Instituto DEFESA vai à DFPC solicitar revogação da nova portaria para CACs

26 de Fevereiro de 2015.

No próximo dia 05 de Março (quinta-feira), o Instituto DEFESA, representado pelo seu presidente Lucas Silveira, em nome de seus associados, reunir-se-á com o Excelentíssimo Sr. Gen. Bda. Luís Henrique de Andrade, no âmbito da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC).

Leia também:

Após procurar contatar todos os clubes de tiro do Brasil, o Instituto DEFESA coletou evidências suficientes para comprovar ao General o distanciamento da Portaria COLOG 01 2015 em relação ao interesse público. Na ocasião, serão apresentadas declarações em papel timbrado de dezenas de entidades esportivas do país que prontamente se manifestaram contrárias a nova norma.

A comprovação vincula a atividade normativa do Comando Logístico, que deverá cumprir seu compromisso com o povo brasileiro e ajustar as normas referentes aos Colecionadores, Atiradores e Caçadores aos os melhores da nação.

A pauta da reunião inclui ainda tratativas sobre as importações de armas para o Brasil e as perspectivas da evolução legislativa sobre armas no país. O Instituto DEFESA pleiteará maior flexibilidade para a entrada de armas para pessoas físicas e jurídicas e a definição de critérios claros à famigerada cláusula de similaridade.


 

Você considera o trabalho realizado pelo Instituto DEFESA importante para o Brasil? Torne-se um membro premium e financie novas atividades como esta. Saiba como: www.defesa.org/como-ser-um-assinante-premium


Publicado em Notícias
30 comentários sobre “Instituto DEFESA vai à DFPC solicitar revogação da nova portaria para CACs
  1. avelino g b junior disse:

    pork desarmaram a população mas não desarmaram os bandidos que estão mais bem armado que a policia esta isurportavel esta situação tem que aver bom senso das autoridades primeiro o plebecito não foi respeitado nos fomos a favor do armamento espero que seja revisto isto para no minimo a gente ter uma chance de defesa

    • Gutenberg Pereira disse:

      O Estado se dedica no desarmamento do cidadão porque é ineficiente de desarmar o bandido.

      O bandido nunca vai questionar o Estado, tem lei própria, faz o que quer e como quer, não é contribuinte, não deve nada ao Estado nem o Estado a ele.

      O que o Estado teme é que os cidadãos, armados e organizados, assumam o poder visto que ele, o Estato é ineficaz para gerir a sociedade.

  2. maikel disse:

    Eu acho um absurdo as leis que nos impuseram para proibir as vendas de armas no país fora a restrição dos calibres 40 e 38 para pistolas eu sou vigilante já trabalhei como agente penitenciário privado e aínada,tenho. Que passar por diversos testes e ainda aguardar dois a três meses pra ter uma arma fora os preços que são um absurdo.

    • Gutenberg Pereira disse:

      Em países onde não há sensatez dos legisladores acontece todo tipo de violações contra a sociedade.

      Precisamos ser mais criteriosos e seletivos nas nossas escolhas,falta sabedoria no momento de escolha dos nossos representantes.

      O Estado não tem interesse em uma sociedade educada, esclarecida, consciente dos seus direitos.

      O poder é nosso, o Estado apenas administra, e nos estabelecemos através dos nossos representantes buscamos o bem social.

      Podemos reverter esta situação caótica, precisamos de mobilizar a sociedade, ela já não supirta mais tantos desmandos.

      Este é o monento de agir.

      Avante . . .

  3. Marcio disse:

    Boa sorte Lucas. Não vamos arregar pra esse exército, que a cada dia se “avermelha” mais.

    • Gutenberg Pereira disse:

      Além de sorte nosso amigo Lucas precissa de parceiros e associados que ajudem no financiamento desta causa.

      Vou contribuir com carinho para esta causa, ela é justa e legitima.

      • Lucas Parrini disse:

        Sr. Gutenberg Pereira, bom dia!

        Como membro e também assinante do Instituto DEFESA, agradeço pelo apoio!
        Como cidadão, agradeço em dobro sua crença na causa.

        Unidos somos invencíveis!

    • carlos pieri disse:

      infelizmente, Márcio a título de esclarecimento, as maiores patentes do exército acabam sucumbindo ante o poder emanado do governo federal, porém, posso lhe garantir, mesmo não sendo militar, que as FORÇAS ARMADAS desta nação, continuam em prontidão para nos socorrer enquanto filhos desta mesma pátria. se se puder lhe dar meu ponto de vista no cenário geral, este impeachment que estamos cada vez mais próximos, vai ser outro golpe, tiramos um ladrão, para que outro assuma, independe a legenda do partido. Intervenção Militar. se realmente os militares querem colocar os vermelhos de volta para fora do país, devolvam-nos o direito às armas e nós os ajudaremos nesta tarefa árdua!!!

  4. William De Marchi Pires disse:

    Estamos falando sobre: O direito de ir e vir, que no caso seria obrigação dos respectivos estados.
    Nós somos os contribuintes! Nós pagamos por isso.
    O que fica pairando no ar é: Você realmente se sente seguro?

    Onde estão os Homens Fardados?! Que levam o rótulo de Servir e Proteger? O salário vale mais descer a mão sem dó nem perdão!
    Mesmo você tendo o direito de ter uma arma de fogo, você tem que levar um tiro para depois ter a reação de se proteger

    Que justiça é essa?
    Exemplo

    Uma pessoa armada pula na sua casa, e ninguém é tonto! Se essa pessoa dispara vizinhos vão ligar para o 190

    Você vira? Refém!
    E assiste de camarote sua família sendo humilhada.
    Se tem filha jovem capaz de ser estuprada… E você tomando coronhada na cabeça.
    Já ficou bem claro que o próprio sistema defende mais um marginal porque já virou uma facção!
    Sem mais.

    • Gutenberg Pereira disse:

      O bem jurídico tutelado mas valioso é a vida, mas para o Estado e para as instituições de Ditritos Hunanos as vida do “Cidadão de Bem” tem menos valor do que a do “Cidadão do Mal”.

      É uma incoerência . . .

  5. Udo Karl Behrens disse:

    O desarmamento da população, feito através do famigerado Estatuto do Desarmamento, não tem nada a ver com segurança pública. Tem a ver com governos totalitários que não querem se sentir ameaçados por uma população armada. Essa portaria nada mais é do que a instrumentação do totalitarismo.

  6. Gutenberg Pereira disse:

    Nosso país está na maoir crise intitucional em todas as esferas. Os municipio, os estados e a união são totalmente ineficáses, não buscam a pacificação social nem o interesse publico, infelizmente parece não têm discernimento pra nada.

    A corrupção está corroendo o núcleo de sustentação dos pilares governamentais e intitucionais.

    O cidadão está órfão, desassistido integralmente da proteção e garantias constitucionais, onde temos os direitos individuais, coletivos e difusos são violados recorentemente.

    Temos direito a saúde, educação, seguranca, isto é o mínimo previsto para proporcionar a sociedade a tão famosa “dignidade humana”.

    Pagamos caro por isto, mas, pela falta total de eficácia administrativa, estas garantias não nos alcança.

    Os recusos arrecadados são mais do que suficientes, mas se diluem pelo longo caminho que percorrem.

    Cada um acha que esta fazendo um trabalho muito relevante e que merece reter pra si uma parte deste recurso, seria um espécie de bônus, afinal está gerindo algo essencial . . .

    Existe burocratas que se acham capacitados, competentes e legitimados para tudo. Grande parte pensam que é “deus”, os têm certeza, acham que como servidores públicos devem agirem em discordância com a vontade e interesse público.

    Nós somos pacíficos, tolerantes, educados, pacientes, cidadãos de bem, pagamos nossos impostos, contratamos serviços essenciais privados pela inércia e ineficácia publica, mas não temos deficiência mental.

    Por favor, nos respeite.

    Nós pagamos seu salário para termos um serviço de qualidade.

    Nós temos o direito de escolha, temos libetdade, isto é uma garantia constitucional.

    Passamos por um longo, cansativo, burocrático e desnecessário processo para aquisição legalizada de uma arma de fogo, cumprimos, mesmo sem concordar com alguns, com cada procedimento estslelecido.

    Precisamos avançar, não retroceder, vamos utilizar nossa capacidade de “homo sapiens”.

    Servidores publicos, honrem seu título, trabalhem em prol do povo com probidade e ética.

    Seja um orgulho para seu país, ele precisa de você, vamos tira-lo desta situação vergonhosa.

    Estou fazendo a minha parte, e você,vai fazer a sua?

  7. Francisco Cosmo Ricci disse:

    Fui soldado da policia militar sempre andei armado e nunca feri ninguém, agora com esses assaltos dentro de casa estou armado com uma balestra e ladrão nenhum vai ter chance de me assaltar em casa porque será morto.

    • Lucas Parrini disse:

      Exceto se errar o primeiro tiro da balestra. Até recarregar pra atirar de novo, o bandido já disparou várias vezes.

      É muito bom que o Sr. tenha essa ferramenta para defesa, ela é ótima, mas em combate contra arma de fogo, seria mais eficaz como equalizador, outra arma de fogo.

      Não deixe seu direito ser tomado!

      Unidos somos invencíveis!

  8. Marcelo Santos disse:

    Acho que ninguém ainda se deu conta que eles querem que ninguém reaja a nada. Que o caos se institucionalize para depois virem com alguma solução mágica que custa apenas algumas liberdades civis e democráticas. Não é nem questão de ter ou não ter armas. Se acompanharem as noticias verão que quem reage está indo preso antes mesmo dos bandidos. Infelizmente o problema é bem maior do que essa portaria.

    • Lucas disse:

      O mais triste é que tens toda a razão. As legislações que regem a legítima defesa e a propriedade deveria ser diferentes. Se você mata um bandido invadindo sua casa, nem se deveria questionar se foi “legitima defesa”, nem deveria ser réu em um processo de homicídio. Poxa, o cara invadiu sua casa! Você vai esperar pra ver quantas HK, RPG, BFG o cara leva na cueca antes de defender sua vida/bens/família? Vai esperar pra ver se o seus próprios miolos vão enfeitar sua sala de estar antes dos do criminoso?
      Incoerências ridículas como estas que me deixam indignado com este país. O pior é que uma grande parte do povo ainda defende o contrário do que eu expus aqui.

  9. Alexandre Verdi disse:

    Inúmeras vezes o Brasil anda na contra mão,,,,, não é diferente agora , dólar na cueca, mensalao, corrupção nas eleições e o escândalo da petrobras. Contudo nos brasileiros sentimos na pele o descaso do poder público e seus dirigentes, que muitas vezes fomos nós que o elegemos. Uma questão de cultura , dando valor às coisas que não merecem, é presidente (Dilma) defendendo traficante condenado a morte, defendendo corruptos, é políticos se unindo para obter benefícios e por aí vai. Não podemos admitir isso temos direito que ainda são garantidos por lei (que não são respeitados ) , hoje um bandido entra na sua casa rouba, estupra, mata, e nada acontece, se for pego sai pela porta da frente, e os direitos humanos passando a mão na cabeça. A baderna está instalada, , vai você defender sua família em seu lar (C.F o lar é inviolável ) vem a polícia, que está fazendo seu papel, o delegado também, o juiz também, ,,, ou seja você está enrolado e vai responder num CDP.
    São poucos político que defendem o direito das pessoas de bem, trabalhadores e são muitos que defendem tranqueiras, vagabundos.
    Acho que o ESTADO como um todo quer que as pessoas torne bandido fora da lei. ABAIXO O ESTATUTO DO DESARMAMENTO,
    NOS PRO VAMOS COM PLEBISCITO QUE SOMOS CONTRAS, PORQUE VOCÊS NÃO CUMPRE O VOTO DO POVO.
    COVARDES ESCONDE ATRÁS DE MESAS FAZEM LEIS PARA DIFICULTAR A VIDA DAS PESSOA,!
    GENTE DECENTE TRABALHA PELA NAÇÃO E COM OBJETIVA VISÃO DE FUTURO RESPEITANDO A OPINIÃO DO POVO!

  10. CHARLES disse:

    Fiquem ligados na Venezuela.
    Ela é HOJE o retrato do Brasil de AMANHÃ.

  11. JOSE CARLOS RODRIGUES disse:

    ELOGIO E INTERESSE PELA CAUSA :
    Parabéns Lucas, pelo seu empenho para que tenhamos uma legislação condizente com os interesses dos Brasileiros, existe, uma máxima desde quando existe o ser humano de que : “Não é a Lei que muda o homem e sim o homem que muda a Lei para o contexto em que vive”

  12. Paule Vtk disse:

    Convidar os homens de bem a mudar se para Miami e deixar nossa nação nas mãos dos tranqueiras, eles que se lixem; lá você além de seguro, terá seus direitos respeitados e assegurados, isso como cidadão comum ou autoridade. Quanto mais rezamos, mais assombrações aparecem meu DEUS!

  13. Paule Vtk disse:

    Verdade, parabéns Lucas S. si vis pacem, parabellum ” se desejas a paz, tenha muita paciência e esteja preparado para a Guerra”

  14. Bruno de Araújo disse:

    Vão solicitar a revogação e como vai ser? Vão suspender a emissão de CR novamente? Qual o plano? E como foi a reunião com o Exército?

  15. Lucas disse:

    E quanto as modalidades com armas de ar, haverá alguma reenvidicaçã?

  16. Neuton Brum disse:

    Cumpri todas as exigências para receber o CR como atirador desde agosto de 2014 e até hoje não foi liberado. É evidente que o problema não é a lei, a portaria ou os raios que os partam, o EB simplesmente ignora a lei e dane-se. Querem tratar o cidadão como bandido? Então dane-se EB. Molon Labe.

  17. Paulé Vtk disse:

    Falta de culhão do delegado de pelucia e que não sustentou a tese maxima da tutela do estado, o direito à vida e à legitima defesa, não tenho estômago de ver novamente a reportagem mas parabenizo a Repórter pela excelente e incisiva matéria. Peço a licença e a gentileza de divulgar:

    http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2015/02/imagens-mostram-homem-que-seria-assaltado-atirando-contra-criminosos.html

    • Gutenberg Pereira disse:

      Caro amigo, realmente não há palavra que seja capaz de descrever o sentimento do cidadão diante de um acontecimento como este.

      Vivemos num país legalista, onde a lei só atinge quem eles querem.

      Nós estamos desamparados pelo estado de todas as formas, só sentimos os seus braços para nos tributar e para nos punir.

      A lei penaliza o cidadão, e beneficia o bandido. Qual interesse o estado tem nisto?

      Após exaustiva maratona burocrática, conseguimos adquirir uma arma, com um calibre inexpressível, pagando um preço altíssimo pela arma e munição, frequentamos os estandes de tiro para está sempre haptos a manusear nossas armas, como esportistas que somos, participamos de competições, custeando tudo, que não é barato, nos submetemos a todo tipo de disparate legislativo para manter nosso direito, e em contraponto a isto, os batidos adquirem armas baratas e com extrema facilidade, calibre ilimitado, sem curso, sem testes psicológicos, sem recolher impostos, e o mais importante, tem a certificação estatal da nossa desproteção e abandono.

      Realmente não há como expressar a nossa indignação. Nós estamos órfãos e nossa madrasta é pior do que as das fábulas.

      Este é nosso país, o país da Copa do Mundo 2014, padrão Fifa. País sede dos Jogos Olímpicos 2016 e tantos outros megas eventos de visibilidade mundial.

      Somos desrespeitados diariamente pelo estado e violentados pelos bandidos.

      Quem poderá nos defender? será preciso invocar a presença do “Chapolin Colorado”?

      Brasil, sil, sil . . .

  18. Arthur Henrique de Medeiros disse:

    Bom dia presidente Lucas Silveira!

    Alguma notícia boa quanto a reunião ocorrida ontem no DFPC?

  19. miguel disse:

    A união faz a força, e traz mudanças, a circunstância faz o homem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*