Consultoria da Câmara dos Deputados afirma: armas previnem crimes

Brasília, 04 de Setembro de 2015

Foi publicado no último dia 30, o estudo técnico Nº 23/2015, organizado pelo Sr. Fidelis Antonio Fantin Júnior.

O material, que objetiva fornecer SUBSÍDIOS À ANÁLISE DO PL no 3.722/2012 , traça conclusões importantíssimas, notadamente:

1. Não há evidências de que maior facilidade para compra ou porte legal de arma de fogo aumente os índices de crimes violentos;

2. A contrario sensu, políticas de maior liberdade de possuir e portar armas tendem a apresentar reduções nos índices de crimes violentos, incluindo homicídios;

3. As taxas relativas e os números totais de homicídios após 1997 (início da política desarmamentista no Brasil) mostram tendência de alta, a exceção de breve período (2004-2007), que teve as taxas reduzidas puxadas especialmente pelos estados de SP, RJ e PE, com volta da elevação a partir de 2008;

4. Penas muito rigorosas para situações cotidianas, em que não há ameaça a inocentes, nos casos de posse ou porte uma arma especialmente quando há uso em legítima defesa, têm sido vistas com certo ceticismo por condenar pessoas honestas e pacíficas que apenas visam se defender;

5. Treinamento em uso de arma de fogo é altamente recomendável, mas negar o direito de uso a quem não tenha treinamento prévio pode inviabilizar o direito de defesa e também dificultar o desenvolvimento das habilidades desejadas por parte do usuário;

6. A tese de que restrições ao direito de autodefesa beneficiam e estimulam a criminalidade violenta, por facilitar a ação de criminosos, parece comprovada;

7. O percentual de vezes em que ocorrem ferimentos sérios ou mortes quando armas são usadas para autodefesa é muito baixo;

8. A história mundial tende a demonstrar que um país mais armado é um país mais protegido e pacífico, normalmente também mais livre, democrático e próspero;

9. A posse de armas pela população pode ser um importante fator para a defesa nacional e também contra a possibilidade de instalação de um governo tirano;

10. Os custos do controle de armas, aos moldes do SINARM, é elevado e seus benefícios questionáveis;

Leia o material completo. Clique aqui.

 

 


Publicado em Estatística e Ciência, Notícias
25 comentários sobre “Consultoria da Câmara dos Deputados afirma: armas previnem crimes
  1. brunoalex4 disse:

    Vamos ver se agora, depois desse “caminhão” de argumentos, eles se convencem.

    • Antonio de Souza Batalha. disse:

      O bandido sabendo que o cidadão está armado, ele sabe o risco que corre ao assalta-lo, em virtude disto ele vai procurar emprego ou trabalho deixando de ser ladrão, consequentemente vai produzir riqueza para o nosso pais.

  2. Bruno disse:

    Sensacional!

  3. antonio disse:

    Tudo correto, infelizmente conheço muitas pessoas que por educação acreditam que quando um ladrão te assalta, você deve oferecer flores para ele.

    • Antonio de Souza Batalha. disse:

      As pessoas precisam ter ideias próprias, aconselhamento não funciona, esse ideia de entregar tudo e não reagir, não tem funcionado,isto porque, mesmo assim ele matam, o melhor e ter condições própria e poder se defender de arma em punho.

  4. JORGE PEDRO DA SILVA disse:

    SIM SEM DUVIDAS AS ARMAS PREVINE CRIME QUANDO ELAS SÃO USADAS POR PESSOAS QUE SABE USAR PARA QUE POSAMOS USAR UMA ARMA PRIMEIRO LUGAR TEMOS QUE SABER COMO E QUANDO TER NECESSIDADE DO USO ESTANDO EM PODER DO USO DA ARMA OK

    • Gil Celidonio Jr disse:

      Para aprender a usar criteriosamente, precisa ter contato com armas. Ganhei a minha primeira aos 13 anos de idade, presente de meu pai, uma carabina 22 LR. por meses, só podia manusear a arma na presença dele, que me instruía quanto ao uso seguro dela. Conceitos como: “arma descarregada é que mata por acidente”, cansei de ouvir! “vira essa arma para o chão, menino!” também! E após meses limpando e lubrificando a “winchester” pude finalmente, devidamente acompanhado, ir ao stand de tiro! Nunca provoquei uma acidente, devo ter disparado uma arma mais de 50.000 vezes, cheguei a ter 9 em casa, de diferentes calibres, e o que aprendi com meu pai, ensinei aos meus filhos! Nenhum se tornou homem violento! Pelo contrario!

  5. Carlos Aberto Dos Santos disse:

    Estamos vuneravel a ação de bandidos.não podemos fazer nada

  6. Henrique disse:

    Sou primo do Fidélis e como ele totalmente a favor do uso de armas de fogo pra defesa.

  7. Henrique Fantin disse:

    Sou primo do Fidélis e como ele totalmente a favor do uso de armas de fogo pra defesa, garacas a Deus temos pessoas como o Lucas Silveira e meu primo pra lutar perante o governo podre por nosso direito a defesa.

  8. steneo soares disse:

    Boa noite! Já tenho posse gostaria muito de obter o porte,pois moro em uma regiao muito perigosa onde já. Fui vitima de assalto inclusive alvejado mais graças a Deus me livrei.

  9. Gil Celidonio Jr disse:

    Finalmente parece que a razão esta prevalecendo! Que Deus inspire nossos parlamentares!

  10. Anderson Carlos Batista disse:

    Que ótimo espero que as autoridade apoiem melhor o setor de segurança prisional, militar e civil. Espero que este é caminho mais democrático e consciente para nossa proteção.A chance de defender a nossa vida que trabalho no ramo é fundamental, fico comtenti.

  11. luiz roberto obersteiner disse:

    Quem tem que decidir como devo promover minha defesa sou eu, porque, o Estado brasileiro e incapaz de dar seguranca aos seus cidadaos de bem, porque, sempre fomentou que a miseria traria votos mais faceis e baratos, e nessa ideologia barata e mesquinha acabou de criar um mar de escoria humana incapaz de ser combatida ou modificada por que? porque, nao possuem cerebro preparado capazes de absorverem bons ensinamentos.

  12. João Antonio Luiz disse:

    A volta do armamento civil, inclusive com controle de porte de
    Arma e treinamento e de necessidade URGENTE!!!

    OBS.: TIVE PORTE DE ARMA MUITO TEMPO E TENHO ARMA REGISTRADA A MUITOS ANOS PARA DEFENDER MINHA FILIA, VE QUANTOS PROCESSOS TEM EM MEU NOME POR MAL USO DELA… NENHUM, OK!!!

    JOAO ANTONIO.

  13. Marcos Aurélio Carvalho Santos disse:

    Eu só acreditaria, se estes que é contra o cidadão de bem ter uma arma, se os seguranças deles deve de andar armado,andasse com uma rosa e um pombo branco,parece que o pau que bate em Chico não bate em Francisco.

  14. josoe Medeiros disse:

    Vivemos em um país em que o trabalhador o pai de família esta na mão de criminosos não pode nem sequer possui uma arma de fogo por que core o risco de ser preso em quato meninos de 14 15 anos estão estão fazendo e acontesendo andao bem armado e a polícia não tem estrutura para realmente proteger a população brasileira isso também e coisa de ignorante e e corrupção porque corromperao o direito de possui uma armar

  15. Antonio de Padua Soares Bicudo jr disse:

    Sou totalmente favorável aos portes de armas aos cidadãos de bem.
    Sempre tive portes de arma (estadual do Paraná e federal da Polícia Federal), tendo sidos cancelados decorrentes da política desarmamentista imposta pelo governo federal, através do PT/PMDB.
    Sou da opinião de que quando for autorizado os portes de armas no Brasil aos cidadãos de bem, seja nos moldes dos EUA, sem alguma restrição para os tipos de armas e munições, as quais são adquiridas e portadas livremente pela população.
    No transcorrer da semana que vem irei visita-los e colaborar com a causa desta instituição.

    Bicudo 41-8873.7979 Vivo.

  16. Marcello disse:

    Conclusões perfeitas do estudo técnico. Espero que realmente sirva para abrir a cabeça dos caras lá. Já passou da hora disso tudo mudar, e nosso direito ser respeitado.

  17. Flávio Costa Silveira disse:

    Boa notícia. Nasci em 1962 no interior de Camaquã em uma família de caçadores. Na região todos usavam armas. A diversão das familias nos fins de semana eram as corridas de cavalos em canja reta. Lembro de ver meu Avô juntamente com os demais vizinhos frequentarem o evento armados e se responsabilizarem pela ordem. Todos conviviam em harmonia. Nunca vi ninguém naquela região usar uma arma contra alguém ou colocar em risco um inocente. Os crimes na região de fato eram furtos esporádicos. Não se tinha notícia de roubos onde o meliante enfrenta a vítima. Nos sentíamos seguros com nossos parentes e vizinhos armados. Foi uma infância tranquila e sem traumas. Quem nasceu nesta época, especialmente no interior sabe do que estou falando.

  18. Lucas Parrini disse:

    Texto magnífico!

  19. Marcos disse:

    Se o Estado oferecesse segurança a população, jamais iriamos requerer o uso de armas, mas o que estamos presenciando é a sociedade sendo extinta do planeta devido a astucia dos bandidos. atualmente não podemos fazer nada, apenas esperar a piedade dos bandidos, quando dar sorte escapa ileso, do contrário atiram e nada podemos fazer, apenas esperar a morte. Se a população criou o desarmamento, então trate-se de mudar esta ilegalidade.

  20. silvio delgado disse:

    Meu pai senpre andou armado e nunca envouvel em brigas ou em otra o correncia eu tenho arma e nuca fui parar numa delegacia sou afavor a arma legalisada….

  21. Antonio de Souza Batalha. disse:

    O melhor que se pode fazer é revogar inteiramente o Estatuto do desarmamento, voltando assim o que era antes.

  22. Josias disse:

    A favor do uso de armas por cidadãos. Complemento ainda o seguinte: 1- aumento do prazo para renovação para 5 anos, como já colocado em diversos artigos e pessoas; 2-Permissão para teste da arma e treinamento em estande de tiro; 3-Porte a partir do quinto ano de posse da arma; 4-Especificação dos crimes que inviabilizem o porte, e os que inviabilizem a posso; 5-Diminuição dos preços de taxas para exames de aptidão psicológica e de tiro; 6-Cursos obrigatórios e gratuitos de disciplina, autocontrole, cidadania, quando da primeira aquisição, 7- Permitir e/ou facilitar o mercado internacional de vendas de armas por empresas dentro do cumprimento da lei, devidamente regularizadas, aumentando a concorrência e favorecendo o investimento das empresas já estabelecidas a melhorar a qualidades dos produtos ofertados. Não basta melhorar o designe se a arma tem baixa durabilidade,auto índice de panes, falhas e quebras. NÃO SE PODE PERMITIR QUE AS EMPRESAS PRODUZAM ARMAS PARA DEFESA SE BASEANDO NA OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA, o governo deve obrigar a testes de qualidade necessários DE DURABILIDADE E CONTRA PANES. 8-Permitir que as pessoas com armas legalizadas e já usadas possam dar baixa para aquisição de uma outra nova ou moderna, pois o crime também evolui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Próximos eventos
  1. Combat Rescue – Tactical Combat Casualty Care

    outubro 21 @ 8:00 - outubro 22 @ 17:00