Arquivo mensais:julho 2017

Instituto DEFESA fecha parceria com a Domínio Escola de Pilotagem

Lucas Parrini

Lucas Parrini é colaborador do Instituto DEFESA e curioso em criminologia e assuntos relacionados a combate e segurança.

É com grande orgulho que apresento a nosso novo parceiro: Domínio Escola de Pilotagem!

Membros Premium do Instituto DEFESA que, assim como eu, são apaixonados por motos e motociclismo, agora contarão com descontos nos cursos oferecidos pela Domínio Escola de Pilotagem através de seu presidente, Eduardo Azeredo, que também é piloto de testes do programa Duas Rodas News e instrutor de pilotagem do Batalhão de Choque da PM do RJ. O cara é fera!

Entrem na página e no site, conheçam a empresa, façam uma visita e agende seu curso!

Sitehttp://www.dominiopilotagem.com/

Facebookhttps://www.facebook.com/pg/dominiopilotagem

Youtubehttps://www.youtube.com/watch?v=jxr8GdlMNLA

 


Vejam algumas fotos de cursos já ministrados:

Já ouviu falar em “Pocket Pistols”? Saiba um pouco sobre elas.

Servidor público, entusiasta de história militar e Atirador

A temática de auto defesa armada sempre traz consigo paixões e um pouco da personalidade de cada indivíduo. Sendo por vezes o atirador muito afeito a um determinado calibre, armamento, tática, regulamento (tem gosto pra tudo, até pra isso não é mesmo?). Clubes mundo a fora em homenagem (sinceras, reconheço) seja a 1911, ao calibre 45, entre outros. Seja por seu peso histórico, seja por seu uso prático diário, seja por fama midiática, sempre serão exaltados os principais produtos das linhas das principais fabricantes de armamento.

Porém, à bem da verdade e da justiça, e rendendo iguais deferências, o uso das chamadas pocket pistols (algo como pistolas de bolso em português) tem um passado com uma fama um pouco rasteira, mas com o passar do tempo se provam companheiras fiéis de seus portadores.

Como não lembrar da pistola Derringer (1), famosa por ser a “arma do trapaceiro” nos filmes Western, ou da necessidade de eliminar o perigo nazista com as pistolas monotiro .45 ACP Liberator (2), que eram enviadas aos lotes para a resistência na Europa. Nos anos 70, com a deterioração da segurança nos EUA, houve um aumento da aquisição de Pockets principalmente por mulheres para evitar estupros e roubos, eram as Lady Guns, por vezes em calibre .25 ou .32.

Na Europa elas foram bastante populares no pós guerra justamente pela fama construída durante as ações dos partisans, lembrando que não importando o tamanho, apenas o resultado, fábricas como a ASTRA (3) na Espanha, Beretta (4), entre outras menores tiveram sobrevida com cópias e desenhos próprios baseados nessa proposta/conceito.

No Brasil, as pistolas 6,35 também obtiveram algum sucesso, principalmente por intermédio da Beretta, entre os anos 70-80, outros tempos, outras cabeças.

Com o advento, no Brasil, do Estatuto do Desarmamento, essas armas ficaram em animação suspensa, por vez ou outra um colecionador conseguia importar, mas seu uso como “sidearm” ficou inviável.

Até que nos fins anos 2000, início dos 2010 a Taurus apresentou a série 700, resgatando um pouco o público carente de uma arma pequena, de relativa baixa potência, mas pra ser a última linha de defesa. No Brasil está presente em sua versão 738 (5) e 738 pink , uma lady gun. Nos EUA há possibilidade em 9mm, .40 e .45.

A despeito de alguns problemas de execução de montagem, a Taurus demonstrou interesse em prover um armamento com foco no mercado civil, de porte pequeno e velado, que uma vez a nossa legislação vigente fosse outra, seria uma porta reaberta ao pleno armamento.

A filosofia de uso de uma pocket pistol é a mais visceral de todas, é ela que vai decidir se você vai efetivamente viver ou não, ou pelo menos lhe dar tempo pra reagir enquanto pensa na melhor forma de sair de uma enrascada.

Fotos:

1 – Derringer

2 – Liberator

3 – Astracub

4 – Beretta Bobcat

5 – Taurus 738

2º Encontro do Instituto DEFESA no Rio de Janeiro

Lucas Parrini

Lucas Parrini é colaborador do Instituto DEFESA e curioso em criminologia e assuntos relacionados a combate e segurança.

Senhoras e Senhores…

É com enorme satisfação que anuncio o esplêndido sucesso do 2º encontro regional do Instituto Defesa!

Muitíssimo obrigado a Associação de Tiro de Duque de Caxias (http://www.atdc.com.br/) em forma de seus responsáveis, instrutores e colaboradores, por ajudar a este evento a acontecer e a todos os membros e seus acompanhantes, visitantes e aos representantes dos partidos Novo, PMB e do PSL que acabou não apresentando o partido, mas esteve lá conhecendo o Instituto Defesa.

O evento iniciou-se na forma de monólogo para apresentar o Instituto DEFESA e depois passou uma espécie de bate-papo com várias perguntas, idéias, reflexões e comentários de todos os presentes. Ao término da apresentação e conversa, iniciou-se a atividade de tiro Primeiro Contato.

Previsto e anunciado para inciar às 8h com término as 12h da primeira parte, o horário inicial foi comprometido pelo meu atraso, que me deparei com 2 imprevistos de força maior. Mesmo sem capacidade de controlar as duas situações, contornei da melhor forma disponível. Peço desculpas por isso.

A segunda parte, que foi a atividade de tiro iniciou às 12h e terminou às 14h, perfeitamente dentro do planejado.

A qualidade foi excelente, a participação de todos foi exemplar. Tamanha disciplina, atenção e organização dos participantes fazem inveja a qualquer outro público de eventos similares. Praticamente tudo o que foi planejado para ser dito, o foi. Algumas coisas passaram despercebidas, mas serão debatidas nos canais de comunicação conforme o passar do tempo e com certeza, comentadas no terceiro encontro que já está sendo organizado.

O Instituto Defesa foi convidado a participar de vários eventos e conhecer locais, e com certeza farei de tudo para estar em todos eles representando nossa causa.

Adorei conhecer cada um de vocês pessoalmente.
Unidos somos invencíveis!

Abaixo a coletânea de fotos:

 

     

 

 

Clubes de Tiro em Sergipe

O Instituto DEFESA recebe com frequência pedidos de informações sobre onde praticar. Tentamos sempre manter a lista bem alimentada com informações atuais e legítimas. Com a ajuda de um de nossos membros, recebemos uma lista atualizada de clubes de tiro em Sergipe. Se você é das redondezas, agora já sabe onde praticar, aproveite!

Lucas Parrini

Lucas Parrini é colaborador do Instituto DEFESA e curioso em criminologia e assuntos relacionados a combate e segurança.

Aproveito o ensejo para agradecer e parabenizar aos clubes e seus representantes pela atitude!

Segue a lista:

  • ATIRAR CLUB
  • Representantes: Ricardo Porto (presidente) e Alysson Feitosa (vice-presidente)
  • Cidade: São Cristóvão
  • Endereço: Rodovia Joõa Bebe Água, nº 3481, Estrada para a Estiva, Povoado Cantinho do Céu. Galpao III, grande Roza Elze.
  • Telefone: (79) 9-9932-4060
  • E-mail: secretaria@atirar.net
  • SERIGY
  • Representantes: Ginaldo Alves (presidente)
  • Cidade: Campo do Brito
  • Endereço: R. Roque Jose de Souza S/N
  • Telefone: (79) 9-9947-8938
  • E-mail: cat.clubeamigosdotiro@gmail.com
  • AMIGOS DO TIRO
  • Representantes: Marcel Martins Ávila (presidente), José Martins Ávila (vice-presidente) e Igor Silva (diretor)
  • Cidade: Estância
  • Endereço: Estrada da Dizilena, 152, povoado Dizilena, Estância-SE
  • Telefone: (79) 9-9988-7684
  • E-mail: cat.clubeamigosdotiro@gmail.com
  • SOARES CLUBE DE TIRO ESPORTIVO
  • Representantes: Marcelo Soares (diretor)
  • Cidade: Aracaju
  • Endereço: Rua Sgt Manoel Oswaldo das Neves,181. São Conrado. Conjunto Orlando Dantas
  • Telefone: (79) 9-9965-4780
  • E-mail: contato@soares.esp.br

 

 

Vítima reage e mata assaltante em Rio dos Anjos

Um assaltante foi morto na comunidade de Rio dos Anjos na noite desta quinta-feira, dia 29. Ao todo, três disparos foram realizados pela vítima contra o criminoso num quiosque na ICR-350 por volta das 22h30. Os tiros ocorreram após o bandido pular a bancada. Mas conforme divulgado pela Polícia Militar, outros três participantes fugiram.

A abordagem do grupo ocorreu por volta das 22h30 com auxilio de um Fiesta prata. Apenas o motorista ficou no veículo para a retaguarda da quadrilha. Os outros três entraram no estabelecimento, dentre eles, pelo menos um estava armado. Ao perceber a aproximação enquanto lavava os copos, a vítima sacou então a arma e conseguiu salvar-se ileso.

Extraído de https://www.canalicara.com/seguranca/vitima-reage-e-mata-assaltante-em-rio-dos-anjos-36722.html

Vítima reage e evita assalto

DA REDAÇÃO – Uma tentativa de assalto foi registrado no final da manhã desta segunda-feira (3), porém a vítima reagiu e evitou que o crime fosse concretizado.

A vítima, 41 anos, que trabalha como vendedor para uma empresa de colchões, procurou o quartel da Polícia Militar de Vermelho Novo e contou que quando passava pela região do córrego Grande, zona rural de Raul Soares, foi abordado por um indivíduo, que estava armado com revólver e exigiu que a vítima entregasse seus pertences. Ao tirar a carteira do bolso, ela caiu ao chão. Assim que o assaltante se abaixou para pegá-la, o vendedor deu um chute no rosto do bandido, que caiu e soltou a arma. Então, o vendedor pegou o revólver e jogou a arma num matagal, tendo entrado em seu carro e seguido até Vermelho Novo.

De acordo com a vítima, o autor parece ser menor de idade e é magro. Ele estava numa moto vermelho e usava capacete branco, camisa vermelha e bermuda azul.

O autor não tinha sido detido até o final dessa edição.

Texto extraído de http://www.diariodecaratinga.com.br/?p=42713

Bandido é morto após vítima reagir a tentativa de assalto em Campina Grande

O crime ocorreu no bairro Catolé, próximo ao Sítio São João, na tarde do domingo (2).

Um homem suspeito de assalto foi morto após a vítima reagir ao crime em Campina Grande, no domingo (2). O crime ocorreu no bairro do Catolé, próximo ao Sítio São João. Uma outra pessoa que estava com o suspeito fugiu.

De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 17h20. Os dois assaltantes chegaram em uma moto e se aproximaram da vítima. O suspeito anunciou o assalto e foi surpreendido por tiros disparados pela vítima. O outro assaltante fugiu, abandonando a moto, que estava com a placa adulterada.

O suspeito da tentativa de assalto ainda chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas morreu durante o atendimento. A vítima do roubo que atirou contra o assaltante ainda permanece com a identidade desconhecida, segundo a PM. A moto abandonada foi apreendida e o caso foi repassado para a delegacia de homicídios para ser investigado.

Texto adaptado de http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/suspeito-e-morto-apos-vitima-reagir-a-tentativa-de-assalto-em-campina-grande.ghtml