Heroi britânico no shopping: Armado com 1 pistola, ex-marinheiro salva 100 vidas

Um ex-marinheiro se tornou um heroi em Nairobi depois de ter salvo mais de 100 vidas.

  • Tomava café no Shopping Westgate quando ele foi atacado, no Sábado
  • Retornou ao local 12 vezes sob fogo pesado
  • O homem – cujo nome é mantido em sigilo, por segurança – foi fotografado com as vítimas
  • Estampido foi ouvido hoje no shopping
  • Pelo menos 10 reféns ainda são mantidos pelos militantes de Al Shabaab
  • Pelo menos 3 americanos e 1 inglês estão entre os terroristas

O ex-militar estava tomando café no shopping quando ele foi atacado por islamitas no Sábado. Com uma arma no cós da calça, ele foi fotografado tirando vítimas do local.

badass
O heroi afirmou ter retornado ao local cerca de uma dúzia de vezes, apesar do fogo pesado.

Uma testemunha disse: “O que ele fez foi tão heroico. Imagine retornar ao local 12 vezes mesmo sabendo o que você iria encontrar lá dentro.”

Fontes dizem que tratava-se de um marinheiro britânico aposentado, morando Nairobi.  O nome dele não foi divulgado por questão de segurança.

Notícia completa (em inglês): http://www.dailymail.co.uk/news/article-2430201/British-hero-mall-massacre-Ex-Royal-Marine-handgun-saved-100-lives-terrorists-ran-amok.html


Publicado em Notícias, Reação armada
7 comentários sobre “Heroi britânico no shopping: Armado com 1 pistola, ex-marinheiro salva 100 vidas
  1. Everton do N. Siqueira disse:

    Pergunta aos desarmamentistas: Se ele estivesse usando uma “camiseta da pomba da paz” teria salvo essas pessoas?

  2. Rafael Cassolato disse:

    Agora… o que os DESARMAMENTISTAS, irão falar?

    Será que uma situação parecida como essa não aconteceria em REALENGO, se algum professor estive armado ?

    Ah.. BRASIL, que vergonha.

  3. wandyr disse:

    os americanos também alegam que jogar a bomba atômica sobre Hiroshima e Nagasaki salvou a vida de 1 milhão de americanos (estimativa de baixas em um possível desembarque no Japão…).

    • Daniel Ribeiro disse:

      Neste caso do Shopping é diferente. O senhor inglês entrou no Shopping e saiu minutos depois com 8 reféns… entrou de novo e minutos depois saiu com mais 6, depois mais 9, depois mais 10… E assim até saírem as 100 pessoas que ele salvou.

      Não foi uma estimativa… foi uma contagem.

  4. Eduardo disse:

    O raciocínio é lógico; quem anda armado assume a responsabilidade sobre sua segurança e a de seus entes queridos, quem não anda delega esta responsabilidade aos orgãos de segurança,ou seja, por isto temos tantas pessoas querendo o desarmamento, pois é mais fácil não ser responsável e criticar o governo posteriormente por qualquer problema. O centro da questão é a coragem de cada um; até onde você iria para defender sua família?

    • Jefferson disse:

      Belo comentário Eduardo.
      Concordo e digo mais, não o estado que tem que decidir se vou assumir o risco e a responsabilidade de andar armando, sou eu. É você. Somo todos nós! Cada um de nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*