Fura ou não Fura? Porta.


Publicado em Vídeos
73 comentários sobre “Fura ou não Fura? Porta.
  1. Áquila Mendes disse:

    Muito lega o video,não tinha certeza deste efeito!! ….pq não fazendo 1 video parecido com outros calibres tipo:38/.40/9mm

    • Lucas Silveira disse:

      Vamos fazer.

    • Silvério de Oliveira disse:

      Acredito que neste caso de portas fabricadas em compensado de 4mm em duas chapas, a efetividade da munição é garantida, mas em casos em que portas em madeira maciça (canela 30mm de espessura), no caso da minha casa, será que terei a mesma efetividade?

      • Lucas Silveira disse:

        Oi Silvério,

        Esta porta aí eu comprei pouco antes da gravação, por pouco mais de R$70,00. Uma porta maciça costuma custar a partir de R$200,00, o que fica bem ruim de “bancar”.

        De qualquer forma, as portas de compensado são as mais comuns em ambientes internos.

        Mas respondendo a pergunta, sinceramente não sei o efeito que fria em uma porta de boa madeira. Podemos testar no futuro.

        • Silvério de Oliveira disse:

          TKS, vou ver se levo uma tabua de canela para o estande e verificar… Vou fazer o mesmo teste com a silver, ogival e gold. Gravo e posto os resultados… Abraço.

          • ali reslan disse:

            Lucas silveira, tenho minhas duvidas viu, nao sei nao se nao fura porta de madeira maçica porque a muniçao ogival encamisada .380 tem um progetil bem duro tanto é que nos testes do cleber nj, acredito que voce ja tenha visto, em lataria de automovel, a ogival encamisada transfixou a porta de um automovel e a ogival de .38 ponta de chumbo nem entrou na porta apenas amassou, claro que madeira maçica é mais dura do que lataria mas mesmo assim a ogival encamisada tem boa penetraçao e velocidade tambem, sem contar a ogival encamisada .380 +p que é mais forte ainda,mas o bom mesmo seria um teste pra tirar essa duvida. abraço

        • Gil Celidonio disse:

          pode ser feito o teste com um pedaço de tábua, e nõ com uma porta inteira, o custo seria menor que os 70,00

          Fica a sugestão.
          Abraços,
          Gil

        • Jorge Monteiro disse:

          Boa. Faça mesmo. Mesmo q a porta seja velha. Tb fiquei com essa dúvida. No mais parabéns pelos videos. Diretito de defesa sempre! Grande abraço.

        • Gustavo Campos disse:

          Nao acho que seja necessário ser a porta , creio que basta uma taboa da espessura da porta e que seja de densidade semelhante , agora se uma boa munição de 38 faz isso creio que uma de 380 fmj nao terá problemas nao.

        • RAMON disse:

          se caso efetuo um disparo asim estando do lado de dentro da casa e o bandido não coseguiu entrar ainda
          por causa desse disparo posso responder por homicidio ??

          • Carlos disse:

            Pode sim, infelizmente vai depender da leitura dos nossos operadores do direito. Ao observar o caso hipotético que vc descreve, podemos avaliar duas linhas.

            você pode afirmar que o criminoso estaria falando que iria fazer algum mau ou que falou que estava armado, isso ajudaria caso contrario, algum promotor muito benevolento por bandidos poderia dizer que não teria como vc saber se haveria uma ameaça iminente que justificasse o disparo antes do individuo entrar na sua casa, já que apesar de ficar claro a entrada forçada, a invasão de domicilio não justificaria um disparo contra o meliante, é o que ele poderia alegaar contra vc. E infelizmente não acho isso muito difícil no brasil não.
            O mais seguro para se fazer, repito caso não houvesse ameaça iminente de disparo ou da presença de arma pelo criminoso, apesar de atrás da porta ele teria que dizer que está armado, sei que parece absurdo, mas é uma forma de alegar que vc se defenderia de algo prestes a acontecer. Vc deveria se abrigar atrá de uma parede ou “quina” e ver o meliante entrar para efetuar os disparos, e ainda assim não estariam plenamente livre de um processo, pois ja vi vários casos onde os promotores sem muito conhecimentos científicos alegaram “excesso” por parte das pessoas que se defenderam. Bem vindo ao BRASIL lugar ondo a lei é aplicada duramente com quem quer se defender.

          • Marcelo disse:

            Desculpe pegar carona no comentário, mas prefiro ser julgado por 7 doque carregado por 6.

          • Francisco Moura disse:

            Invadiu a casa e ameaçou? A situação é de risco eminente? Poiva nele!
            Responder todos irão, mas, é muito difícil resultar em algo negativo, se não houver excesso.

  2. Leonardo disse:

    essa porta era de madeira maciça ou aquelas de compensado?

  3. Norberto Enomoto disse:

    Essa porta é de madeira maciça?

  4. Tarcísio disse:

    Bom video Lucas. eu acreditava que nessa situação a ogival seria melhor, e parece que não, e contra vidros de carro?

  5. Daniel Kalid disse:

    Excelente teste. Eu também tinha esta dúvida… queria ver este teste em .45 acp

  6. Augusto Felipe disse:

    Vou trocar meu processador de frutas por CBC Gold Hex Hollow Point.
    he he he

  7. Edilson JP-PB disse:

    Muito boa a matéria!

  8. Irmão Oliveira disse:

    Caros amigos do Defesa.org
    Boa tarde!
    Parabenizo o trabalho de vocês! estou sempre observando os excelentes vídeos postados, gostaria de saber se existe o adesivo para carro e/ou camiseta do defesa.org? pois gostaria de adquirir e divulgar juntamente com vocês o nosso direito de defesa como cidadão brasileiro!
    Forte abraço,

    Atenciosamente,

    Irmão Oliveira
    Analista de Sistemas
    Teólogo
    Atirador Desportivo

  9. Rodrigo disse:

    Valeu!Mt bom! Em vidro, já vi em mais de um documentário de sniper, que se tratando de pára-brisa dianteiro, mesmo você mirando no alvo, devido à inclinação do vidro e espessura, nem sempre vai acertar pq desvia…

  10. Edilson JP-PB disse:

    Amigo Lucas, será que em uma porta de madeira
    como, por exemplo, Jatobá ou ipê, será que a bala
    do calibre sugerido, vara de um lado para o outro?

  11. Davi disse:

    Muito bom o vídeo, poderiam postar mais vídeos sobre balística. A propósito, parece que faltou falar no vídeo sobre o tipo de munição empregada, projétil tipo de material da porta…mas mesmo assim muito interessa.

    • Lucas Silveira disse:

      O tipo de munição consta no vídeo sim, todos os três.

      A porta é de laminado simples, o tipo mais comum de porta interna atualmente.

  12. Rafael de Souza Correa disse:

    Ola, a qual distância da porta foi efetuado o disparo?

  13. marcio. disse:

    muniçao 380 + p ogival é famosa pela grande perfuraçao mas baixo stop power .mas perfura pra caramba..valeu o video.

  14. Silvério de Oliveira disse:

    “Em tempo” parabenizo o excelente trabalho que voces fazem. Continuem….abraço.

  15. Marcus disse:

    sera que o calibre .32 atravessa essa porta??

  16. Alex disse:

    Muito bom! Que venham mais matérias com os demais calibres!

  17. alessandro disse:

    E em uma parede simples, tijolo de cutelo e sem reboco, com uma munição ogival atravessaria?

  18. TARCISIO DE OLIVEIRA E SOUZA JUNIOR disse:

    Não importa se atravessa uma porta de 4 ou 30 mm o que importa é o cidadão ter em sua posse uma arma dessa para fazer sua defesa principalmente dentro de casa!

  19. Vagner disse:

    Parabéns pelo vídeo. Essas são dúvidas que muitos tem. Excelente trabalho do Defesa.org.

  20. Lívio César disse:

    Cada dia que passa mais fique fã.
    Abraços.

  21. Leonardo souza disse:

    Atravessar até uma 22 atravessa,mas melhor que esta porcaria de 380 foi a música do Steve Vai no fundo!.Valeu o Vídeo!

  22. André disse:

    Parabéns pela iniciativa em realizar o teste com a .380 ACP.
    Continuem animados que um dia mudaremos o sistema

  23. Leonardo Feitosa disse:

    o lucas beleza tem como no próximo videio colocar uma daquelas portas da frente da casa e usar uma tauros pode ser .380 mesmo mais a porta da saída e de madeira maciça dependendo da peça pode ser mais difícil atravessar.

  24. Leandro disse:

    Parabéns pelo excelente trabalho.

  25. Alan César disse:

    Já atirei em uma porta de cedro 40 mm maciça com uma rossi puma 16″, usando munição .38 ogival 158 grains CBC e danificou a face posterior mas não traspassou o alvo. Porta antiga de chácara. Munição nova, foi um único tiro e esse foi o resultado. Porta de compensado a cbc nitro six com chumbinho .236 fura. Abraço amigos!

  26. Alan César disse:

    Ah, a distância aproximada era de 15 metros.
    Parabéns por mais um excelente vídeo!

  27. Tarcísio disse:

    Acharia interessante ver em vidros de carros, no calibre .380 todos os tipos de munições, e em porta maciça, quem tbm tiver esse interesse podia ajudar o Lucas numa vaquinha, veja se há interesse Lucas e veja uma forma de não sair caro pra ninguém…

    • Gil Celidonio disse:

      pode ser em um pedaço de tábua,da madeira escolhida para o teste, fica mais barato, e não estraga uma porta.
      Se atravessar uma tábua de Ipê de 3 centímetros, atravessa qualquer outra madeira.

      Gil

  28. Giancarlo disse:

    Excelente! Parabéns pelo video! É bem a minha situação! Agora tenho plena certeza de que a porta “briga” a meu favor! Obrigado!

  29. Sergio Nascimento disse:

    Lucas,mais uma vez parabéns pelo seu trabalho. Acho interessante quando fizer este tipo de demonstração, mostrar o tipo de munição usada para cada disparo e a espessura do objeto alvejado, no vídeo mostra munição Silver ponta oca, só não ficou claro se foi para todos os disparos, pois o alvo que estava atrás da porta sofreu danos diferentes a cada disparo. Fica aí a sugestão.
    Mais uma vez,parabéns por todas as dicas e esclarecimentos do seu Canal,o seu trabalho é excelente.

  30. eternamente cidadao acima de tudo e deliquente eternamente no seu lugar cimiterio.cardoso 07 na reserva da 6.cia/pe ssa-bahia disse:

    firme eternamente nesta luta defesa e legitima defesa.

  31. Guilherme B. Siqueira disse:

    Muito bom. Vídeo bem explicativo. Também gostaria de ver um “review” da Desert Eagle, em calibres .45 ou .50AE, o que no caso, seria bem interessante. :)

  32. Eduardo Shunji Toda disse:

    E para fechar Elvis Presley, um dos caras que mais gostavam de armas, e presenteava seus amigos queridos com armas, olha que coincidência boa, se 2 tiros de advertência na porta o meliante ainda quer invadir o recinto, você ainda tem mais 4 (no caso do revólver), se for uma pistola de grande capacidade, “Senta a Pua” como diria nossos heróis aviadores da 2ºguerra.

  33. Tiago Zanon disse:

    Ae sim hein, ótimo video!!! Agora sabemos que se tiver um cara na cituação citada no video, é só ”penerar” a porta que o tiro ”vara”, e o bandido/agressor vai virar penera, haha.

  34. Felipe disse:

    Ola, gostaria de ver um vídeo de um tiro de calibre .38 ou 380 e pneu de carro em movimento…. fura?

  35. Adalberto Lopes A. de Carvalho disse:

    Caro Lucas,
    Na minha mente há um eterno dilema entre poder de parada e transfixação… Quando estou em serviço fardado, municio o carregador que vai na pistola com munições expansivas, mas trago sempre no cinto um carregador extra cheio de munições ogivais. Assim penso que posso fazer frente às situações que se apresentarem. A minha dúvida é quando estou de folga e porto minha arma particular cal .380. Seria uma boa alternativa municiar o carregador dela com munições expansivas (CBC gold hex, por exemplo) e ogivais (CBC silver point +P por exemplo) de maneira alternada: uma ogival e uma expansiva? Como sou adepto da técnica do double tap penso que a cada sequência eu teria o melhor dos dois mundos. O que você acha?
    Parabéns por todas suas iniciativas. O Brasil precisa de brasileiros como você.
    Perdoe-me a falta de concisão.

    • Lucas Silveira disse:

      Oi Carvalho,

      Obrigado pelo contato e pelas palavras de incentivo.

      Quanto às munições estamos trabalhando para ter testes mais sólidos para podermos dar uma resposta mais precisa aos nossos membros. Por hora, nossa compreensão é de que a munição GOLD da CBC, no calibre .380 vem deixando a desejar quanto a penetração mínima recomendada.

      Nos testes que fizemos até agora – que ainda precisam ser muito trabalhados, vale frisar – estamos tentados a entender que a Silver parece melhor que a gold, neste calibre.

      Quanto à disposição alternada nos carregadores, é uma opção bastante pessoal. Gente muito mais experiente do que eu vem recomendado o seu primeiro exemplo mesmo: um carregador para cada tipo de munição.

      No mais, vamos trabalhar com mais testes, O aprendizado e o treinamento precisam ser constantes.

      Unidos somos invencíveis

  36. Edgar disse:

    Como foi pedido em outro comentário, também seria interessante os testes em vidros de carro.
    Parabéns pela matéria

  37. Diogenes disse:

    Parabens pelo video.
    Vejo seu trabalho todo dia.

    Realizei algo semelhante com o calibre .32, pistola 765, Pietro Beretta, numa porta de compensado, 4 metros de distancia, tanto a ogival quanto a expansiva passam a porta, e no meu caso, fizeram bom estrago numa melancia.
    Abraco a todos.

  38. Ricardo Arcova disse:

    Realmente no teste da porta a GOLD contraria o vídeo com o gel balístico, mas tem que ver a densidade do GEL, pra mim aquele GEL ultrapassa a densidade do corpo humano, pelo que sei um osso e uma roupa não é mais dura que a porta de compensado, ai se usar uma silver point em um “maninho” provavelmente não irá expandir e ele ainda vai estar ativo.
    mas o ideal realmente intercalar, gold e ogival, se for em uma GC MD2 cabe 20 munições :D da pra “apavorar” o “maninho” ou os “maninhos” tranquilamente.

  39. Max disse:

    380 ate tem um razoavel poder de penetraçao,mas uma porta de madeira de lei dependendo da madeira nao fura mesmo.

  40. Alexandre disse:

    Boa noite

    Gostaria se saber usando uma munição 380 ogival em uma pt 738 o que furaria sem problemas

    Gostaria de saber quanto ao prolongados deste carregador de 6 para 8 disparos e quanto a um disparo de no máximo 15 metros com choco pleno 3 ttt o que poderia derrubas de fís. pernas com 28 ” de cano e o poder de parada de uma 20 com 20 ” de cano

    Muito obrigado

  41. Alexandre disse:

    Parabéns pelo site e quando será que teremos nosso direito retomado desta hipocrisia desarmamentista que além de não se informar atribuem as armas e não a educação de nossos jovens esta crise de pré guerrilha urbana

    Muito obrigado

    Alexandre

    Ps desculpe os erros de português corretos do celular

  42. Uesli disse:

    So não entendir uma coisa. Qual a relação das munições usadas na hora do teste..elas podem influenciar na transfixão?

  43. LEONARDO disse:

    A porta utilizada é muito fraca, o teste seria interessante usando outras portas mais resistentes tais como as usadas em “portas da frente”. A apresentada no vídeo até uma carabina de ar 4.5mm passa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*