“Caçar não é questão de vida ou morte. É muito mais importante que isso.” Torcedora belga na Copa do Mundo, de 17 anos, que ganhou um contrato para modelar pela L’Oreal é uma caçadora.

Traduzido por Lucas Parrini a partir da matéria original no Daily Mail.
caza1

Axelle Despiegelaere, de 17 anos, roubou a atenção do mundo depois de ter alvo de várias fotos enquanto animava a torcida do seu time no Grupo H, na partida contra a Rússia, quando essas fotos circularam por toda a internet.
Mas essas imagens na torcida tiveram vida curta, pois seu sucesso público se dá agora, graças a uma recente revelação registrada em uma nova imagem, onde a adolescente está posando com um rifle perante um animal morto na África.
caza2

caza4
“Caçar não é questão de vida ou morte. É muito mais importante que isso.” Foi o que ela disse em sua página, segundo o site “The Sydney Morning Herald”.
A L’Oreal não se pronunciou em relação a isso, mas parece se preocupar com o bem estar dos animais – em 2012, a empresa doou aproximadamente 1.2 milhões de dólares para o US Environmental Protection Agency (Agência Nacional de Proteção ao Meio Ambiente) com o intuito de melhorar os ambientes de testes e a segurança de produtos químicos.
caza5
Na foto que garantiu o contrato para Axelle, durante uma partida do seu time no Brasil, ela está com o rosto pintado de preto, amarelo e vermelho, cores de sua nação, e usando um chapéu de chifres.
Com suas fotos circulando por toda a internet, Axelle criou uma página de divulgação no Facebook ao retornar pra sua casa na Bélgica, e com isso, conseguiu mais de 200.000 curtidas.
Ela anunciou que aceitou a proposta da L’Oreal e até postou um vídeo dela usando alguns dos produtos da marca.
Enquanto Axelle saiu vitoriosa desta copa, seu time não teve a mesma sorte. Depois de ganhar dos EUA, acabou perdendo para a Argentina.
Infelizmente para Axelle, a sorte durou pouco, três dias depois de sua decisão de aceitar a proposta da L’Oreal, a empresa cancelou o contrato.


Publicado em Caça e Pesca, Notícias
68 comentários sobre ““Caçar não é questão de vida ou morte. É muito mais importante que isso.” Torcedora belga na Copa do Mundo, de 17 anos, que ganhou um contrato para modelar pela L’Oreal é uma caçadora.
  1. Adriano Henrique Matesco Barbosa disse:

    Achao a caça com esporte e lazer uma crueldade sem tamanho, o uso de armas ao meu ver, deve ser para auto proteção e ñ para tirar a vida de um animal indefeso atirar em quem não pode revidar é muito facil!!! Apoio o uso de armas mas sou contra a caça.

    • Lucas Silveira disse:

      Você sabia que a caça SALVA espécies, Adriano?

      • Guilherme Protti disse:

        Isso só é o caso quando há um desbalanceamento entre presa e predador. Antílopes são herbívoros, então a caça deles pode na verdade é ameaçar as espécies que os predam.

        • Lucas Silveira disse:

          Não é o que a ciência prova.

        • Pedro Ângelo Pereira disse:

          Na verdade Guilherme, não é só quando existe um desbalanceamento entre presa e predador, é muito mais complexo que isso. Não sou contra a caça, mas tbm não sou a favor. Seria a favor caso fosse devidamente regulamentada e quem a praticasse, a fizesse com consciência. Coisa que é difícil entre nós brasileiros. Raramente, quem sai pra caçar sai na temporada certa, em busca das espécies certas. Pegam o que aparece. Toda regra tem exceção, claro, mas isso é maioria. Mas a caça controla sim, presas e predadores, e evitam inclusive, o desaparecimento de algumas, claro, quando praticada de forma consciente. Sou totalmente contra a caça ilegal comercial, em que caçadores saem em busca de caça pra revenda da carne.

      • Lucas disse:

        Não é bem assim que funciona.
        O único estudo sério sobre isso alega que, se a caça for legal, a população “aceitaria” a presença dessas espécies pois elas se tornariam lucrativas.
        Porém, o estudo não é totalmente sólido nos dados (assim como a maioria de estudos desse tipo).
        A verdade é que a caça extremamente livre, sem nenhum tipo de controle, já extinguiu espécies e continuaria assim caso fosse totalmente liberada e desregrada.
        No entanto, a proposta desse estudo pode ser válida num ambiente em que a caça é controlada e a preservação da espécie não é ameaçada.

      • Ítalo disse:

        Não devemos interferir na natureza. É por causa disso que temos que fazer novas intervenções afim de consertar os estragos. O exemplo mais comum é a pesca.

        • Lucas Silveira disse:

          Nós SOMOS a natureza, ítalo.

        • Carlos Hune disse:

          Italo. Você esta aqui escrevendo porque o homem aprendeu a caçar. caso contrario a humanidade provavelmente não existiria. Quanto a fazer intervenções para consertar estragos: Veja esse video engraxado mas de uma sabedoria profunda de um gênio do humor sarcástico: George Karlin Salvem o planeta. No you tube.

      • kkkkkkkkkk disse:

        principalmente se caçarmos a espécie que mais representa ameaças pras outras … sabe da qual estou falando.

        • Lucas Silveira disse:

          Aquela espécie que fez o computador que você está usando, a roupa que você está vestindo e a comida que você come?

          • Caio disse:

            Cara, você vai achar uma justificativa pra tudo que te falarem pois você é a favor da caça, mas você querendo ou não, está errado, você esta sem argumentos ao falar do computado que você tbm usa, tecnologia é uma coisa, natureza e vida é outra, no momento que você tira uma vida não importa se for animal racional ou irracional, você está ERRADO!

          • Lucas Silveira disse:

            Você preserva o Aedes?

          • JOSE MARIA DAVID disse:

            Pois é lucas, a mesma especie sim que inventou o PC que estou usando mas que tira a vida de uma animal indefeso, apenas para ver o TOMBO. A caça é mais um “câncer” que precisa ser combatido e PROIBIDO. aproveito para lançar uma campanha, “CAÇA É CRIME!DENUNCIE!”

          • Lucas Silveira disse:

            David,

            Caça não é crime na maior parte dos países desenvolvidos. Aliás, caça não é crime na maior parte dos países, NEM NO BRASIL.

            Vale a pena ler mais e perder menos cabelos.

          • OTTO disse:

            Sim, fazer um computador, roupas, carros e o caralho a4, da o direito do ser humano destruir biomas, levar animais a extinção e fazer várias outras barbaridades, voce está certo.
            Quanto a caça, nao sei muito sobre a caça de antílopes, mas sei que algumas caça são pra controlar o excesso de animais de determinadas espécies, excesso esse que geralmente é causado pela caça dos seus predadores… Enfim, é bem relativo. Nao tenho conhecimento sobre espécies que podem oou nao ser caçadas, mas já to vendo que voce é o dono da razão, ou pensa ser.

          • Lucas Silveira disse:

            Interessante você falar em destruir biomas e extinguir. Os dados que eu conheço provam que os caçadores – e não os internautas surtados – é quem mais contribuem, inclusive financeiramente – para a preservação de diversas espécies. Vale a pena ler mais e soltar menos a franga.

      • Marcelo disse:

        E tantas dezenas de animais que entraram em extinção devido a caça predatória?

      • César disse:

        Lucas, poderia me explicar como a caça salva espécies? Agradeço a atenção

    • cavajares disse:

      Não gosta de caça, mas garanto que não dispensas uma boa picanha.
      Vai que que alguma vaca implorou prá morrer e te encher o bucho, hipócrita!!!!

      • César disse:

        O jovenzinho … Leia antes de dizer que as pessoas são hipócritas. Caçar animais selvagens é 1 item. Animais domésticos Outro.
        Animais foram retirados de seu estado selvagem, para estritamente servirem ao homem, esses animais incluem o cachorrinho, o gatinho , o boizinho, a vaquinha, a galinha, o coelhinho, o cavalinho entre aparentados. a morte deles não interfere de modo NENHUM, leia novamente NÃO OCORRE INTERFERENCIA, se eles morrerem, ao contrario, áreas são desmatadas ( consequentemente destruindo habitat de espécies endemicas). Já o cervo, já a gazelinha, a oncinha, o leãozinho, o rinocerontezinho, o elefantezinho, não eles por incrivel que pareça ( ou não), não se incluem em animais domésticos, sendo assim a morte deles interfere diretamente em um nicho. Estude um pouquinho e aprenda a LER antes de apontar o dedinho pro coleguinha…

      • JOSE MARIA DAVID disse:

        Cavajares, seu comentário não tem nada a ver!!! Matar uma animal da pecuária para a consumo seu ou da sociedade, é uma coisa. outra coisa bem diferente e vc matar um Rinoceronte, Um Leão, uma onça, um tigre, um elefante simplesmente para se vangloriar do fato é imensamente diferente! Ou vc come carne doa animais citados a cima?!

    • Rodrigo disse:

      Procure sobre a caça de javalis no sul do Brasil.

  2. janderson disse:

    Me admiro,que exista a palavra”rifle” num site que fala sobre armamentos

  3. Eric Taglioni disse:

    Cara vou ser sincero, as vezes me irrita muito o cara que fica postando “A CAÇA É CRUEL” “Pra que matar animais” bla bla bla.
    Hoje entendo em vias esse chororo..
    Adoro caçadas, mas me flagela um caçador despreparado que atinge a caça fora das zonas vitais, causando um sofrimento á presa.
    Sou contra o “PÉSSIMO CAÇADOR” aquele que não sabe onde atingir, que usa um calibre inferior ao necessário para o abate….o mão de vaca unha de fome, que vêm com aquela MÁXIMA, uma .22LR abate quase tudo…..ahann é pelo mesmo motivo que se usam .22lr em guerras né…
    Agora o cara que não gosta de caça, não deve comer carne de nenhuma origem…sugiro virar veganista antes de criticar a caça…se bem que no Brasil um país sem cultura NENHUMA em caça ele pode….PQ a informação que o critico tem é zero…né
    Como o amigo disse, caçar também salva espécies…mas não explicar isso para alguem que não quer entender.

  4. Felipe Lange disse:

    Quando postaram sobre a belga bonita lá no facebook, encheu de “moralistas” indo contra a caça.

    Ao meu ver, a caça incentiva a preservação e aumenta o contato do ser humano com a natureza.

    Assim como a pesca, tomando as medidas para não tornar a prática predatória, não há problema nenhum.

    Será que esses “moralistas” já foram em um rodeio, para ver o espetáculo de tortura?

  5. Tiago Pereira disse:

    Aonde que caçar salva animais?

    • Lucas Silveira disse:

      Neste planeta, até onde temos conhecimento.
      http://www.defesa.org/efeitos-da-caca-em-camaroes-dados-wwf/

    • cavajares disse:

      Na medida em que gera recursos prá própria fiscalização e

    • Pedro Ângelo Pereira disse:

      Tiago, salva sim, por mais contraditório que se possa parecer. Mas digo isso, em relação à caça controlada, não a predatória. A caça, assim como a pesca, ajuda na conservação das espécies. Imagine, no presente, onde cada vez mais, a civilização aumenta, o que por consequencia acua cada vez mais os animais silvestres, o que provoca um desequilíbrio no meio, onde os predadores, que necessitam de demasiado espaço, de centenas de Km² como sua área de caça, pois predadores, como nossos felinos, caçam sozinhos, e são donos de seus espaços. Ocorre, que muitas vezes, por falta de espaço e excesso de predadores, alguns migram para outras áreas, como cidades, e abandonam sua área de caça. Ou simplesmente, são abatidos por fazendeiros, por estarem atacando o gado. Daí, as presas naturais daquela área, sofrem um aumento descontrolado, onde, inclusive, acaba colocando em risco toda população, pois o alimento ali disponível, não é suficiente para todos, que após se esgotar, provoca queda brusca na população de presas. Isso é o que acontece com os camundongos (Mus musculus), que controlam a prole de acordo com a quantidade de alimento disponível, por isso é importante matar totalmente a familia (de ratos), pois, ao eliminar somente uma parte, eles liberam o crescimento dos neonatos, pois aumentou o volume proporcional de alimento, e acaba aumentando o numero de individuos na familia, e vc, ao inves de ter diminuido o numero de ratos, fez foi aumentar, ao matar somente alguns. Quer um exemplo de aumento desordenado de animais por falta de predadores? lá no sul, onde javalis invadiram o Brasil pela fronteira, em 2012, e destruiram lavouras de milho, e se reproduziram desordenadamente, por falta de predadores, e o IBAMA liberou sua caça: http://g1.globo.com/natureza/noticia/2013/02/brasil-autoriza-caca-de-javali-europeu-para-conter-danos-biodiversidade.html

    • Ranieri disse:

      Parece contraditório, mas inocular um vírus em você pode te deixar imune. O veneno de cobra também é seu soro. Informe, pois a estupidez é generalizada, lembro de alguns artistas sendo contra o uso de cães para farejar drogas sob o argumento que os deixavam viciados. Como se eles enrolassem o baseado e ateassem fogo na ponta. Vemos todos criticando a violência no Brasil, mas muitos não abrem mão da maconha do fim de semana.
      Entendo que, o que pregamos hoje é cruel com nós mesmos. Não temos história, tampouco tradição. Por isso não temos memoria memorias.
      Se hoje eu querer largar tudo e viver isolado da civilização, arrancar no solo e da mata o meu sustento é proibido, pois me é imposto ir ao supermercado e comer produtos repleto de sódio e gorduras.
      Se capto um agua em um cachoeira para me abastecer é crime, pois devo pagar agua cara para tanto. Se produzo meu próprio combustível a pena é tão grande como de um tráfico ou roubo qualificado.
      Então o correto seria dar liberdade para o povo, regulamentar o que pode ou não ser caçado, quando pode ser caçado etc.
      Se houver abuso que seja responsabilizado, cadeia e multa. Mas BRASIL é como é. CORTES DE SALÁRIOS da ralé e a nobreza com mais de quarenta mil no bolso.

  6. Tiago Pereira disse:

    Pelo que eu saibaaté hj ñ salvou nada. Fez foi acabar com as espécies.

      • César disse:

        Bom vi que seu argumento se baseia em um gráfico que mostra um aumento de herbivoros consumidores primários, sendo que inumeros fatores deveriam ser considerados para esse gráfico:
        – Sendo um país africano, devemos nos lembrar que a interferência principal em relação a um aumento populacional se deve principalmente a condiçoes sazonais favoraveis, ou seja se quando foi feito o primeiro levantamento populacional, ocorreu um periodo de seca extrema ou outras INUMERAS variaveis, a população era pequena, com fatores favoraveis, isso muda.
        – Qualquer interferencia a um nicho, pode gerar reaçoes não conhecidas ( o tal do CAOS)

        – Existem predadores especialistas em um certo tipo de presa. Reduzindo o numero das presas, sabe-se la o que ocorre com os predadores.

        Não sou xiita eco chato, não sou contra a caça regulamentada ( nem a favor). Só acho que devemos nos embasar mais antes de defendendo algo sem uma base correta.

        Obrigado

        • Lucas Silveira disse:

          Oi César,

          O ceticismo sempre é bom. É evidente que um estudo meramente descritivo não tem a capacidade de determinar uma relação de causalidade.

          Trata-se apenas de um necessário contraponto, uma gota de ceticismo no mar do censo comum.

          A ciência é muito mais que isso.

          Parabéns pela análise.

          Um abraço!

        • JOSE MARIA DAVID disse:

          Boa!!

          • Pedro Aandrade disse:

            somos caçadores por natureza. obviamente também somos animais racionais, por isso nos controlamos quanto a caça em algumas ocasiões (pelo menos deveríamos). mas caçar faz parte do nosso instinto.

  7. Rafael disse:

    Falam um monte da caça, mas nunca vi ninguem reclamando da pesca, alguem poderia me explicar por que a vida dos peixes são tão insignificantes ao ponto de ser livre rasgar a boca do animal por pura diversão?

  8. kkkkkkkkkk disse:

    É muito mais que isso … é perder um super contrato com a L’Oreal … agora a caçadora vai ter que caçar um trouxa pra pagar as futuras contas dela.

  9. BrunoAraujo disse:

    Piranha loira.

    Lucas, seus argumentos nos comentários são cada vez mais fracos…

  10. Daniel Uhlendorf disse:

    É impressionante a quantidade de gente tapada comentando nesse artigo. Será tão difícil para esses ecochatos desmiolados entenderem que o ser humano faz parte da natureza? Que essa história do homem caçar não é de hoje? Hoje nós só estamos aqui na frente dos nossos computadores porque nossos antepassados, principalmente na era glacial, caçaram. Isso já está impresso no nosso DNA, não tem como apagar. O dia que o ser humano deixar de caçar obrigatoriamente vai deixar de ser ser humano. Vai aparecer um espertinho dizendo “mas eu sou ser humano e não caço”, aí eu digo, você não caça por que seu instinto não foi apurado. Assim como um gavião criado desde pequeno na gaiola e que depois não tem mais condição de voltar à natureza e sobreviver por conta própria. É a vida moderna dentro do apartamento que reprime esse instinto. Outra coisa, de uma vez por todas, a caça está para o caçador, assim como o caçador está para caça. Na natureza isso é evidente e nem precisa explicar, é a base do equilíbrio entre as espécies. No caso do caçador humano, é um pouco diferente, o equilíbrio acontece de duas formas, a natural, quando a pressão da caça baixa a população a níveis que aquele animal não interessa mais aos caçadores e também, ainda natural, por troca de ambiente. Se o caçador caçar sempre no mesmo lugar o animal muda de habitat. E isso desestimula a caça. Ou seja, só pela forma natural, já fica evidente que o caçador nunca, disse NUNCA, será responsável pela extinção de uma espécie. O que já é sabido é que o que afeta as espécies é a destruição do ambiente. Isso sim extermina espécies. A segunda forma é a intervenção direta no equilíbrio, na forma de controle populacional, como é o caso do javali hoje. Considerando que todos nós, os caçadores e os ecochatos, somos responsáveis pelos desiquilíbrios que acontecem, quem iria resolver esse problema se exterminarmos os caçadores? Os ecochatos iriam às armas? Lembrando para vocês que querem acabar com as culturas rurais, quando você acaba com a caça, está acabando também com o Pointer, com o Foxhound. Quando você acaba com a briga de galo, você também está acabando com o galo Inglês. Quando você acaba com a “puxada”, lá de SC, estará acabando também com o cavalo Bretão. Quando você acaba com o rodeio está acabando também com o cavalo Crioulo. Quando você acaba com a tourada estará acabando também com o boi Miúra, e assim por diante. Uma coisa está para a outra, a natureza fez assim, não é um bando de abestalhados pretenciosos que vai mudar isso. Crueldade e caça não tem nada, mas absolutamente nada a ver. Eu, por exemplo, sou totalmente contra a crueldade contra animais. O termo crueldade tem que passar antes por uma definição, comer uma picanha é cruel? matar o vírus que atormenta meu filho é cruel? Comer um ovo que saiu de uma galinha que vive com outras 5 em uma gaiola de 30x30cm durante a vida inteira é cruel? A coisa toda se resume em “bom senso”. Pessoas sem bom senso são perigosas para as liberdades individuais.

  11. thiago disse:

    A caça preserva muito mais que usinas de cana e muito mais que pessoas sem instrução que comentam bobagens

  12. thiago disse:

    Parabéns lucas dando aula de sabedoria para os desinformados

  13. Celso Gouvêa disse:

    Olá amigos! Acredito que como tudo na vida, a caça é um esporte de bom senso. Deve-se primeiramente respeitar tudo aquilo à sua volta, época de caça, espécie, armamento, etc. Diante disso, é um prazer imenso madrugar, ou em fim de tarde colocar a matilha na pick-up e partir pro abraço. E é um ótimo esporte, admiro quem o pratica ainda com todos os meios coercitivos que o governo aplica ao cidadão de bem que gosta de permanecer em dia com suas obrigações. E na boa, cada um no seu esporte. Respeito e defendo a prática responsável.

  14. Thiago Bagda disse:

    Engraçado como é fácil manipular a massa que sofre de desinformação crônica, principalmente com a ferramenta que deveria fazer o contrario!!!! A mocinha bonita mata um animalzinho e todo mundo se mobiliza para dizer como isso é errado (que dó, que dó, que dó…) como ela pode fazer algo tão horrível??? anda bem que a L’Oreal, que é uma empresa respeitável cancelou o contrato com ela. Afinal de contas uma empresa que testa seus produtos em pedaços de madeira e pedras não poderia ser associada a uma pessoa de mata um animal que corre indefeso pela savana, né???

  15. Daniel Uhlendorf disse:

    Diante dessa pesquisa “aterradora” só nos resta duas opções, ou paramos de mimimi e deixamos a natureza seguir o seu curso ou cada um de nós mete uma bala na própria cabeça e resolvemos de vez esse problema.

  16. frederico disse:

    caçar é cultura,basta ter conciencia que algumas espécies podem ser caçadas e outras nao e respeitar a temporada de caça para que os animais reproduzem-se

  17. Junior disse:

    http://www.conbravet2014.com.br/anais2014/trabalhos_select.php?id_artigo=1947&tt=

    ANAIS 2014
    O papel da caça na conservação
    Autor(es): , Isabella Fontana
    » Área de pesquisa: SILVESTRES
    » Instituição: Universidade de São Paulo
    » Agência de fomento e patrocinadores: CAPES

  18. rodrigo disse:

    Eu caço javali, que e prmitido no Brasil e respeito a natureza mais que muitos que nao tem nenhum conhecimento sobre caça. Nao deixo nem mesmo o cartucho deflagrado no chao. Caça nao prejudica a natureza estreita a relaçao homem natureza.

  19. Rafael disse:

    A caça regulada, caçando somente nas épocas certas e sem exageros não causa impacto ambiental, na verdade pode até servir de estímulo para a preservação das espécies.

    Quem diz que toda caça causa um impacto é porque nunca leu NADA sobre o assunto ou se faz de bobo pra defender uma IDEOLOGIA.

    Vida por vida, a vida de um boi criado em cativeiro é tão valiosa quanto de um veado que nasceu na natureza. Ou a vida dele não tem valor por ter nascido preso?

    O que importa na caça é não causar impacto negativo no meio ambiente, se estudando as populações e a forma certa de se realizar ela. E isso não só é possível como vem acontecendo a séculos pelo mundo todo.

    Caça mal feita pode ser negativa, mas isso não é a regra. Do jeito que está no Brasil é a pior forma de se tratar o assunto. Simplesmente proíbem e fazem de conta que por estar proibido está tudo certo e daí fica essa bagunça de caça ilegal. O jeito burro do governo brasileiro de ser.

  20. Jaime Willians disse:

    Deveriamos ter outra modalidade de caça, que seria caça a traficantes imaginou como seria bacana também…

  21. Carlos Dente disse:

    Sou contra a “caça pela caça”, mas não vejo problema em se caçar quando se come o que se caça: não é diferente da pesca, neste caso. Porquê caçar aleatoriamente um animal e comê-lo é crueldade e criar um animal confinado especificamente para este fim, não?

    Lembro de uma vizinha que achava errado um parente caçar marrecas-piadeiras, mas criava dúzias de galinhas em um quintal de 1,5m X 3,0m…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*