    sempre tive contato com armas de fogo quando ainda criança, como isso sempre aprendi a manusear, e nunca sofri nenhum acidente

  4. Renan Sérgio disse:

    Devido ao meu constante contato com armas, aprendi a manusear, e desde entao nunca ouve nenhum acidente, isso é mito mesmo.

  5. Edson Oliveira disse:

    Aqui no Distrito Federal, até as armas de brinquedo, foram proibidas a fabricação e comercialização, como se isso fosse resolver o problema!

  6. Gilter Dias disse:

    Sou prova viva de que isso é verdade. Tive contato com armas desde que nasci, meu primeiro presente não foi um carrinho ou um brinquedo, foi uma carabina puma 38(comprada nova na loja 3 meses antes de eu nascer). Desde muito cedo tive contato com armas e fui muito bem orientado sobre os riscos e nunca sofri nenhum acidente. Este contato foi muito positivo para mim como pessoa, sempre fui admirado por todos (principalmente no ambiente escolar) pela minha disciplina e maturidade, muito incomum a crianças de minha idade. Tudo foi muito saudável e sou grato a essa oportunidade que tive. Quero proporcionar o mesmo ao meu filho (quando o tiver). Raramente acontece alguma Fatalidade que a mídia aproveita para fazer sensacionalismo, e na verdade, essas fatalidades são na maioria das vezes consequências de patologia psíquica que tornaria o individuo potencialmente perigoso independentemente dele ter acesso ou não a armas de fogo. Esconder arma de criança é pior, o melhor é dialogo e orientação sensata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*