Dep. Guilherme Mussi (PP/SP) é novo relator do PL 3.722/12

Brasília, 12 de Março de 2015.

PL 3.722/12 tem novo relator

Já está definido o novo relator o PL 3.722/12, que pretende revogar o Estatuto do Desarmamento. Depois de 2014 ter se encerrado com um péssimo trabalho do último relator, para 2015 Eduardo Cunha, Presidente da Câmara dos Deputados, designou o Dep. Guilherme Mussi para a função.

Dep. Guilherme Mussi sempre se posicionou favorável ao direito de acesso às armas e tem-se a expectativa de que ele faça um relatório de acordo com o que o povo brasileiro acredita

A comissão deve continuar a contar com a inquestionável presidência do Dep. Marcos Montes (PSD/MG).

O Instituto DEFESA, que já havia feito contato tanto com o atual presidente quanto com o atual relator em 2014, voltará à Câmara, em nome de seus associados, para reafirmar junto ao parlamentares a necessidade de flexibilização da legislação em vigor.

O papel das Comissões Temporárias

São órgãos técnicos, criados pelo Presidente da Câmara e, igualmente, constituídas de deputados(as), nas seguintes situações:

  1. Comissões Especiais – com a finalidade de emitir pareceres sobre proposições em situações especiais (PEC, Códigos etc.) ou oferecer estudos sobre temas específicos;
  2. Comissões Externas – para acompanhar assunto específico em localidade situada fora da sede da Câmara;
  3. Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) – destinadas a investigar fato determinado e por prazo certo.

Todas elas se extinguem ao final da legislatura em que são criadas, ou expirado o prazo fixado quando da sua criação ou, ainda, alcançada a sua finalidade.

As Comissões Temporárias ainda apreciam denúncias contra crimes de responsabilidade cometidos por Presidente da República, Vice-Presidente da República ou Ministro de Estado.

Comissões Especiais

Comissões Especiais possuem caráter temporário. São criadas para examinar e dar parecer sobre alguma das seguintes espécies de proposições: Propostas de Emendas à Constituição – PEC; projetos de código; projetos que envolvam matéria de competência de mais de três comissões de mérito; denúncia oferecida contra o Presidente da República por crime de responsabilidade ou projeto de alteração do Regimento Interno. Algumas Comissões Especiais são criadas também, na prática, para estudar determinados assuntos e apresentar projetos sobre eles.

 


Deputado GUILHERME MUSSI

 Informações do Deputado
Foto do Deputado GUILHERME MUSSI

  • Nome civil: GUILHERME MUSSI FERREIRA
  • Aniversário: 14 / 10 – Profissão: Administrador de Empresas
  • Partido/UF: PP / SP / Titular
  • Telefone: (61) 3215-5712 – Fax: 3215-2712
  • Legislaturas: 11/15 15/19
  • Biografia
  • Fale com o deputado

Endereço para correspondência


 

Deputado MARCOS MONTES

FacebookTwitterE-mailMais

Informações do Deputado

Foto do Deputado MARCOS MONTES

  • Nome civil: MARCOS MONTES CORDEIRO
  • Aniversário: 3 / 8 – Profissão: MÉDICO, PROFESSOR DE MEDICINA, MÉDICO DO TRABALHO
  • Partido/UF: PSD / MG / Titular
  • Telefone: (61) 3215-5334 – Fax: 3215-2334
  • Legislaturas: 07/11 11/15 15/19
  • Biografia
  • Fale com o deputado

Endereço para correspondência


 

Você considera a atuação do Instituto DEFESA junto aos Deputados importante? Torne-se um membro premium e financie nossas atividades. Saiba como.


Publicado em Notícias, Projetos de lei em tramitação
21 comentários sobre “Dep. Guilherme Mussi (PP/SP) é novo relator do PL 3.722/12
  1. Marcio disse:

    Só a sigla do nobre deputado é que me deixa com um pé atras… PP. Mesmo assim, vamos torcer e cobrar.

    • Lucas Parrini disse:

      Bom dia!

      Pelo o pouco que sei do PP, o partido é bem dividido em relação a ideologias. Bolsonaro por exemplo, vive “discutindo” com outros membros por discordar deles.
      Mas é isso aí, melhor o pé atrás mesmo!

    • Lucas disse:

      Do meu ponto de vista, não tem partido que não me deixe com pé atrás no Brasil (ou ambos os pés atrás mais um escudo balístico à frente, tamanha a desconfiança)… mas concordo que o PP é bem… confuso, na falta de um adjetivo melhor para descrevê-lo.
      Bem, vamos torcer para que o nobre deputado e seus colegas realmente trabalhem em prol dos interesses da população este ano, e que as coisas realmente saiam do âmbito do “projeto” de uma vez por todas.

    • Marcio disse:

      Tive o mesmo sentimento sobre o seu comentário sobre o partido do deputado.

  2. Jorge Boanerges disse:

    Pessoal, vamos enviar o máximo de emails possível!!

    Vamos encher a caixa de entrada dele com nossa opinião, demonstrando o interesse da população, defendendo o direito à defesa com armas, exigindo um relatório favorável a nós e cobrando celeridade no trâmite.

    Tudo com respeito, clareza nos nossos objetivos e firmeza de opinião.

    Concluo como nosso lema: “UNIDOS SOMOS INVENCÍVEIS”!!

  3. Alberto de Almeida Polaek disse:

    Fica a expectativa desse senhor não ser um desarmamentista INFILTRADO, como foi o desonesto Caludio Cajado.

  4. Nilson Bitelo Winter disse:

    Sou pelo direito de auto defesa do cidadão pois o Estatuto do Desarmamento esqueceu de desarmar os bandidos, ficando todos eles na certeza de que podem abordar qualquer pessoa de bem, qualquer momento que não haverá resistência.

  5. Bruno disse:

    Já mandei minha mensagem para fazer o relatório do projeto na forma proposta pelo Peninha, o que é quase impossível, mas é o que nós queremos.

    Porque não indicaram um relator delegado logo de vez?

  6. Sergio Coelho disse:

    Tem que ter a Lei de desarmamento para o bandido, não somos e compramos armas importadas, somente nacionais e de permissão para civil, eles tem armas exclusivas das Forças Armadas e restritas para militar, está tudo invertido, mal intencionado essa Lei.

  7. Amilcar Quinhones disse:

    Espero que com o novo relator ás diretrizes andem em passos largos.
    Precisamos de pessoas sérias como o novo Deputado.

    Prof. Amilcar Quinhones

  8. Neuton Brum disse:

    De qualquer maneira existe um Estatuto válido e que deve ser cumprido. O EB não está liberando os CRs no RJ. Vamos ter que aguardar outra vez até votação do PL?

  9. Rodovaldo disse:

    vamos com deus que so ele pode nus ajudar ok

  10. Andrés Erosa disse:

    Entendo que nossos políticos tem a função e a obrigação de sempre proteger as pessoas de bem, as famílias dignas e trabalhadoras. Por isso é essencial que todo brasileiro possa ter, transportar, praticar, guardar e portar armas para a sua proteção e dos entes. E caso algum cidadão cometa algum ilícito que pague por ele, mas é fundamental TER O DIREITO DE PROTEGER A SI E AOS SEUS.

  11. Alvaro Panoni Junior disse:

    Como muitos de nós brasileiros, adquirimos no passar dos anos, esta desconfiança partidária me incluo neste grupo. Mas ao mesmo tempo, afirmo a condição de querer com veemência o direto a autodefesa .

  12. jonas carlos silva disse:

    Pp tenho minhas dúvida s

  13. jose marcelo dias disse:

    Espero que sejamos vitoriosos, pois o desmantelo é muito grande, emquanto a bandidagem anda com .40, 9mm,.45, fuzil automatico, metranca, nos andamos com um pedaço de pau.

  14. marcelo botelho disse:

    [Fale com: GUILHERME MUSSI] Parabéns pela Relatoria da PL 3.722/12!! Desejo ao senhor muita sabedoria nessa novo cargo hora designado! Contamos com o Sr. para mudar o destino de uma população acuada e desprotegida. Pela Revogação do Estatuto do Desarmamento!!

  15. Valdemir Lopes Nunes disse:

    Socorro, Socorro, Socorro, Senhores POLÍTICOS o povo Brasileiro confiou na tua função e é tua obrigação de sempre proteger as pessoas de bem, as famílias dignas e trabalhadoras o povo Brasileiro esta sofrendo com isto até quando! Por isso é essencial que todo brasileiro possa ter sua arma, transportar, praticar, guardar e porta-las para a sua proteção e dos entes querido. Temos que ter o direito de nos proteger e a nossa própria família. Senhores políticos por favor olhe o exemplo do nosso visinho irmão o ” PERU”.

  16. Márcio disse:

    Galera!!! Consegui trocar uma idéia com o proprio PENINHA via face ontem 18/03. Ele me disse que o relator ainda não está definido. Confirmem essa informação.
    De qualquer forma sugerí o nome do Dep. Jair Bolsonaro. Vai que….

  17. Junior disse:

    É revoltante o trabalho do último relator, Dep. Claudio Cajado! O ilustríssimo quer alterar a idade de posse e porte para 25 e 30 anos, respectivamente! Um absurdo! Alegou o Dep. Claudio Cajado que idades menores a essas são imaturos! Ora, existem polícias que admitem pessoas com até 18 anos! Esses congressitas tem visão agressivamente distorcida da realidade e moucos quanto ao anceio de maioria da população.

  18. Paulo Araujo disse:

    Quando esses políticos idiotas vão aprender que eles trabalhão para o povo são servidores públicos e não ditadores públicos estão lá para atender a demanda do povo que ficou bem clara no refendo com o não ao estatuto do desarmamento.
    Esse deputado ca já do deve sofre de algum problema mental tem dificuldades cognitivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*