Arquivo do blog

TESTE: Faca de Combate x Carne

Você já viu como é o estrago real de uma faca de combate em um pedaço de carne?

Facas de combate são customizadas para serem o mais letais quanto possível, o objetivo é neutralizar o inimigo com eficiência e oferecer superioridade tática ao operador.

Muitos acreditam que a faca é um backup, para quando a arma não pode ser usada ou falha, mas a verdade é que um operador treinado pode tratar este equipamento como item principal de sua defesa pessoal em situações onde o alcance e a situação são completamente favoráveis, é neste ponto que o design destas lâminas fazem completa diferença.

Neste teste, mostramos como é o desempenho de uma faca de combate em um pedaço de carne:

Curtiu, não deixe de comentar.
Para mais testes Inscreva-se no canal do Batata: https://www.youtube.com/channel/UC_zcJcSmGbuu3K_KFknYzfw

[Vídeo] Review e testes da machadinha Extreme

Imagine ferramentas projetadas para suportarem o máximo de castigo mecânico e continuar operando, este é o projeto Survivalist, que engloba facas de sobrevivência, facas EDC e ferramentas como a Extreme, uma machadinha tática, com capacidades de resistência elevada, criadas para operar em cenários onde falhas custam vidas.

A machadinha é construída com tecnologia top de linha, e o design favorece ainda mais suas multi funções tornando a peça um coringa, a ponta “spike” reforçada, além da função de romper armaduras em combate, ainda opera como uma picareta ou pontalete, dando apoio a alavanca no cabo para arrombamentos ou resgate.

Composta de uma única peça de 7 mm de espessura em aço SAE 6150, a machadinha tem tratamento térmico integral e dureza elevada para fazer frente a maioria dos materiais comuns, no video abaixo, um teste de corte contra uma corrente de 5mm de bitola feito em aço carbono 1040, onde a ferramenta termina intacta, procedendo cortes na sequencia.

Nunca jamais castigue sua ferramenta se não houver a real necessidade, os testes são extremos, mas controlados e repetições de exigências e experiências dos fabricantes para garantir a eficiência da ferramenta em situações de crise.

Espero que gostem do post!

Caos no ES: Recursos básicos para armazenar em casa.

Situações como esta no Espirito Santo causam uma enorme insegurança, milhares de pessoas sitiadas em suas casas, roubos, estupros, mortes e saques pelas ruas, sair não é uma opção inteligente, mas, se houver uma brecha segura para comprar alimentos e coletar recursos, esta lista pode ajudar:

Arroz- Barato, pode ser armazenado por anos e é garantia de carboidrato para manter um ser humano vivo.

Feijão- O complemento ideal para arroz e também pode ser armazenado por muito tempo.

Bolachas e farináceos- Bolachas do tipo “agua e sal”, biscoitos recheados, salgadinhos de milho, podem ser guardados por muito tempo e servem bem para o café da manhã.

Leite- Para as crianças e para compor receitas de pães e bolos. opte pela variedade longa vida ou em pó.

Carnes em lata- Duram por 2 anos ou mais e não precisam de refrigeração.

Galão de água- A distribuição de agua pode ser afetada pela ausência de funcionários na distribuidora, então racione e armazene água.

Farinha- Para pães e bolos, armazene também farofas temperadas e vitaminadas.

Frutas e verduras – Batatas, acelga, laranjas, tomates cereja, cebolas, cenouras, repolho são exemplos de frutas e verduras que duram bastante, você também pode armazenar conservas e geléias.

Outros preparos básicos:

Lanternas e pilhas
Sal
Açucar
Água sanitária (Para purificar água e desinfetar ambientes)
Gás
Combustível (etanol dura por até um ano)
Remédios de uso contínuo

Dicas Valiosas:

Não saia sozinho, forme grupos com vizinhos e parentes

Saia somente em plena luz do sol e busque locais movimentados

Fique alerta para ameaças e tumultos

Tente fazer tudo de uma vez de forma rápida e organizada.

Evite confrontos.

Tranque TODAS as portas de casa, sem exceção, não facilite a vida dos invasores.

Reagir sempre, em crises como essa sua vida vale mais que tudo, se puder lutar LUTE!

Se quiser saber mais sobre preparação e sobrevivencialismo, acesse as mídias do Guia do sobrevivente:

Portal: http://goo.gl/6PVQJu
Bunker Food: http://goo.gl/SzZgVF
Facebook: http://goo.gl/eaGRaz
Twitter: http://goo.gl/EhtT83
Instagram: http://g7oo.gl/nyACxS
Twitter: http://goo.gl/KFxQDF

Kit Abrigo para Emergências

Milhares de pessoas no mundo… espere! Vou reformular.
Milhares de pessoas no Brasil todos os anos são arrancadas de suas casas porque o inferno desceu na terra. Seja na forma de uma enchente, um tsunami de lama de alguma empresa psicopata, um desastre natural, como uma erosão ou um acidente químico/radioativo qualquer,(sim cara, nós temos isso e muito) muitas pessoas tem de evadir de suas casas as pressas, e muitas delas não tem para onde ir ou estão impedidas de fazer, neste caso a solução é amargar um abrigo improvisado.

O ponto não é se vai ou não acontecer e sim quando vai acontecer, e o que você fará se for uma das vitimas.
Os sobrevivencialistas criaram o BOB, BUG OUT BAG, uma bolsa de evasão que você deixa na sua casa pronta para emprego, se em algum momento um bombeiro ou operador da defesa Civil bater a sua porta e ordenar a evacuação, você apanha esta bolsa e nela encontra tudo o que precisa para se garantir e se manter.

Como montar um BOB? Um BOB é feito em partes, com módulos bem definidos e este vídeo mostra um deles, o abrigo, uma proposta realmente sólida de proteção climática completa, pesando apenas 1,8 kg.

Assista, comente e deixe seu apoio no canal. Prepare-se para tempos difíceis e Inscreva-se para seguir nosso conteúdo.

Batata

Fogo de sobrevivência – Como montar um kit completo

Fogo é vida.
Presente em todas as casas, o fogo trás conforto, cozinha os alimentos, aquece e em situações de sobrevivência protege e trás esperança.

É muito importante ter uma reserva de meios para conseguir este recurso com facilidade e isso vai além de acender a churrasqueira no fim de semana, um kit bem estruturado é uma garantia, um meio extra que garante sucesso.

Neste vídeo, um tutorial de como montar um kit para aventuras, segurança da missão e sobrevivência:

Abraços

Fiel de faca: Como fazer e porque usar.

Colocar um cordão resistente que prende o pulso ao cabo de uma lamina não é novidade. Caçadores primitivos usavam esta artimanha para não perder suas valiosas facas de caça.
Na idade média, escolas marciais tradicionais sugeriam uma amarração similar, principalmente em duelos e grandes batalhas para tentar minimizar o efeito do desarme de adagas e espadas, a fita ou cordame era praticamente atado nas mãos.
Alguns fiéis de faca são verdadeiras obras de arte, nós intrincados, bonitos, complicados, outro como este que mostraremos são simples e funcionais e abrem novas perspectivas de uso e aplicações.

O manejo de laminas téticas em ambientes escuros por exemplo, feitas para que sejam notadas somente no último segundo, “camufladas” em ambientes de baixa intensidade de luz o fiel agrega valor, impedindo quedas acidentais e segundos preciosos procurando a faca. Um fiel também pode ancorar a faca na mão praticamente anulando efeitos escorregadios como sangue e suor.

Janelas, beiradas de prédios, muros, cercas e até o lago durante uma pescaria são potenciais locais onde um deslize faz com que o operador perca sua valiosa ferramenta, então Fiel nela.

O vídeo a seguir mostra uma técnica muito simples e funcional que pode ser improvisada em qualquer cenário com praticamente qualquer faca e compreende diversas aplicações:

Muito obrigado pela sua presença aqui, se puder deixe seus comentários e observações e não se esqueça de se inscrever no canal para mais vídeos e técnicas de sobrevivencialismo.

Abraço.
Batata .

Como montar um kit doméstico para emergencias : Kit 72hs [vídeo].

o kit 72hs é um predecessor das mochilas BOB ( Bug Out Bag) ou mochilas de fuga, sua principal característica é ser composto de itens básicos, encontrados em qualquer supermercado e farmácias e manter se conectado ao uso instintivo de qualquer pessoa sem a necessidade de treinamentos especiais ou equipamentos mais avançados.

O kit deve atender famílias em momentos de crise, como desastres aproximados e pontuais, quedas de energia, SIP ( Shelter in Place) que é a montagem de um abrigo contra risco químico-biológico, abrigos para eventos climáticos e também serve como base para kits de emergência em veículos, tubos de sobrevivência ( Survival cache) e a maioria das estratégias de preparação.

É o primeiro passo, deve ser o primeiro investimento familiar no sobrevivencialismo e por sí só é a garantia inicial necessária até a intervenção ou ajuda externa.

Com treinamento e estudo vem a evolução e adição de mecanismos mais complexos como o de navegação, uma composição mais avançada no sub kit de primeiros socorros, rações, material de camping, higiene, vivência a longo prazo, armas, caça, pesca, energia renovável e por aí vai, até que a composição da BOB esteja completa.

O vídeo a seguir é um tutorial completo, com cada item da montagem sendo discutido e ponderado em suas aplicações visando atender qualquer pessoa, afinal, nem só os especialistas tem a motivação para sobreviver e este kit vai ajudar.

Obrigado pela presença e fiquem seguros!!!

Como fazer um arco e flecha de sobrevivência

Preparo prévio é tudo em sobrevivência.
Neste vídeo eu mostro como improvisar um arco e flecha de sobrevivência com alguns itens simples que podem ser acondicionados em um kit ou até em uma bainha de faca.

O importante é se preparar e ter alguns recursos multi funcionais para improvisar em situações difíceis, um arco como este vai prover alimento na forma de caça de pequenos animais e pesca e proteção pessoal contra predadores de 2 ou 4 pernas.

Abraços e inscrevam-se no canal para mais vídeos.

?sub_confirmation=1

[Vídeo] Comparativo entre bestas comuns

Você acha que só algumas indústrias de armas de fogo abusam dos consumidores?
NÃO! A falta de informação ou informações erradas afetam todos os segmentos, poucos erram de boa fé, a maioria de propósito para vender mais, ou mais caro.

Crossbows são armas com um coeficiente letal muito alto, a facilidade de acesso e o preço de alguns modelos mais simples é um grande atrativo, já que o aspecto “marcial” da prática nunca é levado em conta e são vendidas como equipamento esportivo para maiores de 18 anos.

No Brasil as mais acessíveis vem da China, armas com alcance de até 200 m mas indicadas para uso em alvos até 30 m, entre estas armas mais simples, 2 são as mais polupares e fáceis de achar a besta de “120” libras ou 54 kg, e a besta de 150 lbs (68 kg), decidi pesquisar e fazer um comparativo entre elas, e a pesquisa é um reflexo do descaso clássico ao consumidor brasileiro.

Assista ao vídeo e deixe suas opiniões, inscreva-se em nosso canal para mais vídeos de sobrevivencialismo e autossuficiência e nos vemos em breve, abraços.

Sobre a capacidade letal das crossbows.

Quem chega a meu canal geralmente se surpreende ao perceber que eu não pratico modalidades de tiro com flecha relacionadas ao tiro esportivo propriamente dito, minha dedicação como sobrevivencialista é mais marcial, focada na arma como arma e não só equipamento esportivo.

Hoje em dia a maior referencia sobre danos de crossbows está diretamente relacionada a caça, isso é obvio já que as bestas, crossbows ou balestras são exímias armas para esta prática.

Um crossbow relativamente comum nos EUA, com uma média de 350 fps, é suficiente para abater um elefante ou um rinoceronte com apenas um disparo, feito que somente pode ser igualado pelos grandes calibres de rifles para o big five.

Qualquer maior de 18 anos pode comprar um crossbow, flechas, ponteiras e acessórios são facilmente encontrados e podem ser importados sem problemas ou restrições, embora uma luneta ainda siga as mesmas regras para armas, ao contrário das armas de fogo, não há restrição de calibre, ou melhor, não há calibre, logo ponteiras de abate de ursos, um absurdo objeto com até 9 cm em cada uma de suas 3 laminas pode ser disparado.

Falo muito mais sobre isso no vídeo abaixo e convido todos os amigos para se inscrever no canal:

Abraços!

Batata