Instituto DEFESA vai à Delegacia Geral do PR para desburocratizar blindagens

Curitiba, 16 de Novembro de 2015

Acontecerá na próxima quarta-feira (18) uma reunião entre o Delegado Geral da Polícia Civil do Paraná, Sr. Júlio Cezar dos Reis, e o presidente do Instituto DEFESA, Lucas Silveira, para tratar da portaria 006/2013, que regula a aquisição de veículos blindados e coletes balísticos no Estado do Paraná.

O encontro ter por objetivo sugerir uma norma que facilite o acesso do povo paranaense a esses importantes meios de proteção, cuja burocracia processual para a aquisição, desencoraja o uso.

Você pode ler a íntegra da portaria do site da Polícia Civil do Paraná: http://www.intranet.pc.pr.gov.br/arquivos/File/Portarias/Portaria_006_2013.pdf

A medida deverá ser realizada também em outras unidades da federação que tiverem normas infralegais igualmente restritivas.

Como é a aquisição de coletes e veículos blindados no seu Estado? Escreva nos comentários.

Acompanhe o portal do Instituto DEFESA para saber os resultados deste encontro.


 

Esta ação apenas foi possível graças ao financiamento dos nossos associados contribuintes (premium). Filie-se você também.


Publicado em Destaque, Notícias
9 comentários sobre “Instituto DEFESA vai à Delegacia Geral do PR para desburocratizar blindagens
  1. agenor campos disse:

    Deveríamos também lutar para um registro definitivo, ou bem menos burocrático.

  2. CÉLIO Temponi disse:

    Aguardamos essa reunião com muita ansiedade, pois precisamos de segurança para nós e nossa família

  3. Paulo Fallavena disse:

    A ação da DEFESA é muito alvissareira. Vai garantir à população ordeira e pacifica o direito de se defender, coisa que o governo atual não permite.

  4. Márcio disse:

    Olá amigos,
    Muito importante essa ação por parte do ID, moro no PR e fico muito feliz em saber que vai começar por aqui.
    Mas queridos, como anda a tramitação do PL3722/12. Faz tempo que não se noticia nada à respeito por aqui.

  5. Geraldo Santana disse:

    Muito boa iniciativa, porém tem que ser mantidos certas exigências pois se não for mantidas os marginais também estaram “protegidos” Como pra mim Bandido só morto. Tem que ser visto isso com muita precaução.

  6. Mauricio Alves disse:

    Soa estranho toda essa parafernália para o cidadão de bem, eventualmente, se proteger. Ninguém está imune receber uma bala perdida, ou mesmo com endereço, certo, quiçá equivocado.
    Se o Estado, que constitucionalmente tem a obrigação de proteção ao cidadão, e, sabidamente, não tem condições de proporcionar segurança a população, e, ainda, cria dificuldades às vulnerabilidades das famílias, por que objetar a circulação de veículos protegidos, ou o de uso de coletes protetores?
    Afastando-se os EEUU, que tem seu povo armado, temos um melhor exemplo que é a Suíça, onde todo cidadão é um soldado! Em sua casa tem armamento de guerra completo, e ninguém fala em assassinatos como em nosso País…
    Urge, assim, a revogação, incontinenti, dessa absurda Lei do Desarmamento !
    Enquanto isso não ocorre todos aqueles, que de qualquer forma forem atingidos devem ingressar contra o Governo com ações indenizatórias.

    • Leonardo disse:

      Concordo com você,conheço alguns casos de pessoas que entraram como uma ação judicial contra o estado.Em relação as nossas leis sobre armas,acho que existe um longo caminho para aproximarmos dos EUA e da Suiça.Penso que muito mais igualarmos as leis precisamos mudar a cultura do povo brasileiro,porquê há de 20 anos que a população de ensinada através das mídias a demonizar as armas,mas Deus quiser um dia chegamos lá

  7. Carlos Eugênio disse:

    A necessidade do povo de se armar não é só uma necessidade mas, também um direito nato que a própria constituição brasileira dá ao cidadão de bem ! O que me deixa perplexo é o fato de que governantes como o governador de pernambuco, conhecendo as taxas de homicidios no estado e no nordeste que são alarmantes, juntou-se com outros políticos desarmamentistas para incentivar os pernambucanos a continuarem desarmados. Louvo as palavras do nosso amigo Mauricio Alves, acima, quando ele diz que na Suiça, cada cidadão é um soldado e ninguém fala em mortes e matar ninguém.Inclusive, quero lembrar aos colegas leitores que lá na Suíça, uma penitenciária foi fechada por que não havia presos !! Mas, não é só isso,nós vamos encontrar muita resistência para os fortes argumentos que temos para sermos armamentistas. Ainda tem muita gente resistindo achando que, se esse projeto for aprovado, o Brasil vai se transformar num verdadeiro “Farwest”,num “bang-bang” sem fim !! PURO ENGANO!! Outros vão dizer que o Brasil não tem estrutura para ter um projeto desses aprovado. OUTRO ENGANO!! Apesar de não ter lido o livro do deputado e professor de direito Benê Barbosa, quero fazer aqui a minha recomendação. O título do livro é: “Mentiram pra mim sobre o desarmamento”. Nós fomos enganados durante décadas e os desarmamentistas querem perpetuar essa mentira para nos tornar um povo ignorante e indefeso contra qualquer eventual ataque do governo contra nós e dos bandidos !!! Se o armamento não é a solução como eles dizem, MUITO MENOS O DESARMAMENTO !!! ESSA É A MINHA OPINIÃO IRREVOGÁVEL !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Próximos eventos
  1. Curso C.A.R. System Curitiba – Center Axis Relock

    fevereiro 11 @ 8:00 - fevereiro 12 @ 17:00
  2. Curso de Combate com Facas Nível I

    fevereiro 25 @ 8:00 - 17:00
  3. Curso de Bastão Expansível Tático Nível I

    fevereiro 26 @ 8:00 - 17:00