Diga-me com quem andas…

Na crista da mais recente onda diversionista orquestrada pelo governo petista, com a finalidade de desviar a atenção dos cidadãos dos graves problemas que vive a nação, acenando com um inimigo externo que ameaça nossa soberania – no caso, os EUA e sua NSA – a cada dia temos na imprensa “equivocada” mais uma pílula sobre o vazamento de informações e a procura de conhecimentos sobre nossa vida política e econômica por parte dos “gringos”.

O fato de só ter aparecido, até agora, a Petrobrás como alvo econômico da bisbilhotice eletrônica apenas demonstra que poucas empresas brasileiras atingem um nível de importância que cause real atenção mundial por seus assuntos. Ou que há mais matéria guardada, a ser divulgada a conta-gotas, para fazer a crise durar bastante.

Enquanto isso, arrefecem os protestos quanto aos problemas que realmente afetam a vida dos brasileiros, motores das manifestações espontâneas de junho – nada a ver com as arruaças atuais montadas pela extrema esquerda, pelos anarquistas classe média Black Blocks e por marginais comuns – em que se exigiam melhor transporte, saúde, educação, gestão pública e honestidade.

O governo se diz surpreso e indignado pela busca de informes por parte dos americanos que, como potência que são, procuram todo tipo de informação que lhes possa ser útil. Assim, aliás, procede qualquer país, dentro dos limites de seu poder nacional.

O governo brasileiro não sabia disso? De onde vinham as informações a respeito do tráfico de drogas e armas que abasteciam nossa Polícia Federal? E as outras informações trocadas no interior da comunidade de inteligência americana, da qual o Brasil participa e se beneficia? Não, o mundo da inteligência não começou hoje, sempre existiu e sempre existirá. É claro que nossos governantes tinham conhecimento da existência de um grande e poderoso esquema de coleta de dados sobre todos, apoiado por tecnologia de ponta, em favor das grandes potências.

Só o governo brasileiro não sabia que a NSA é o maior centro mundial de SIGINT, isto é, inteligência obtida a partir de sinais, incluindo interceptação e criptoanálise? Também é o principal órgão estadunidense dedicado a proteger informações sujeitas a SIGINT, sendo, dessa forma, o maior núcleo mundial de conhecimento em criptologia. Foi criada no início da Guerra Fria, em 1952, e foi se adaptando às mudanças do mundo.

Sim, meus compatriotas: após a 2ª Guerra Mundial, houve uma Guerra Fria, que opôs democratas e comunistas e que só acabou com o desaparecimento da URSS.

Comunismo

Novamente sim, meus amigos: o comunismo acabou em todo mundo, menos em Cuba, Coreia do Norte e alguns países sul-americanos, dentre os quais desponta o Brasil. Quase cem anos depois da falecida e fracassada Revolução Comunista na Rússia, estamos criando nossos sovietes, mencheviques e bolcheviques, para reinventar o que não deu certo no mundo inteiro e reescrever a história. Parece que estamos fadados a andar sempre em círculos, incapazes de romper tal inércia e mover-nos para frente.

Numa das imagens apresentadas nos jornais e na TV, principalmente na mídia “equivocada”, como alvos da espionagem americana, aparecem o Brasil e mais alguns países vacilantes, sob o título: países amigos, neutros ou inimigos.
Novo arrepio de indignação: como podemos ser considerados inimigos? Nós, que sempre fomos tão democratas?

Observem o rumo de nossa política interna, sob um governo paquidérmico, incapaz e corrupto, cada vez interferindo mais no livre arbítrio e nas demais liberdades individuais do povo, aparelhando os órgãos do estado com companheiros e sindicalistas despreparados, controlando as atividades empresariais por meio de empréstimos generosos aos escolhidos e pela crescente carga tributária e ingerência no mercado de trabalho já engessado, apoiado por ONGs e “movimentos sociais” espúrios e, muitas vezes, criminosos. Isso é ser democrata?

Vejam como a política externa dúbia dos nossos últimos governos causa dúvidas sobre o real alinhamento internacional brasileiro, já admitindo que possa vir a ser inimigo do país que simboliza a democracia e o liberalismo em seu grau máximo.

Por quê?
Ora, basta ver os votos brasileiros nos foros internacionais, sempre contrários à posição defendida pelos EUA e aliados, mesmo em prejuízo de nossos reais interesses, desde que marquem a ideia de antiamericanismo.

Quem têm sido os amigos de fé, irmãos e camaradas do Brasil nos últimos anos? Os irmãos Castro, Cristina Kirchner, Nicolas Maduro – herdeiro bolivariano de Hugo Chávez – Evo Morales, Mahmud Amajinehad, Muammar al-Kadafi, o insano e divino imperador norte-coreano Kim Jong-um, além de uma plêiade de ditadores africanos cujas dívidas para conosco foram perdoadas… Isso é ser democrata?

Se os caros leitores tivessem um amigo assim, também não se precaveriam, colecionando dados de inteligência sobre ele?
Percebem em que barco, em que águas e em que companhia estamos navegando?

Não há, portanto, motivo algum para surpresa.

Dize-me com quem andas e te direi quem és, ensina o velho ditado.

Artigo retirado de: http://clubemilitar.com.br/nossa-opiniao-dize-me-com-quem-andas/


Publicado em Artigos
9 comentários sobre “Diga-me com quem andas…
  1. Pedro disse:

    Se nós brasileiros patriotas não podemos nem devemos confiar neste governo. Por que deveriam os americanos do norte faze-lo?
    Faço diversas críticas à política externa americana, mas não sou anti-americano! Adoro Soul, blues, rock, jeans e armas. Mas o serviço de informações tem que existir para manter uma “patrulha avançada” em território perigoso para prevenir ações presentes ou futuras.
    Acredito que gravar os dados de computador e telefonemas de todas as pessoas é um exagero típico deles mesmo, mas ter certeza de “com quem está lidando” em nível governamental internacional, aí já é prudência.

  2. marduck disse:

    pow, sempre curti os post da Campanha, e compratilhei informacao relevante, alem d trazer o maior numero d pessoas a favor do armamento.
    ao ler essa materia, me senti furstado, sou comunista, e membro d balck block.
    tenho plena conviccao d q o estado nao pode me proteger, e por vezes o proprio estado me ameca.
    gostaria d saber o q farao v6, ao receber a vizita d um agente da PF para recolher sua arma?
    pois acreditei q seria o msm q fazem os Black Block, q resitimos, e lutamos, qnd um direito nos eh negado, ou nos rebelamos contra a injustica, hj, ainda, apenas c/ pedras e paus.
    via, no movimento armado, uma futura guerrilha d libertacao nacional, semalhante a guerrilha do araguaia.
    se a campanha prega o “MOLON LABE”, qnd chegar a hr entregar… vai descarregar, desmuniciar e entregar… s/ lutar?
    ja disse plinio d arruda sampaio: “tm d quebrar o pau… fisicamente!”
    acredito num estado majoritario, constituido por tds, e munido por esse, assim qnd os governantes desvirtuarem da vontade do publico, nos msm seremos as forcas armadas para destitui-los, e a soberania se fara ombor a ombro pelo cidado pois em cada casa remanecera um soldado. qnd o governo eh temido pelo seu povo, eh ditadura.

    • Daniel Ribeiro disse:

      Marduck, não me leve a mal, mas eu percebo que você não está pensando com muita clareza. Vamos lá:
      Você se diz Comunista, mas diz ser a favor das armas nas mãos dos civis. Perceba: O Comunismo nunca foi, nem nunca será, favorável a armas nas mãos dos civis.

      Perceba que em Cuba, na Coreia do Norte, na extinta União Soviética e na China os civis não tem o direito de ter armas.

      Aos comunistas as armas só interessam antes da revolução. Depois, o governo se encarrega de tomar todas as armas, detendo o monopólio da força.

      Outra coisa: Você diz que acredita em um estado majoritário… O que isso quer dizer exatamente? De que forma um estado comunista é um estado constituído por todos? Até onde sei, no Comunismo existem apenas duas castas: Os membros do partido e os escravos.

      O que é o Comunismo? É o BEM COMUM, é o fim da propriedade privada e o estado onde o partido é o dono de todos os bens e de todas as pessoas. De que forma isso pode ser bom?

      Como pode o governo ser o dono da casa onde você mora e isso ser bom para você?
      Como pode o governo ser o seu dono, e isso ser bom para você?

      Pense bem amigo… Talvez você esteja defendendo a bandeira errada sem saber.

      • Alan Aragão Nunes disse:

        Daniel, acredito que deva voltar a escrever sobre motos, o comunismo é quando o Estado é abolido e os partidos vão junto, no socialismo a propriedade privada que é combatida é outra, é a propriedade dos meios de mão de obra, não consigo acreditar numa página como essa, infelizmente chamar o Brasil de comunista é de uma burrice sem tamanho…
        Já faço muito, agora dar aulinha em fim de ano é demais…

        • Daniel Ribeiro disse:

          Se vai argumentar, argumente direito. Não mande um Ad Hominem achando que vale algo.

          Comunismo significa o fim da propriedade privada e o estabelecimento da propriedade comum. Isso todo mundo sabe. No comunismo, nada é de ninguém, pois tudo é do estado. Não é apenas dos meios de produção, mas sim de tudo.

          Se eu vivo em um estado comunista, e hoje decido abrir uma fábrica de qualquer coisa, a fábrica passa a não ser minha. Que incentivo eu tenho para abrir a fábrica então? Vai ver é por isso que em Cuba não se fabrica NADA a não ser charutos… Afinal, sem charutos os Castro não vivem.

          O estado é abolido? Que piada… Fala isso para os irmãos Castro, ou para o Kim Jong-il. Pergunte qual “o emprego” deles.

    • gabriel gustavson disse:

      nossa, pelo amor heim, eu acho que vc tem que repensar um pouco suas referências… primeiramente estude a verdadeira história da ditadura militar, do episódio do araguaia… enfim… e também é triste ver que alguns ainda creem no socialismo.

  3. Zimar Tavares disse:

    Boa Tarde ,com toda certeza , diga com quem tu andas e deirei quem és ! Bem dito Daniel Ribeiro ! Parabens pelo texto defesa org !

  4. Alex disse:

    Eu acho incrível a forma de pensar desses comunistas. Incrivel no sentido de espanto, quem em plena sanidade mental gostaria de viver num estado comunista? É simplesmente um inferno, a pessoa perde sua identidade, vira apenas um ser vivente imbecilizado a serviço do estado / partido. Viver como um escravo do governo, não ter posses, não poder emitir sua opinião própria, ser doutrinado e alienado com ideologias totalmente descabidas da realidade a serviço da escravidao do individuo para com o estado, pelo amor de Deus, isso é pedir para viver em um manicômio a céu aberto. Ainda bem que existe as divisórias políticas, culturais, as soberanias senão viveriamos em um mundo como a Coreia do Norte, amando e idolatrando o nosso grande general. NOJO.

  5. Gilter disse:

    Ótimo texto…quem apoia comunismo deveria estudar melhor a respeito ou ir fazer um estagio em CUBA lambendo botas de ditador…Nós que defendemos o direito a igualdade, liberdade, defesa e propriedade, jamais aprovaremos o comunismo. Isso é uma contradição aos princípios morais dos Brasileiros que realmente lutam por um pais Justo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*