Canos raiados e canos de alma lisa

Canos raiados e canos de alma lisa

As armas mais rudimentares eram feitas com canos de metal simples, sem nenhuma estrutura interna relevante. Os arcabuzes, bacamartes e mosquetes, normalmente de antecarga, eram armas de pouco alcance e precisão, que evoluiram na medida em que as guerras exigiram.

No final do século XX, os alemães desenvolveram uma tecnologia capaz de aprimorar a precisão dos disparos: estrias helicoidais na parte interna dos canos das armas, faziam com que projéteis do exato tamanho do cano girassem em torno do próprio eixo. O processo, conhecido como “rifling” ou raiamento do cano é repetido até hoje nas armas que necessitam de precisão.

Cano Raiado

cano raiado

Abertura de James Bond - vista interna do cano
Abertura de James Bond – vista interna do cano

Imagem baseada na encontrada na cartilha de armamento e tiro da Polícia Federal

Raiamento

São armas com o cano raiado ou de “alma raiada” (rifled barrel) os rifles, as carabinas, as pistolas e os revólveres.

As armas de alma lisa (smoothbore), todavia, não entraram em total desuso. As modernas espingardas, em decorrência do tipo de projéteis que disparam, não utilizam nenhum raiamento no cano.

Vista interna do cano de uma espingarda, sem raiamentos
Vista interna do cano de uma espingarda, sem raiamentos

Como as espingardas utilizam, normalmente, diversos projéteis redondos, é comum a utilização de um estrangulador (choke) na ponta do cano, que reduz a dispersão indesejada das balas.

Imagem extraída da Cartilha de Armamento e Tiro da Polícia Federal
choke

Chokes
Chokes

25 comentários

muito bom esse post, porem, tem um pequeno erro no inicio dele:
“No final do século XX, os alemães desenvolveram uma tecnologia capaz de aprimorar a precisão dos disparos”

na verdade nao foi no seculo XX (20) e sim do seculo XVIII (18), com os chamados Jaegers (rifles).
Só estou fazendo uma pequena critica positiva, antes que algum chato venha e comece a encher o saco,obrigado pela atençao e até mais.

Cara, na verdade o rifling foi inventado no final do século XV e aprimorado no século XVI, mas só entrou em produção em massa no século XIX. O Jaegers os utilizavam, assim como atiradores norte americanos na guerra de independência, ou também franco atiradores britânicos no século XVIII, mas eram grupos minoritários quase que de elite, as armas padrão do exército eram todas smothbore até o final do século XIX e início do XX.

Eu confesso que a imagem dos chokes ajuda muito pouco a compreensão, eles são praticamente idênticos, e pouco ilustra o funcionamento do mesmo…

Nada contra, apenas que seria de maior utilidade se falassem que existem espingardas com choke (ou, na adaptação tupiniquim “choque”) fixo/cambiável.

Eu gostaria de saber como são usinadas as ranhuras internas nos canos, com um nível de riqueza de detalhes, pois quero estudar o assunto pra dissertação em um trabalho de aula sobre usinagem, faço curso técnico em Fabricação Mecânica pelo IF-SC, Xanxerê-SC.
Se alguém possui um material nesse sentido que possa me fornecer eu agradeceria muito. Fotos, vídeo, qualquer coisa. Obrigado. O post é bem interessante.
Me interessei pelo assunto devido a complexidade desta operação de usinagem. Isto é, tem vário fatores a serem levados em consideração para fazer uma usinagem interna em um furo de diâmetro muito pequeno, e comprimento longo, além das variáveis do processo como a flexão da peça a ser usinada, bem como a flexão do porta ferramenta, o que afeta diretamente a qualidade do trabalho. Eu tenho uma ideia de como é feito, mas penso que minha teoria não está totalmente correta.

Ola preciso de uma ajuda em informação, to pra protocolar documentação PF, e já escolhi a arma Pistola taurus PT 938, só que no requerimento tem um local pra preencher( Alma lisa ou raiada ) qual numero de raias dessa arma.Se poder me ajudar nestas informação obrigado.

No requerimento tambem tem NR. CAD SINARM ESPÉCIE MARCA .como preenche isso DESDE JA OBRIGADO ABRAÇO

Boa tarde!

O Sr. está protocolando o PEDIDO DE COMPRA (ainda vai comprar) ou O REGISTRO DA ARMA (já teve o pedido autorizado e já comprou a arma, falta registrar)?

Se for PEDIDO DE COMPRA, eu tive essa dúvida e fui instruído pelo agente que me atendeu a não preencher essas informações, apenas a colocar a marca e calibre da arma pretendida, afinal, você ainda não tem a arma pra preencher os dados dela no formulário, você ainda está pedindo autorização pra comprar uma arma. Ainda assim, sugiro entrar em contato com a PF da sua região pra confirmar detalhes.

Se estiver fazendo o REGISTRO, todos esses dados podem ser conseguidos na própria arma, na loja onde comprou ou diretamente com o fabricante.

Espero ter ajudado!
Parabéns pela atitude!

Olá. Gostaria de entender sobre o raiamento: profundidade dos sulcos; tamanho de cada volta; largura, etc. Gostaria de ajuda pois estou fazendo trabalho sobre segurança pública e o desarmamento. Por favor, se puder ajudar ficarei imensamente grato.

Boa tarde,
Sou o Francisco de Angola, tenho uma .22 de marca Sako já é um pouco velhinha. Ela varia muito no alvo, cada vez que vou a caça saio desiludido de tantos falhanços e ai volto acertar numa bancada com torno e dou conta que a variação é muito acentuada. O que deve ser?
Saudações

Oh pa, só mesmo sendo feiticeiro para adivinhar, sem ver a arma… mas eu começava olhando a coroa (a boca do cano), se há irregularidade e consertava (um bom passe no torno mecanico) e limpava bem o cano por dentro e olhava se tem erosão significativa ou ferrugem (quanto a isso, não tem muito remédio, mas sendo a arma 22, erosão de disparo é quase nula, mas não impossivel). Depois olhava as miras, se não está soltando durante o tiro. Por fim, vejas se não és tu que estás mau atirador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *