Arquivo mensais:outubro 2015

Comissão especial aprova revogação do Estatuto do Desarmamento

Video: Como fazer carvão ativado

Um dos aspectos que envolvem a sobrevivência é a ausência de valiosos recursos quando mais se precisa.
O carvão ativado é um destes recursos valiosos.
Atualmente a indústria produz um produto de alta tecnologia e custo elevado, ácidos e outros químicos são usados para aumentar a porosidade ou direciona-la para um uso específico, entretanto o uso do carvão na purificação básica ou como antídoto é milenar com registros de mais de 2000 anos de aplicação.
Antigamente a madeira era colocada em ânforas de barro e assada ao fogo, hoje você pode usar uma lata velha e conseguir um produto “orgânico” de ótimo desempenho.
Bora lá, vejam o vídeo e se inscrevam no canal!

Lista de 09 itens básicos para uma forjaria doméstica

Seguindo o padrão de simplicidade , decidi formular uma lista com as ferramentas que um amador precisa para iniciar os trabalhos de uma pequena forjaria doméstica, capaz de fazer facas, ferramentas e utensílios em aço. Com uma pequena oficina o estudante de sobrevivência pode abrir um leque de novas ações e testes, além do desenvolvimento de material personalizado.

1 – Morsa ou sargento – Não dá para cortar, limar ou polir sem prender a peça de aço, o ideal é uma morsa, mas são caras, então a alternativa são os sargentos, funcionam da mesma forma e com eles qualquer mesa vira uma bancada.

2 – Serra – Muito fácil de conseguir em qualquer loja de ferragens, o arco e a serra são capazes de poupar muito trabalho na hora de dar forma a sua faca

3 – Lima – Se você conseguir uma mola de carro por exemplo (Aço 5160) você faz uma faca com uma lima, basta usinar a peça de aço até obter o fio desejado, estes aços já estão temperados e revenidos e com a dureza exata para uma boa faca.

4 – Lixas – Necessárias para o polimento do fio de corte e do corpo da faca para um bom acabamento.

5 – Bigorna ou batente – Importantes para desempenar uma peça de aço que não esteja alinhada, como as molas, mais comuns, uma bigorna é uma peça cara, mas você pode achar alternativas, qualquer peça pesada e reta de aço vai servir.

6 – Martelo – Um bom martelo é um item comum em qualquer caixa de ferramentas e vai servir para alinhar as peças de aço, dobrar etc.

7 – Forja/Soprador – Para fazer a tempera de facas por exemplo, você precisará aquece-las, para isso servem as forjas, locais onde o calor é muito alto. Sua churrasqueira é uma boa forja a carvão e algo como um secador de cabelos vai fazer oxigenação suficiente para alcançar o ponto de Tratamento térmico da maioria dos metais comuns.

8 – Esmerilhadeira, lixadeira (opcional) – Um moto esmeril, um uma esmerilhadeira vai poupar muito o braço do vivente na hora de desbastar as peças e trabalhar o aço, existem várias opções de ferramentas muito em conta no mercado e vale o investimento para quem tem uma lista grande de peças que quer fazer

9 – Furadeira e brocas – Uma furadeira destas domésticas é capaz de fazer furos de pequeno diâmetro em chapas e peças de aço, assim é possível colocar pinos, passantes e fazer pequenos encaixes.

Com este material você poderá reparar ou criar um grande numero de ferramentas e peças úteis, facas, machados, martelos, alicates, tenazes etc.

Toda preparação tem como necessidade o uso de equipamentos e ferramentas e possuir alguma autonomia na confecção destes itens básicos vai abrir caminho para um desenvolvimento maior das capacidades pessoais e garantir o insumo em tempos de necessidade.

Para mais artigos de cutelaria, visitem nosso canal: https://www.youtube.com/guiasobrevivente.

Abraços!

Armaduras: Review da MPTU FENRIR

Se você gosta de armas, vai ver que é difícil que se passe uma semana sem uma novidade no mercado mundial, seja um novo design, uma nova munição ou calibre ou uma releitura qualquer.
E a medida que as armas são aprimoradas, as armaduras e blindagens também são para tentar conter seus efeitos, é algo como uma regra nisso desde os primórdios da humanidade.
Pele para proteger de dente e unha, depois couro curtido para facas e aço contra espadas, atualmente a gama de proteções é enorme Kevlar, cerâmica, aço balístico e vários compostos químicos intrincados.
O fato é, se você pensa em armas deve também pensar em se proteger delas, e pra isso existem as armaduras.
Embora controlados, estes itens de proteção pessoal podem ser adquiridos pelo publico comum sem grandes problemas ou grandes burocracias, mesmo no Brasil.
Para abrigar as placas balísticas, diversas empresas criam capas, ou coletes táticos e neste vídeo mostraremos uma destas capas, a FENRIR da warfare, um colete muito usado para intervenções, que suporta placas de cerâmica e de Kevlar com diversas funcionalidades extra.
Num futuro próximo vamos criar uma proteção doméstica contra facas e estilhaços, assista o review e inscreva-se para não perder os próximos vídeos do canal.

Pistola IMBEL 1911 45acp

Porte de armas não pode ser crime

porte não é crime2

Até 2003 qualquer brasileiro podia portar armas

ate 2003

Pague para ver…

descubra

Arthur Martins Lopes Neto


Faça como o Arthur Martins Lopes Neto, mostre que está preparado .

Perfil de Arthur Martins Lopes Neto

Junte-se aos 60 MILHÕES de pessoas que não aceitam o desarmamento.

Phernando Becker


Faça como o Phernando Becker, mostre que está preparado .

Perfil de Phernando Becker

Cidadão de bem armado, vagabundo baleado

Próximos eventos
  1. Combat Rescue – Tactical Combat Casualty Care

    outubro 21 @ 8:00 - outubro 22 @ 17:00