Alimentar, Municiar e Carregar. Saiba a diferença entre os termos.

Lucas Silveira é presidente do Instituto DEFESA.

Li uma matéria essa semana que falava que havia uma espingarda carregada com 5 cartuchos. Se você realmente sabe o significado da palavra “carregar”, quando se refere a uma arma de fogo, entende que isto é impossível enquanto se utilizar a munição adequada para a arma.

Os termos alimentar, municiar e carregar têm significados distintos, e seu conhecimento é imprescindível para manter a boa prática do tiro, influenciando até mesmo a segurança no manuseio do armamento.

Vejamos, portanto, cada um deles:

1) Municiar

municiar

Em regra, não municiamos as armas, mas sim os seus carregadores, tambores ou tubos. Municiar significa introduzir os cartuchos no carregador de pistolas ou rifles, ou no tambor, portanto, dos revólveres ou carabinas de tambor.

2) Alimentar

alimentar

Agora sim, começa a interação com a arma. Alimentar significa inserir o carregador na pistola ou rifle.

3) Carregar

carregar

Carregar uma arma é o ato de introduzir uma munição na câmara. Normalmente isto é feito puxando o ferrolho da pistola ou as alavancas dos rifles. Também se carrega um revólver no momento em que se tranca o tambor, desde que haja uma munição no espaço da câmara.

É possível também fazer isso manualmente, inserindo a munição na câmara com as mãos.

 

Apenas a partir do conhecimento destes termos é possível definir a condição de porte de sua pistola ou operar seu armamento com segurança.

 


Publicado em Artigos, Treinamento e técnica

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/wp_rhsrt6/defesa.org/dwp/wp-includes/wp-db.php on line 3078

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/wp_rhsrt6/defesa.org/dwp/wp-includes/wp-db.php on line 3078

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/wp_rhsrt6/defesa.org/dwp/wp-includes/wp-db.php on line 3078

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/wp_rhsrt6/defesa.org/dwp/wp-includes/wp-db.php on line 3078
43 comentários sobre “Alimentar, Municiar e Carregar. Saiba a diferença entre os termos.
  1. CARLOS HENRIQUE MESQUITA DE CARVALHO disse:

    No caso de uma carabina, onde o carregador está acoplado na arma. O municiamento já é a alimentação?

  2. Jhones disse:

    Pode parecer idiota minha pergunta, mas como que fica isto de “alimentar” e “municiar”, com armas que não tem um “carregador”? Apesar de isto ser comum em armas antigas, como por exemplo, o Winchester Model 1885, é presente em armas modernas, como por exemplo, o Armalite AR50 e o Barrett M99.

  3. Lucas Wallace disse:

    pessoal, eu li acima a palavra “rifle”, é correto este termo? pois eu sempre achei que era um anglicismo, sabe. Sempre chamei de fuzil. Tipo, “escopeta” que é portunhol de espingarda

    • Lucas Silveira disse:

      Oi Lucas, em portuguÊs os termos rifle, carabina e fuzil não são precisos, havendo bastante divergência quanto aos conceitos.

      • gabriel disse:

        olá!
        pelo que eu aprendi no meu curso de oficial da reserva foi meio que convencionado que:

        Fuzil: Arma portátil de tamanha médio com capacidade de efetuar disparos intermitentes ou rajadas.

        carabina: idem ao fuzil porém com cano mais curto.

        Rifle: Arma portátil e , via de regra, de grande calibre que executa apenas disparos intermitentes, semi-automáticos ou de ação!

  4. kleber júnior disse:

    A favor do porte eu quero compra uma pt..

  5. Ricardo disse:

    Considero que as definições de “carregar” e “alimentar” estão invertidas. O ato de inserir o carregador na arma é “carregar”, afinal ele se chama carregador e não “alimentador”. Logo, inserir o carregador é carregar, introduzir a munição na câmara é alimentar!

    • Maicon disse:

      De acordo.

      • gabriel disse:

        pode até fazer algum sentido, mas na prática é do jeito que está no texto mesmo, tanto que no exercito, durante as práticas de tiro, a ordem do oficial de tiro é:

        Alimentar! (coloca-se o carregador no armamento)

        Carregar! (nesta etapa o armamento está aberto (com o ferrolho travado à retaguarda) então simplesmente se libera o retem do ferrolho e a munição é introduzida na câmara.

        Destravar o Armamento! (dispensa comentários XD )

        Ao silvo de apito, nos alvos em frente, Fogo a vontade!

    • Nilton Quilião disse:

      Concordo, inclusive pq vc alimenta introduzindo a munição pelarampa de “alimentação” e quando falha dizemos falha de alimentação “no feed jacket”

  6. Edinaldo Ru disse:

    Gostaria de saber sobre o termo “bala” e Munição se é correto as duas pronuncias. Pois participei de uma instrução em treinamento com armas e descobrir que o termo bala não está errado. Pergunto: Qual a origem de termo e se correto por que não usamos, pois a vida inteira aprendi (militarismo) que bala é pra chupar e quase no final da carreira aprendo que o termo não estava errado. Os especialistas por favor me ajudem. Grato!

    • Lucas Silveira disse:

      Oi Edinaldo,

      O termo bala vêm das primeiras cargas de arma, que eram embaladas enroladas em um papel, ficando semelhante a uma balinha mesmo (doce). Não é errado o termo bala para se referir aos projéteis, tanto é verdade que temos o estudo da BALÍSTICA, temos coletes BALÍSTICOS e assim por diante.

      Infelizmente muitos oficiais estão muito mais preocupados em aparecer e inflar seu ego que cumprir bem o seu papel. Não se incomode com isso.

      Vou escrever um artigo sobre as munições antigas assim que conseguir.

      Um abraço, unidos somos invencíveis.

      • Ricardo disse:

        Boa noite. O termo Balística tem origem na antiga arma de arremesso denominada balista e não tem qualquer associação com o termo utilizado na linguagem coloquial “bala”; este termo equivocado deve ser deixado para os leigos.

        • Francis Ramos disse:

          me desculpa, eu como sendo um humilde leigo,sei q a balista foi sim uma arma q disparava lanças,mas, tb Balista foi um Oficial Romano(conhecido como usurpador romano por tentar assumir o cargo de imperador no lugar dos herdeiros.
          Então até onde sei Balística é a ciência q estuda o movimento dos projéteis, em especial as armas de fogo! mas nao necessariamente elas! o termo, municiar,alimentar e carregar
          esta mais q correto,mas são empregados em armas q usam carregadores,o termo carregar é quando vc poe a arma a ponto de disparo! para um leigo será q estou certo Lucas Silveira?
          Abraços
          Francis

      • Edinaldo Rui disse:

        Lucas Silveira, boa tarde! Obrigado por sua resposta. Me esclareceu um pouco. Gostaria de obter mais detalhes inclusive onde posso achar este material pra consultar. Obrigado!

  7. sidiomar antonio brezolin disse:

    sempre é interessante saber mais do esporte que se pratica, sempre lembrando que a segurança é para nós do tiro, vital para sua permanencia na sociedade hipocrita que vivemos.

  8. Gustavo disse:

    Discordo integralmente dessa nomenclatura uma vez que o ato de inserir o carregador na arma é o CARREGAMENTO, e a manobra no ferrolho, ou qualquer outro ato que deixa as armas em condições de efetivamente dispararem é A ALUMENTAÇÃO. Uma arma carregada está com munição inserida em seu carregador, seja este de que configuração o seja, mas esta arma, sem que esteja alimentada não é apta a disparar. Logo conlclui-se que o mais correto é está tese defendida.

  9. Ivan disse:

    Sim! A legitima defesa armada!!

  10. João Duarte disse:

    Para complementar o que o Lucas Silveira falou, a palavra bala (de origem grega) é um sinônimo de projétil. Considerando que a munição é composta de projétil, estojo propelente e espoleta, é correto utilizar-se o termo bala para se referir a munição (ver sinédoque).

  11. Cristian Marcus Ferron disse:

    Pois é, depois de ler os comentários, ficou confuso mesmo. Ato 1: municiar. Ato 2: Carregar. Ato 3: Alimentar. Mas o 2 e 3 poderiam estar invertidos mesmo, pois carrego a arma *carregador da pistola ou tambor do revólver) e alimento a câmara, estando pronta para o uso.

  12. Walter A Rajai disse:

    “Para o uso correto e eficiente da pistola é preciso conhecer algumas ações que
    conduzirão o policial quanto ao manuseio da sua pistola:
    • Municiar: Consiste em colocar os cartuchos no carregador.
    • Alimentar: Consiste em colocar o carregador municiado na arma.
    • Carregar / Engatilhar: Trazer o ferrolho totalmente à retaguarda e soltá-lo.
    • Desarmar: Abaixar o registro de segurança quando a arma estiver carregada.
    • Travar: Levantar o registro de segurança.
    • Destravar: Abaixar o registro de segurança quando a arma estiver travada.
    • Disparar: Comprimir a tecla do gatilho.”

    fonte : AESP/CE acadêmia estadual de segurança pública do Ceará

  13. Steiner Matos. disse:

    Boa tarde a todos os fãs das armas. Sou professor de tiro da Academia de Polícia de São Paulo e nas nossas apostilas a ordem é municiar, carregar e alimentar, diferente da sequência nas Forças Armadas que é municiar, alimentar e carregar. Pesquisarei mais a fundo os motivos e voltarei para esta sadia discussão!
    Abraço a todos.

  14. Wagner disse:

    A norma do exército diz que a arma precisa estar desmuniciada. Para fins desta norma entende-se por desmuniciada os projéteis fora da arma ou OBRIGATORIAMENTE fora do carregador (que alías é o termo tecnicamente correto para “desmuniciada”?

    Estando eu com o carregador municiado e fora da arma, portando a GT e CR implica em crime de porte ilegal?

    si vis pacem, para bellum

  15. ROGÉRIO disse:

    MAC, municiar o carregador, alimentar a arma com o carregador, carregar a camará de explosão. Nomenclatura oficial da SAT/ANP. Academia nacional de policia.

  16. Aristo Silva disse:

    Ola dei entrada no meu CR quando eu estiver de posse do mesmo como funciona o procedimento caso eu queira participar de algum campeonato fora do meu Estado no Aeroporto devo procurar a Policia Federal e informar a minha situação como devo proceder obrigado

  17. Sérgio Sales disse:

    Excelente essa discussão. Tenho ensino médio militar naval, nosso glamouroso corpo de fuzileiros navais usa a sigla MAC, para facilitar o aprendizado dos calouros: municiar é colocar cartuchos no carregador; alimentar é colocar o carregador na arma e por fim, carregar é acionar o mecanismo para que o cartucho caia na câmara, estando pronto para o tiro. Obrigado a todos

  18. Sérgio Sales disse:

    Só pra colocar mais lenha na fogueira. O POP(Procedimento Operacional Padrão) produzido pela Senasp, no intuito de orientar os Peritos Criminais, inverte a sequência, colocando AMC, alimentar: inserção de cartuchos no carregador; municiar: inserção do carregador alimentado no receptáculo do armamento e por fim, carregamento: inserção do cartucho na câmara de combustão ou câmara do tambor

  19. IVANDRO NUNES disse:

    Alguém se habilita à responder se pode-se colocar a primeira munição na câmara direto por cima do ferrolho aberto, fechar o ferrolho e só daí inserir o carregador, pra se usar 15+1 (é o caso da PT638), ou isso não pode ser feito desse modo?

  20. Yam disse:

    Tenho uma pistola glock g25, posso carregar a arma colocando uma munição manualmente no cano e fechando a arma? Isso pode trazer algum dano ao armamento ou a garra extratora? Ou não tem problema algum

    • Brum disse:

      Esse procedimento pode acarretar desgaste e/ou quebra da garra do estrator.
      Normalmente a munição aflora de baixo para cima encaixando na garra. Colocando na câmara e soltando o ferrolho, haverá choque da garra com a munição, desgastando, trincando e quebrando com essa prática continua.
      Proteja seu armamento. Insira o carregador, carregue a arma, trave, retire o carregador, coloque mais um cartucho e reintriduza o carregador na arma.
      Melhor prevenir do que remediar.

  21. Brum disse:

    A respeito de c municiar, alimentar e carregar lembrem-se que as armas eram carregadas pela boca do cano ( ante carga) e a arma pronta para o tiro estava carregada.
    Com a evolução surguram os tambores, carregadores, armas semi- automáticas, automáticas,… Mas uma arma carregada, está pronta para o tiro. Munição na câmara!
    Aprendi com meu bisavô.

  22. Franklin Viegas disse:

    Boa tarde!
    Existe uma distancia minima recomendada entre a caixa de retenção balística e a circulação de pessoas no ambiente, existe alguma norma, que distancia uma pessoa estaria “mas segura” em se tratando de um disparo acidental.
    Grato.

  23. manoel disse:

    Vejo alguns erros na instrução dos colegas, aqui todos trouxeram informações com base e dados.
    No meu entendimento e humilde conhecimento na instrução e orienta o uso naquele, curso, instrução ou pop seja das forças armadas, academia x da polícia tal ou senasp, federação x ou z.
    Para o Instrutor o legal e não falar isso è errado….isso não existe….e demais…

    • Pacheco disse:

      Concordo com Sr Manoel ! O instrutor deve tomar cuidado com o errado quando não houver uma padronização de termos. Vemos um exemplo disso quando vemos acima nomenclaturas de diversos órgãos e cada um diferente do outro .Instrutores de Tiro Credenciado pela PF utilizam municiar o carregador, carregar introduzindo o carregador na arma e alimentar colocar a munição na câmara isso não quer dizer se estão certos ou errados e sim a forma que adotaram de padronizar as instruções dos instrutores credenciados por ela . Abraço Manoel.

  24. manoel disse:

    Senhores e o golpe ou cicla…qual o correto em relação ao armamento????

  25. magno disse:

    aprendi do jeito que esta na ilustração acima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*